>
quinta-feira, 11 de agosto de 2022 - 14:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Turismo Histórico de Angra busca parceria para o setor

Turismo Histórico de Angra busca parceria para o setor

Matéria publicada em 16 de março de 2022, 17:11 horas

 


Ações incluem restauração de monumentos, informatização, obras de infraestrutura, além da criação do Museu da História de Angra dos Reis

O projeto ‘Angra Turismo Histórico’ visa fortalecer o segmento e ampliar ainda mais esse potencial – Foto: Divulgação.

Angra dos Reis- A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Planejamento e Parceria e da Turisangra, lançou na segunda-feira (14) o chamamento público para que empresas que queiram estar à frente do projeto Angra Turismo Histórico manifestem interesse. A concessionária ficará responsável pela manutenção, operacionalização, conservação e gestão do projeto.

Partindo do grande potencial turístico que o município possui, o Angra Turismo Histórico visa fortalecer o segmento e ampliar ainda mais esse potencial, reforçando a infraestrutura e receptividade de pontos turísticos da área continental do município. A iniciativa se soma a outras, como o Parque da Cidade e o Parque da Chácara, com o objetivo de fortalecer o turismo da parte continental e também da parte central do município de Angra, para além das belezas naturais dos mares e das ilhas.

O projeto, inspirado no Revive, de Portugal, envolve ações de engenharia, arquitetura, desenvolvimento econômico e sustentável, tecnologia da informação etc. Exemplos dessas ações são o desenvolvimento de identidade visual; informatização; disponibilização de informações turísticas via QR code; restauração de monumentos; reforma e construção de infraestruturas para receptividade e atendimento aos visitantes; uso de espaços para eventos culturais, shows, casamentos e similares; criação e gestão de áreas verdes e infraestruturas sustentáveis vinculadas aos atrativos turísticos; disponibilização de informativos em diversos suportes e línguas e visitação guiada (bilíngue) aos monumentos e demais atrativos; dentre outras.

Uma das principais ações é a implantação do Museu da História de Angra dos Reis. A previsão é de que o novo espaço seja instalado no tradicional palácio Raul Pompeia, onde hoje funciona a sede administrativa da prefeitura, que será reinstalada no Centro Administrativo Sustentável (entre o Centro e o bairro São Bento).

Neste primeiro momento, as empresas interessadas em se tornar concessionárias do projeto devem manifestar esse interesse à prefeitura. As empresas têm até 20 dias corridos, a contar da publicação do edital (14 de março), para entregar o requerimento nos termos do edital. O chamamento público para o procedimento de manifestação de interesse (PMI) consta na página 6 do Boletim Oficial 1.465, disponível no site da prefeitura (www.angra.rj.gov.br) .

No PMI, é preciso apresentar uma proposta que contemple plano de trabalho, metodologia e orçamento preliminar. As propostas serão analisadas pelo Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas. Após os 20 dias do PMI, a empresa proponente aprovada tem 90 dias para a elaboração do projeto completo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document