>
terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 22:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Os 120 anos do Cinema Nacional em exposição

Os 120 anos do Cinema Nacional em exposição

Matéria publicada em 3 de junho de 2018, 09:00 horas

 


Para lembrar a data, o projeto “Arte na Capa” traz uma edição especial com capas de livros, CDs, mini cartazes e até peças de vestuário usadas por atores

(Foto: Divulgação)

O próximo dia 19 de junho é marcado por uma celebração muito especial para o setor
audiovisual no Brasil. A data comemora os 120 anos do cinema nacional. Homenageando esta
importante conquista para a cultura brasileira, o projeto “Arte na Capa”, desenvolvido pelo
Museu da Imagem e do Som (MIS) abre o mês de junho em grande estilo, nesta segunda-feira
(04), a mostra “120 Anos do Cinema Brasileiro”. A exposição, que é quinta promovida este ano,
sucede a mostra “Mis nas Estrelas”, que abordou a saga de grande sucesso criada por George
Lucas na década de 70 e foi visitada por mais de 250 pessoas.
Além das já tradicionais capas de discos, esta edição o público poderá conferir nove capas de
livros que também abordam a história do cinema, 35 CD’s com trilhas sonoras de filmes,
quatro posters, além de objetos e roteiros, como o do filme “Chatô, o Rei do Brasil”, e peças de
vestuário, como o casaco usado por Othon Bastos no filme “A Terceira Morte de Joaquin
Bolivar”. Outra novidade da mostra são os já extintos lobby cards, mini cartazes com registros
de cenas dos filmes, que costumavam ficar expostos perto do cartaz principal.
A presidente da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Denise Assis, ressalta que a
exposição 120 anos do cinema, assim como as demais já realizadas pelo MIS, representa uma
oportunidade para que o público possa voltar ao passado e relembrar grandes produções da
sétima arte no Brasil, como os filmes “Deus e o diabo na terra do sol”, dirigido por Glauber
Rocha em de 1964 e “Dona Flor e seus dois maridos”, adaptado da obra literária de Jorge
Amado e dirigido por Bruno Barreto em 1976.
– Em mais uma edição especial do Arte na Capa, esta mostra traz uma variedade de elementos
que contextualizam o visitante e oferecem a ele a oportunidade de realizar uma verdadeira
viagem no tempo. Além de todo o acervo exposto, o ambiente ainda é complementado pelas
trilhas sonoras das produções, que recriam o ambiente dos filmes. É simplesmente imperdível
– frisa a presidente da Fundação.

Data comemorativa
A celebração do dia 19 de junho relembra a primeira filmagem realizada em terras brasileiras,
retratando as belezas de baía de Guanabara. As imagens foram captadas pelo italiano Alfonso
Segreto, em 1898. A partir de então, as produções se modernizaram acompanhando algumas
tendências mundiais do século XX.
Serviço:
A exposição “Arte na Capa: 120 Anos do Cinema Brasileiro” pode ser conferida de 04 a 29 de
junho, de 2ª a 6ª, das 12 às 18h, no Museu da Imagem e do Som (MIS), localizado na Rua Luiz
da Rocha Miranda, 117, andar térreo da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, Centro
Histórico de Resende.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document