sexta-feira, 25 de setembro de 2020 - 06:48 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Semana da Visibilidade Trans acontece no Rio de Janeiro

Semana da Visibilidade Trans acontece no Rio de Janeiro

Matéria publicada em 27 de janeiro de 2020, 14:00 horas

 


Rio de Janeiro – Com objetivo de abordar os desafios da população transexual e fomentar o debate sobre a diversidade, começa hoje (27) e segue até dia 31 de janeiro, no Rio de Janeiro, a Semana da Visibilidade Trans. O evento está sendo realizado a partir das 14 horas, na Biblioteca Parque (Av. Pres. Vargas, 1261 – Centro).

A atividade é aberta ao público e inclui palestras, debates e atividades culturais. A realização é do Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa. A Subsecretaria de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos e a Superintendência de Políticas LGBT também fazem parte da organização.

De acordo com Thiago Miranda, Subsecretário Estadual de Promoção, Defesa e Garantia dos Direitos Humanos, a ação dá início às comemorações do dia 29 de janeiro, Dia Nacional da Visibilidade Trans.

– Nosso país é o que mais mata transexuais e travestis no mundo. Vivemos uma onda de intolerância, ódio e preconceito. Em meio a tudo isso, a realização da Semana Trans tem como principal objetivo auxiliar no combate da transfobia, através de informação e conscientização – disse.

A programação começa nesta segunda-feira (27), com o tema “População trans e o mercado da Cultura e Economia Criativa”. A ação busca proporcionar um espaço de troca de experiências de pessoas trans no mercado da cultura e da economia criativa, assim como sensibilizar, através do relato de suas trajetórias e produções.

Dia 28, serão exibidos curtas metragens produzidos pelo programa Rio Sem Homofobia, onde serão retratadas as trajetórias dos usuários e seus processos de transição. Em seguida, será iniciada uma conversa sobre as repercussões.

No dia 29, uma mesa com o tema “Direitos Humanos, Economia Criativa e Empregabilidade” vai discutir a relação entre empregabilidade e a população trans no emprego formal (no âmbito público e privado) e no mercado da economia criativa. A composição da mesa será mista e contará com a participação de representantes do Estado e da sociedade civil. Ainda na quarta-feira, o público presente vai prestigiar um desfile da “Diva Divines” e participar do lançamento do concurso da mais bela trans do Estado e do um grupo de trabalho intitulado “Emprega Trans”.

Dia 30, será realizado um espaço coletivo de diálogo e também uma reflexão sobre a temática da saúde da população trans com enfoque especial no eixo de saúde mental. Logo após, será exibido o longa metragem “Indianara”, que aborda a trajetória de lutas e resistências de Indianara e da população trans de maneira geral. No mesmo dia, o projeto “Casa da Literatura”, realizado pela Biblioteca Parque, vai promover uma roda de conversa com autores trans e que abordam a temática da transexualidade.

Uma exposição de diversas obras ficará disponível para visitação durante todos os dias de evento.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Tanta coisa precisando ser feita no Rio de Janeiro…
    Faltando visibilidade em tantas outras coisas…
    Eles não estão vendo nada.
    Sem mais comentários!

Untitled Document