segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 15:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / O robozinho desgovernado e a pré-estreia dos Eternos

O robozinho desgovernado e a pré-estreia dos Eternos

Matéria publicada em 27 de outubro de 2021, 14:35 horas

 


Animação critica a dependência dos jovens com as mídias sociais

Diferente: A garotada e seus robôs comunicadores

A novidade cinematográfica mais interessante da semana é a animação Ron Bugado. Sobre um jovem que precisa de um robô para se comunicar com seus amigos. Uma sátira ao mundo da internet e das redes sociais. Também temos a pré-estreia do novo filme da Marvel/Disney, Os Eternos. Sobre um grupo de super-heróis que surge para salvar a humanidade de um ataque de monstros. O mais interessante desse filme é a presença das estrelas Angelina Jolie e Salma Hayek no papel de duas super-heroínas.

Ron Bugado é uma co-produção entre Estados Unidos, Inglaterra e Canadá, produzida por um estúdio novo, o Locksmit Animation que fica nas terras da rainha Elisabeth. O resultado não fica devendo nada as animações da Disney/Pixar e ainda tem um tema diferente. É a história de Barney, um pré-adolescente que tem muita dificuldade em fazer amigos na escola. Por sorte dele uma grande empresa de tecnologia criou a maior novidade na área de comunicação desde a invenção dos smartphones. Trata-se de uma série de robôs em forma de ovo que vão servir de elo de comunicação entre as crianças. Eles vão gerenciar as mídias sociais e cuidar para que cada usuário se torne conhecido e admirado por todos. Como diz a propaganda da empresa os robôs vão ser “seu melhor amigo tirado de uma caixa.”

Os tais robôs se tornam uma mania  entre as crianças. Logo todos os coleguinhas de Barney tem um engenho daqueles. E quem não tiver um robô ficará isolado e não conseguirá se comunicar com ninguém. Barney mora com seu pai e sua avó e implora que eles comprem um robô comunicador para ele. Mas eles hesitam porque a novidade custa muito caro (Problema com toda nova tecnologia).

Finalmente o pai consegue comprar um robô no, digamos, mercado negro. Na verdade trata-se de um exemplar que caiu de um caminhão e encontra-se danificado. Daí o título do filme, Ron Bugado, significando que o robô, Ron, tem um bug, um defeito. Atrapalhado Ron apronta uma série de confusões para o seu dono, e acaba sendo caçado pelos representantes da fábrica que o construiu. Eles querem destruir o robô, temendo que a notícia de um “robô renegado” possa derrubar as ações da empresa na bolsa de valores.

Tentando salvar seu amigo cibernético Barney foge para o campo, onde acaba fazendo uma série de amigos num mundo de pequenos sítios e fazendas. Sem precisar da ajuda de engenhocas eletrônicas. Essa é a principal mensagem do filme. Esqueça as telinhas e as redes sociais e saia para descobrir o mundo lá fora. O filme tem um visual bonito e bem colorido e é uma das surpresas do ano.

O filme de terror da semana, que é claro, não podia faltar, é o “Espíritos obscuros” história de um menino as voltas com um monstro na floresta próxima da sua cidadezinha. E tem a comédia “A família Adams 2 – pé na estrada” que também é um longa de animação como o Ron Bugado. A família Adams original foi uma série de TV com atores da década de 1960, que brincava com os clichês dos antigos filmes de terror. Com uma família sinistra morando em uma velha mansão assombrada. Como os atores envelheceram e morreram criaram esses filmes de animação para manter a franquia. Desta vez Mortícia e Gomez resolvem levar as crianças para uma viagem de férias, percorrendo as estradas americanas em seu veículo trailer. E encontrando vários personagens estranhos, incluindo um primo distante.

 

Jorge Luiz Calife

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document