O desenho brasileiro, o drama argentino e os filmes americanos

Por Diário do Vale
47 Visualizações

g_capa (2)

Volta Redonda –

O cinemão anda passando por um jejum de estreias e os novos filmes estão espalhados pelo Sul Fluminense. Quem quiser conferir o novo filme do Will Smith, onde ele faz o papel de um vigarista, terá que ir a Valença. Onde o Cine Glória está exibindo “Golpe Duplo”. Já os apaixonados por espada e magia podem pegar um carro, ou a vassourinha do Harry Potter, e voar para Resende, onde “O Sétimo Filho” entra em cartaz nesta quinta feira. Em Volta Redonda temos duas novidades no Cine Gacemss, o drama argentino “O Médico Alemão” e o desenho animado brasileiro “Até que a Sbornia nos Separe”.

‘Golpe Duplo’

Mas vamos aos filmes. Will Smith faz uma pausa nos filmes de ficção científica e faz o papel de um notório vigarista em “Golpe Duplo”. Ele é um mestre na arte de enganar e trapacear, e resolve passar tudo o que sabe para uma colega mais jovem, Jess (Margot Robbie). O problema é que ele começa a se apaixonar por ela. Percebendo que uma vida de mentiras e fraudes não combina com o amor eles se separam. Mas o destino os leva a se reunirem três anos depois. No elenco tem o Rodrigo Santoro em mais um papel de coadjuvante.

 ‘Sétimo Filho’

Já “O Sétimo Filho” é uma história sobre magos e bruxas para os jovens que adoram o gênero espada e magia. Jeff Bridges é John Gregory, o sétimo filho de um sétimo filho que por isso ganhou o poder de lutar contra as forças do mal. Durante uma vida inteira ele protegeu seu vilarejo dos ataques de bruxas, demônios e outras criaturas das trevas. Mas está ficando velho e precisa encontrar um sucessor. Como não teve sete filhos ele treina vários aprendizes, mas a maioria deles não sobrevive ao encontro com as forças do mal. Para piorar as coisas a terrível bruxa Mãe Malkin (A ótima Julianne Moore) escapou do seu confinamento e voltou para espalhar o terror.

A única esperança para as forças do bem é o novo aprendiz de feiticeiro, Tom Ward (Ben Barnes) que pode ter sucesso onde os outros fracassaram. O elenco inclui várias mulheres bonitas, incluindo a Olivia Williams do recente “Os Últimos Dias em Marte”. Quem viu o filme no exterior garante que é mais interessante do que os últimos episódios da saga do Hobbit. E trata de um tema semelhante.

‘O Médico Alemão’

No Gacemss tem “O Médico Alemão” um filme argentino baseado em uma história real. É sobre uma família da Patagônia que faz amizade com um misterioso médico alemão. O ano é 1960 e o médico trata de uma jovem que esta esperando gêmeos. Mas poucos sabem que o misterioso dr. Alex Brendemühl é na verdade o criminoso nazista dr. Joseph Mengele. Procurado pelas experiências macabras que fez com prisioneiros judeus no campo de concentração de Auschwitz.

Sem saber disso a família acolhe o alemão e se afeiçoa a ele. Mas a história caminha para um final trágico a medida em que agentes de Israel chegam na Argentina em busca do criminoso de guerra.

Até que a Sbornia nos Separe’

Já quem procura um tema mais leve pode conferir o desenho animado “Até que a Sbornia nos Separe” de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr. A animação brasileira é baseada em uma peça de teatro que ficou 30 anos em cartaz em Porto Alegre: “Tangos e tragédias” dos músicos Hique Gomez e Nico Nicolaievski. Eles são os músicos Kraunus e Pletskaya que vieram de um país europeu chamado Sbornia.

Durante décadas a Sbornia existiu isolada do mundo exterior, protegida por uma grande muralha. Até o dia em que a muralha caiu. Os sbornianos travam contato com o mundo moderno e a maioria se deixa fascinar pelas novidades do exterior. Enquanto outros lutam para manter as tradições locais. Os dois músicos observam tudo com um olhar crítico e relatam o que acontece em canções. A peça fez muito sucesso pela interatividade, que levava o público a cantar as músicas e participar do espetáculo. Resta ver se o desenho animado vai conseguir algo parecido. Embora seja uma animação ela não é recomendada para menores de dez anos.

 

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

 

(24) 99926-5051 – Jornalismo

 

(24) 99234-8846 – Comercial

 

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2023 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996