segunda-feira, 30 de março de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Brigando por empregos

Brigando por empregos

Matéria publicada em 17 de março de 2020, 22:04 horas

 


A Prefeitura de Volta Redonda continua a negociar a implantação de empresas do setor metalmecânico na cidade.

***

São doze estabelecimentos, que devem gerar mais de quatro mil empregos.

***

O problema é que outros municípios da região oferecem políticas de isenção fiscal diferenciada e podem “roubar” empresas da cidade.

***

A informação é do secretário municipal de Governo de Volta Redonda, o ex-deputado estadual Nelson Gonçalves.

***

Ele voltou à Alerj esta semana para defender a inclusão do município no projeto de concessão de isenção fiscal do estado.

***

O objetivo é manter Volta Redonda competitiva na luta por novas empresas.

 

Na lata

A ex-secretária de Saúde nos governos Neto e Samuca, Márcia Cury, disse com todas as letras em uma rede social que não será candidata a prefeita, nem a vereadora. A declaração encerra boatos que vinham se avolumando.

 

Sessões reduzidas

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta terça-feira (17/03) novas medidas que buscam reduzir a circulação de pessoas e prevenir o coronavirus. A partir da próxima semana, a Alerj passará a realizar apenas uma sessão deliberativa por semana em plenário, às quartas-feiras, para votar propostas urgentes ou que tenham relação com a crise sanitária atual. Os parlamentares que não quiserem ou não puderem comparecer em razão da pandemia de coronavírus poderão participar das sessões de forma remota.

 

Antecipa

A Casa também decidiu antecipar a sessão ordinária de votação que estava marcada para a próxima quinta-feira (19/03) e vai acontecer nesta quarta-feira (18/03). Também nesta quarta serão incluídos em pauta projetos voltados para o combate ao coronavírus e seus efeitos na economia fluminense. A pauta de votação completa será divulgada pela manhã.

 

Suspensas

As medidas se somam às já anunciadas na última semana, quando foram suspensas reuniões e audiências públicas de comissões e restringido o acesso de visitantes às dependências da Casa, além das visitas guiadas ao Palácio Tiradentes. As medidas também incluíram a dispensa de servidores integrantes de grupos de risco para o Covid-19, como idosos e gestantes. Na área administrativa da Casa, o número de funcionários trabalhando presencialmente foi reduzido ao máximo, com os demais atuando em regime de home office.

 

Pelo telefone

Para garantir a segurança da população e dos servidores em relação ao contágio do novo coronavírus (Covid-19), como também cumprir as determinações dos decretos municipal e estadual e do protocolo do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Barra Mansa orienta a população para que solicitem os serviços da Secretaria de Fazenda, do Procon e da Guarda Municipal de forma online ou via telefone, sem sair de casa.

 

Atendimentos

Os atendimentos da Secretaria de Fazenda podem ser pedidos através do site barramansa.rj.gov.br, no banner “Fazenda Online”. Na plataforma são oferecidas as opções de certidão negativa de débitos municipais, atualização de guias vencidas ou a vencer, carnê de IPTU e boletim cadastral do imóvel. Assuntos relacionados a Alvará, Regin, Cadastro Mobiliário e Imobiliário, Fiscalização Tributária, ISS e Declan podem ser requeridos através de e-mails corporativos.

 

Presencial

Somente serão mantidos em atendimento presencial os parcelamentos de dívidas e taxas, pagamento de protesto e ITBI. O serviço funcionará das 08h30 às 12h, em sistema de rodízio para redução de equipe. O Programa de Defesa do Consumidor (Procon) informa que dúvidas e denúncias devem ser feitas pelo telefone (24) 2106-3420, de 8h às 12h, ou pela página do órgão no Facebook – Procon Barra Mansa (/proconbm). As audiências e os atendimentos presenciais estão suspensos temporariamente.

 

Acidentes

A Guarda Municipal também trabalhará no horário de 8h30 às 12h. Pedidos de Boletim de Registro de Acidentes (Brat) devem ser feitos no site da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, no endereço: ebrat.pmerj.rj.gov.br/brat.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    O samuca vai perder as fábricas que foi negociado com a CSN para Volta Redonda se tiver que dar isenção maior que os outros que seja, não podemos perde a geração de emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document