terça-feira, 10 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Arco das centralidades

Arco das centralidades

Matéria publicada em 22 de setembro de 2015, 21:12 horas

 


Não vai ser por falta de conversa que a Prefeitura de Volta Redonda vai deixar de resolver o problema das obras do Arco da Centralidade.

***

A próxima etapa é uma reunião com representantes do Ministério Público Federal, Ministério das Cidades, Caixa Econômica Federal, Prefeitura do Volta Redonda e Advocacia Geral da União.

***

O objetivo é chegar a um consenso que permita a contratação das obras, independentemente do Plano Municipal de Mobilidade Urbana.

***

A informação foi dada pelo vice-prefeito Carlos Roberto Paiva (PT).

 

Possibilidade

Está em início de conversa a implantação de um empreendimento imobiliário voltado para os servidores públicos em Barra Mansa. O prefeito Jonas Marins (PC do B) estava conversando sobre o assunto com executivos da Caixa Econômica Federal nesta terça (22), em Volta Redonda.

 

Pego pelo estômago

O ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, vai levar boas lembranças de Volta Redonda: ele foi convidado para almoçar na casa do prefeito Antônio Francisco Neto (PMDB), onde saboreou a culinária árabe de dona Munira, mãe do prefeito.

 

Beijos

Aliás, Occhi contou que estava visitando um dos apartamentos do Residencial Gothardo Firmino Netto quando recebeu um telefonema da presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Ele disse que a presidente mandou um beijo para Volta Redonda.

 

Elogio

Além de elogiar a atitude da Prefeitura de Volta Redonda, que equipou o conjunto habitacional com antena coletiva de TV, internet gratuita e melhorias nos banheiros, como box, sanitário com tampa e chuveiro elétrico, o ministro lembrou que a prefeitura era dona do terreno onde ficam os prédios, e que ele foi doado para a construção do empreendimento.

 

Dinheiro a mais

A maior parte dos moradores do Residencial Gothardo Firmino Netto vai pagar muito menos de prestação do imóvel do que pagava de aluguel. Devido aos subsídios do governo federal, cada um vai pagar entre R$ 25 e R$ 80 por mês. Algumas pessoas que estavam recebendo as chaves relataram estar pagando aluguéis de até R$ 580.

Pessoas que discursaram durante o evento recomendaram que esse dinheiro a mais fosse usado na melhoria da qualidade de vida. Ninguém sugeriu que as pessoas colocassem alguma coisinha por mês na poupança. Nem o pessoal da Caixa.

 

Água I

A vereadora América Tereza (PMDB) não conseguiu chegar a tempo á cerimônia de entrega das chaves no Santa Cruz. Ela estava reunida com o diretor de Interior da Cedae, Heleno Silva e com o diretor-executivo do Saae-VR, Paulo Cezar de Souza, o PC.

Na pauta: encontrar uma solução para o problema de abastecimento de água no Complexo da Califórnia.

 

Água II

A vereadora afirmou que há um projeto pronto para solucionar o caso, mas que ainda depende de uma reunião com o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

 

Novidades

Há no ar o cheiro de novidades nas articulações para a eleição do sucessor do prefeito Antônio Francisco Neto. A notícia deve vir dos lados do PMDB ainda esta semana.

 

Justo I

O vereador de Volta Redonda Fernando Martins (PSC) chamou o prefeito de Barra Mansa, Jonas Marins, para conversar, logo após a cerimônia de entrega das chaves no Santa Cruz. Ele disse que havia criticado o prefeito na tribuna e agora usaria o mesmo espaço para elogiá-lo.

 

Justo II

Fernando Martins havia reclamado de Jonas por causa de um jovem, morador de Barra Mansa, que sofreu um acidente em Além Paraíba (Minas Gerais) e estava em estado muito grave. A família queria transferir o rapaz para o Hospital São João Batista, em Volta Redonda.

 

Justo III

O vereador falou que a Prefeitura de Barra Mansa deveria assumir o caso e Jonas Marins tomou a providência. O jovem foi internado besta terça (22) na Santa Casa de Barra Mansa.

 

Errata

Por uma falha da editoria de Esportes, saiu errado o ano em que acontecem os Jogos Estudantis de Volta Redonda.

Foi divulgado erroneamente no suplemento especial feito pelo DIÁRIO DO VALE que o ano corrente da realização dos jogos é 2016, quando na verdade é 2015.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document