quinta-feira, 9 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Os bichos estão soltos no Carnaval

Os bichos estão soltos no Carnaval

Matéria publicada em 20 de fevereiro de 2020, 09:25 horas

 


‘O Chamado da Floresta’ e o novo doutor Dolittle são as principais estreias da semana nos cinemas da região

A programação dos cinemas neste Carnaval está dominada pelos filmes sobre animais. Temos a nova versão do clássico doutor Dolittle, desta vez com o ex Homem de Ferro, Robert Downey Jr., no papel do cientista que fala com os bichos. Como na primeira versão de 1967, a trama se passa no século XIX e envolve uma viagem de navio para terras exóticas e distantes. “O Chamado da Floresta” com Harrison Ford e um cachorrão chamado Buck também é a refilmagem de um clássico. No caso, o livro de Jack London sobre a corrida do ouro nas terras geladas do norte do Canadá.
“O Chamado da Floresta” também já teve uma versão com o falecido Charlton Heston. Que foi filmada na Finlândia e tinha um cachorro pastor alemão no papel do Buck. A nova versão, com o Harrison Ford, é mais fiel ao livro e tem um cachorro mestiço de São Bernardo no papel do herói. Buck era um cachorro mimado que vivia na casa de uma família rica. Até ser sequestrado por um dos empregados.
A história se passa no final do século XIX, quando milhares de aventureiros foram atraídos pela descoberta de ouro nos territórios gelados do Yukon, no norte do Canadá. O principal meio de transporte naquelas florestas boreais eram os trenós puxados por cachorros. E qualquer cão de grande porte, capaz de se incumbir dessa tarefa, valia muito dinheiro. Por esse motivo muitos cães grandes foram roubados de seus donos, espancados e treinados para servirem nas parelhas dos trenós.
Buck foi um desses cachorros. Mas, apesar de muito maltratado ele consegue fugir e faz amizade com várias pessoas que encontra nas florestas desertas do Yukon. Seu melhor amigo acaba sendo outro solitário. John Thornton que foi para a floresta porque estava desiludido com a humanidade e queria ficar longe de tudo e de todos. Ele encontra a companhia ideal no grande cachorro e os dois vivem várias aventuras em meio a ursos ferozes, avalanches e rios turbulentos.
Se “O Chamado da Floresta” tem um pé na realidade histórica, “Dolittle” é pura fantasia. Robert Downey Jr. é o doutor Dolittle, um médico que tem a habilidade de se comunicar com todo o tipo de animal. Ele vive em uma fazenda cheia de bichos no interior da Inglaterra vitoriana até embarcar em uma grande aventura. Viajar até uma misteriosa ilha do Oriente para encontrar a “árvore da cura”. Que produz um remédio que pode curar a rainha Vitória, acometida de uma doença mortal.
Na viagem, em um típico navio veleiro do século XIX, Dolittle encontra golfinhos e inimigos cruéis que querem impedi-lo de achar a cura para a rainha. A tripulação do barco inclui uma série de bichos como um gorila e um urso polar. Michael Sheen faz o papel de vilão e Antonio Banderas é o rei Rassouli, um soberano oriental. Essa é a quarta versão da história e a melhor de todas ainda é o musical de 1967 estrelado pelo Rex Harrison e a Samantha Eggar. Naquele tempo não existiam esses efeitos modernos de computador, mas a fantasia e o encanto daquele filme superam todos os remakes.
A terceira estreia do Carnaval é “Maria e João: O Conto das Bruxas” que tenta ser um filme de terror com base no antigo conto de fadas. Aquele sobre dois irmãos perdidos em uma floresta tenebrosa, com uma bruxa canibal e outros horrores. A crítica lá no exterior achou que o filme promete, mas não cumpre o que prometeu. E olha que na versão moderna tem até zumbi na floresta.

 

Jorge Luiz Calife


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Meu nome é Zé Pequeno!

    Mais do mesmo e cada vez com menos público e orçamento.

Untitled Document