quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Concessão

Concessão

Matéria publicada em 4 de dezembro de 2019, 22:58 horas

 


O prefeito Samuca Silva recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira, dia 04, a equipe de parceiras da Caixa Econômica Federal para abordar a Concessão do Esgotamento Sanitário de Volta Redonda.

***

Também participaram da reunião representantes da Gerencia Nacional de Parcerias da Caixa, AGEVAP (Associação Pró-Gestão de Água da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul), do Governo Federal e da Agência Francesa de Desenvolvimento.

***

Essa é mais uma etapa do projeto que visa implementar o saneamento universalizando os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário nas áreas de maior concentração de pobreza.

 ***

Para participar da parceria a prefeitura de Volta Redonda entrou em um chamamento público e foi selecionada para tecer o projeto de Concessão do Esgotamento Sanitário.

***

O prefeito Samuca Silva destacou que o projeto vai incluir o SAAE (Serviço Autônomo de Água Esgoto).

 

Início

“É o primeiro encontro com a equipe e de um projeto inovador de saneamento básico. Dentro do projeto Volta Redonda se comprometeu, através do SAAE, de tratar cerca de 50% do esgoto da cidade, atualmente tratamos apenas 37%. Manifestamos o interesse em ter uma assessoria e realizar um estudo técnico para colocar esse projeto em prática, que vai mudar a forma ambiental que Volta Redonda trata seu esgoto”, explicou o prefeito.

 

Esclarecimento

Segundo Manoel Renato, diretor do Programa da Secretaria de Fomento e Apoio a Entes Subnacionais, a importância da iniciativa é que o encontro de hoje foi para esclarecer a concessão.

 

Investimento

“É um projeto que tem aporte internacional com a Agência Francesa de Desenvolvimento que prioriza não apenas trabalhos de saneamento básico, mas iluminação pública e mobilidade urbana. Nosso objetivo é dar apoio na concessão de parcerias. A Caixa Econômica é um dos braços operacionais e gerencia um fundo privado. A cidade foi selecionada e estamos aqui para esclarecer toda a parte que cabe a equipe neste projeto, colaborando com a implementação da concessão”, disse.

 

Assessoria

Esse programa de parcerias da Caixa Econômica Federal tem como objetivo a estruturação e assessoria técnica para tornar robusto o projeto de tratamento do esgotamento sanitário nos municípios. O coordenador de projetos da Gerencia Nacional de Parcerias da Caixa Econômica Federal, Recieri Scarduelli, apresentou o projeto de parcerias e da concessão do esgotamento sanitário para Volta Redonda e parabenizou a equipe do SAAE.

 

Início

“Essa é reunião é o primeiro contato e no início de 2020 vamos começar a estruturação com consultorias especializadas e realizar um projeto muito bom para Volta Redonda. A gestão já está totalmente alinhada com a ideia do programa. O conhecimento está no SAAE e gostaria de parabenizar a capacidade técnica da equipe, que montou uma remessa de documentos e informações”, falou.

 

Qualidade de vida

Segundo Nicolas Bourlon, chefe de missão da Governança das PPP no Brasil e representante do Departamento de Governança Econômica e Financeira, e da Agência Francesa de Desenvolvimento, a instituição financeira pública e solidaria se engaja principalmente em projetos que melhoram a vida da população.

 

Acordo de Paris

“Trabalhamos na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e nos resultados do Acordo de Paris. A AFD acompanha a transição para um mundo mais seguro, justo e sustentável. Em julho deste ano firmamos um acordo internacional para priorizar alguns projetos, assim cooperando com os programas como o de esgotamento sanitário”, contou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Resende tem o serviço privatizado, tanto água quanto esgoto. Trata 70% do seu esgoto, contra 40% de VR e 1% de Barra Mansa. A tarifa tem valor condizente com o praticado em outras cidades, sendo mais baixa que em várias delas… A privatização desses serviços é uma tendência nacional e é aplicada na maioria dos países desenvolvidos…

    • Avatar

      Privatização em países desenvolvidos é uma coisa e privatização no Brasil é outra coisa. Nos países desenvolvidos as empresa privatizadas ou não respeitam as leis, no Brasil não, e tbm lutam o que podem para continuar prestando um péssimo serviço.
      Essas empresas investem o que podem no candidato ao governo pq sabem que ficarão numa boa. Com a VSF vimos deputado, vereadores e CMVR lutando para defender a permanência da empresa sugando os usuários, seus próprios eleitores.

      Quer alguns exemplo: VSF, O.S.s, LIGHT, CEDAE, CSN, CCR, e por aí vai

  2. Avatar

    O Samuca quer porque quer privatizar o SAAE. Ele não descansa. Que esse mês de dezembro e o ano de 2020 passe voando.

  3. Avatar

    Nome pomposo para a privatização do serviço público que o SAAE presta à população.
    É só o que essa gente pensa privatizar o que dá lucro e deixar as bombas para o governo pagar com o dinheiro dos aumentos impostos.
    Em vez de terminar os projetos de saneamento que já existem, já que o custo seria pago pela população paulatinamente melhor entregar para alguns ganharem dinheiro.

Untitled Document