sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Sesc Paraty recebe o coletivo Eu Amo a Rua para desenvolver o Teatro Lambe-Lambe nas ruas da cidade

Sesc Paraty recebe o coletivo Eu Amo a Rua para desenvolver o Teatro Lambe-Lambe nas ruas da cidade

Matéria publicada em 26 de outubro de 2017, 18:59 horas

 


Paraty – O coletivo Eu Amo a Rua, a convite do Sesc Paraty, desenvolverá de 30 de outubro a 17 de dezembro, uma ação formativa utilizando o Teatro Lambe-Lambe, também conhecido como Teatro de Miniaturas, para jovens das escolas de ensino médio das periferias, comunidades tradicionais e do centro histórico de Paraty. O Teatro Lambe-Lambe é uma linguagem de formas animadas que ocupa um espaço cênico mínimo onde são apresentadas peças teatrais de curtíssima duração por meio da manipulação de bonecos, para um espectador por vez.

A ação formativa será realizada pelo coletivo Eu Amo a Rua junto com jovens de Paraty, que deverão se apropriar das técnicas desta linguagem artística para contar as histórias dos antepassados. O projeto inicia no dia 30 de outubro e termina no dia 17 de dezembro, nesse período o grupo passará pelas seguintes etapas: capacitação técnica, escrita dramatúrgica, participação na concepção cênica das caixas e finalizando o processo, apresentações públicas nas ruas da cidade.

Paraty tem sua arquitetura colonial, com suas áreas de convivência – praças, largos, passeios ao ar livre, uma paisagem preenchida de memórias, relatos de personalidades e tradições. Este projeto dedica-se ao resgate destas histórias e personagens a serem contadas pelos jovens paratienses por meio da capacitação técnica em Teatro Lambe-Lambe culminando em apresentações públicas. O projeto Teatro Lambe-Lambe quer dar voz ao cidadão comum, valorizando o patrimônio imaterial de Paraty.

As inscrições ficam abertas até hoje, dia 27 de outubro, e podem ser feita pelo e-mail (inscricoes.ccsp@sesc.com.br) ou presencialmente na Unidade Sesc Santa Rita – Rua D. Geralda, 15 – Largo de Santa Rita.

Teatro Lambe-Lambe: Ação formativa será realizada pelo coletivo Eu Amo a Rua junto com jovens de Paraty (Foto: Divulgação)

Teatro Lambe-Lambe: Ação formativa será realizada pelo coletivo Eu Amo a Rua junto com jovens de Paraty (Foto: Divulgação)

Sobre o coletivo Eu Amo a Rua

O coletivo Eu Amo a Rua é formado por Rita Spier, Raquel Botafogo, Márcio Newlands, Márcio Nascimento, Carlos Alberto Nunes, Renato Machado e André Gracindo, artistas reunidos em torno do teatro de formas animadas e o espaço urbano, que investigam diferentes possibilidades de criação proporcionadas por esta relação.

 

Serviço

O projeto Teatro Lambe-Lambe, com o coletivo Eu Amo a Rua, acontecerá de 30 de outubro a 17 de dezembro, na Unidade Sesc Silo – Rua D, 30, Vila D. Pedro e na Unidade Sesc Santa Rita – Rua D. Geralda, 15  – Centro Histórico. Todas as atividades são gratuitas. Mais informações pelos telefones (24) 3371-4516 e 3371-8415.

As apresentações finais acontecem no dia 14 de dezembro para funcionários do Sesc, e nos dias 15, 16 e 17 de dezembro, acontecerão as apresentações nas ruas de Paraty.

 

Circuito de Autores será realizado nesta sexta-feira na Unidade Sesc Santa Rita

O projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras realiza nesta sexta-feira, dia 27, o Circuito de Autores, com Luci Collin e Casé Lontra Marques, às 19h, na Unidade Sesc Santa Rita. Na semana seguinte, a ficcionista curitibana Luci Collin volta para ministrar a oficina “A Criação Poética”, que acontece de 6 a 10 de novembro. As inscrições estão abertas até 3 de novembro. Para se inscrever basta enviar uma mensagem para o e-mail (inscricoes.ccsp@sesc.com.br).

O projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras é um circuito atuante em todas as regiões do país que estimula a formação de leitores e a divulgação de novos autores brasileiros. O projeto é composto por circuitos de Autores, Oralidades e Criação Literária.

No encontro de hoje, a poeta Luci Collin e o escritor Casé Lontra Marques se encontram para um bate-papo, que contará com a mediação de Ovídio Poli Junior. Casé Lontra Marques mora em Vitória (Espírito Santo). Publicou O que se cala não nos cura, A densidade do céu sobre a demolição e Mares inacabados, entre outros. Colabora frequentemente em publicações literárias nacionais e estrangeiras. Já Luci Collin tem dezoito livros publicados entre os quais Nossa Senhora D’Aqui (romance, 2015), Querer Falar (poesia, 2014 – finalista do Prêmio Oceanos), A árvore todas (contos, 2016) e A palavra algo (poesia, 2016 – finalista do Prêmio Jabuti). Participou de antologias nacionais (como Geração 90 – os transgressores e 25 Mulheres que estão fazendo a literatura brasileira), e internacionais. É doutora em Estudos Literários pela USP e leciona Literaturas de Língua Inglesa na UFPR.

A oficina “A Criação Poética”, que acontece de 6 a 10 de novembro, promoverá a discussão de temas fundamentais ao fazer poético, como, por exemplo, as questões “Qual a natureza da poesia?”, “Quais as características da estética e da linguagem poética”, “O que é dicção poética?”. Segundo Collin “teremos uma parte prática em que se desenvolve uma atividade de escrita, a partir de leituras e análises coletivas de textos de grandes poetas”.

 

Serviço

 

Projeto Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras

Circuito de Autores, bate-papo com Luci Collin e Casé Lontra Marques, 27 de outubro, sexta-feira, às 19h, na Unidade Sesc Santa Rita – Rua D. Geralda, 15 – Centro Histórico, Paraty

 

Oficina “A Criação Poética”, de 6 a 10 de novembro, das 18h as 22h, na Unidade Sesc Santa Rita – Rua D. Geralda, 15 – Centro Histórico. As inscrições estão abertas, basta enviar um e-mail para (inscricoes.ccsp@sesc.com.br) ou presencialmente na Unidade Sesc Santa Rita – Rua D. Geralda, 15 – Largo de Santa Rita, Paraty.

 

Todas as atividades são gratuitas

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Espero que não venham para as ruas “nus”, porque se vierem, aqui vão levar muita porrada.

Untitled Document