segunda-feira, 17 de maio de 2021 - 19:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Space X vai construir o foguete da mulher na Lua

Space X vai construir o foguete da mulher na Lua

Matéria publicada em 22 de abril de 2021, 15:56 horas

 


Empresa ganha contrato de 2,89 bilhões para o módulo lunar Artemis

Grande: Nave terá a altura de um prédio de 15 andares

Na semana passada a empresa SpaceX, do bilionário Elon Musk, venceu um contrato no valor de 2,89 bilhões de dólares para construir o módulo de pouso lunar do projeto Artemis. É o foguete que deve levar uma mulher e um homem para caminharem sobre a superfície da Lua em 2024. Em uma espécie de prévia do que deve acontecer, a Space X lança hoje, de Cabo Canaveral, um foguete Falcon 9, com quatro homens e uma mulher para um voo até a Estação Espacial Internacional. Eles viajam na cápsula Dragon, que já foi testada com sucesso em dois voos anteriores.

A nave do projeto Artemis será muito maior do que a Dragon. Com o formato de uma bala de canhão ela vai ter a altura de um prédio de quinze andares. Será sete vezes e meia mais alta do que os módulos lunares usados pelos astronautas do projeto Apollo, na década de 1970. Os americanos tem pressa em reconquistar a Lua, devido à concorrência com a China e a Rússia. No mês passado, russos e chineses assinaram um acordo de cooperação para instalar uma base na Lua antes do final da década.

O projeto Artemis pretende chegar na frente. Ele envolve quatro veículos espaciais e um acordo entre a Nasa e a agência espacial europeia ESA. A Nasa esta construindo e testando o foguete gigante SLS, e a cápsula espacial Orion. A Orion deve levar quatro astronautas até uma órbita ao redor da Lua, onde eles se encontrarão com a estação espacial Gateway, que esta sendo projetada e construída pela ESA.

Na Gateway a equipe de exploradores lunares embarca no foguete da SpaceX, para a última parte da viagem. A descida até as planícies e crateras do polo sul da Lua. A Lunar Lander da SpaceX é baseada na nave Starship, que a SpaceX vem construindo em sua base de operações, na região de Boca Chica, no Texas. Nos últimos quatro meses a SpaceX realizou quatro voos de teste com protótipos da Starship. Nos voos a nave subiu até uma altura de dez mil metros, fez várias manobras no céu e depois tentou pousar. O problema é que todos os quatro protótipos explodiram ao pousar.

Os dois primeiros, os Starship Sn8 e Sn9 foram destruídos devido a uma falha dos motores Raptor, durante a manobra de pouso. O Sn10 conseguiu pousar intacto, mas o trem de pouso quebrou e ele explodiu cinco minutos depois. O Sn11 explodiu no ar no meio de uma neblina intensa. A empresa pretende tentar de novo com o Sn12 no mês que vem. É bom lembrar que a Nasa também teve problemas semelhantes no começo da corrida espacial dos anos de 1960. Seus foguetes Atlas explodiam em três de cada quatro lançamentos. Mas a Nasa insistiu, corrigiu os defeitos e o Atlas levou ao espaço os primeiros astronautas americanos do projeto Mercury.

Durante a seleção de empresas para o projeto Artemis a Space X enfrentou a concorrência da empresa Dynetics, do Alabama, e da Blue Origin do bilionário Jeff Bezos. As propostas dessas duas empresas eram de naves pequenas, semelhante aos módulos lunares da Apollo. Mas eram muito mais caras. No ano passado a Nasa pediu ao Congresso uma verba de 3,5 bilhões de dólares para o módulo de pouso Artemis. O Congresso só liberou 850 milhões. Só para comparar, os módulos lunares Apollo custariam hoje 22 bilhões de dólares. Sem dinheiro a Nasa preferiu a proposta mais barata da Space X, que já construiu os protótipos e só falta ter sucesso nos testes.

Além de ser mais barata, a nave lunar da SpaceX é mais espaçosa, tem duas comportas de ar e pode carregar um grande volume de carga e equipamentos, junto com os astronautas para a Lua. E se tudo correr bem ela vai levar uma mulher e um homem para caminharem de novo na superfície poeirenta de Selene, cinquenta e cinco anos depois do Neil Armstrong.

 

Jorge Luiz Calife

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Uma pergunta que não quer falar:
    Se os Americanos já pisaram na lua em 1970. Por que é que não voltaram lá depois de tantos avanços tecnológicos e por que não lançam mão da mesma tecnologia para voltar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document