>
sábado, 2 de julho de 2022 - 08:37 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Audiência pública

Audiência pública

Matéria publicada em 10 de maio de 2022, 17:24 horas

 


O Instituto de Previdência Social do Município de Angra dos Reis (Angraprev) promove no dia 20 de maio (sexta-feira), uma audiência pública para prestação de contas de suas ações, projetos e resultados referentes ao ano de 2021.

***

A atividade será no plenário da Câmara Municipal (praça Nilo Peçanha, S/N, Centro), às 14h, com transmissão no Youtube, pelo canal da Prefeitura de Angra.

***

O encontro é voltado para aposentados, pensionistas e servidores públicos municipais em geral, mas todos os interessados em assuntos previdenciários podem participar.

 

Objetivo

O principal objetivo é dar transparência à gestão previdenciária dos servidores públicos municipais, tratando de assuntos como governança, investimentos e gestão atuarial. Na audiência pública deste ano, os representantes da autarquia municipal também irão apresentar dados do último censo previdenciário, finalizado recentemente.

 

Censo

– O resultado do censo foi muito importante para detectar e comprovar que o Angraprev está regular e tem uma equipe e um sistema de trabalho bastante comprometidos com a responsabilidade e a transparência da gestão – adianta a presidente do instituto, Luciane Rabha.

 

Requisito

A audiência pública anual para prestação de contas é um dos requisitos a serem cumpridos pelos institutos de previdência que possuem o selo nível 2 do Pró-Gestão, caso do Angraprev, que o obteve no ano passado, fazendo com que Angra, na ocasião, se tornasse um dos cinco municípios do Rio de Janeiro a obter a certificação, que será um dos resultados de 2021 apresentados na audiência do dia 20. O Pró-Gestão é um programa do governo federal que incentiva institutos previdenciários a buscarem excelência por meio de boas práticas de gestão.

 

Selo

– Já estamos em processo para receber o selo nível 3 do Pró-Gestão, o que aumenta ainda mais as exigências de trabalho para o Angraprev, mas entendemos que a certificação dá mais credibilidade ao nosso trabalho – explica a presidente. De acordo com ela, o resultado do processo para o nível 3 deve sair em setembro deste ano.

 

Benefícios

Uma boa certificação no Pró-Gestão proporciona benefícios internos e externos à organização. Externamente, ela pode obter maior credibilidade e aceitação perante outras organizações com as quais se relaciona e ampliar seus investimentos; internamente, ela ganha em conhecimento, organização e melhoria nos processos, evitando o retrabalho, reduzindo custos e alcançando maior eficiência e racionalização.

 

Presentes

Estarão presentes na audiência pública para o detalhamento das ações a presidente do Angraprev, os conselheiros do Conselho Fiscal e do Deliberativo, funcionários da autarquia, aposentados convidados e demais autoridades locais.

 

Em alerta

A cada mil imóveis vistoriados em Angra dos Reis, 10 possuíam focos do mosquito transmissor da dengue (o que equivale a 1%), de acordo com o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, na última semana de abril. O resultado coloca o município em estado e alerta.

 

Casos

De acordo com a secretaria, no período de 1º de janeiro a 5 de maio, 68 casos de dengue foram notificados, sendo 10 confirmados, em sua maioria no terceiro distrito. A região, em especial o bairro Monsuaba, chamou a atenção pelo número de criadouros. No bairro, o índice de infestação foi de 3,3% (a cada 1.000 imóveis, 33 estavam com larvas do mosquito), cenário que reflete as fortes chuvas ocorridas no início de abril.

 

Nas casas

– O resultado nos mostra que a maior parte dos focos está dentro das casas das pessoas, sendo a maioria o que chamamos de criadouros móveis, ou seja, são vasos de plantas e pingadeiras. É preciso que a população faça sua parte e evite a água parada. Nosso próximo levantamento será realizado em junho. Estamos em um momento importante de combate ao mosquito, que é o grande transmissor de uma doença que pode evoluir para casos muito graves, inclusive, levar à morte – explicou o coordenador de Vigilância em Saúde Ambiental, Romário Aquino.

 

Ações

A Secretaria Municipal de Saúde desenvolve diariamente uma série de ações visando a redução do índice de infestação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Ente elas estão: visita domiciliar realizada pelos agentes de endemias, bloqueio entomológico e instalação de armadilhas ovitrampas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document