quinta-feira, 2 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Contra o coronavírus

Contra o coronavírus

Matéria publicada em 16 de março de 2020, 22:16 horas

 


A CDL de Volta Redonda informou em nota que vem orientando os comerciantes a seguirem as recomendações de higiene do Ministério da Saúde para o atendimento ao público e para proteção de seus funcionários e também as diretrizes do decreto estadual, visando evitar o contágio pelo coronavírus (COD-19).

***

Informa ainda que está suspendendo todos os eventos promovidos pela entidade ou terceiros em sua sede, bem como o aluguel de espaços, por tempo indeterminado.

***

Reforça que as lojas tomem medidas, ampliando a ventilação em seus ambientes e evitando o ar-condicionado, além de oferecer álcool em gel durante o atendimento; aumentando ainda mais a higienização de superfícies de contato como balcões, portas e maçanetas.

***

Como ainda estão sendo tomadas medidas pelos órgãos de saúde pública tanto federal quanto estadual, orienta também que os comerciantes e colaboradores se mantenham informados pela imprensa com notícias oficiais que estão sendo divulgadas a todo o momento.

 

Reunião

Nesta terça, o presidente Gilson de Castro vai participar de uma reunião que será promovida pela Prefeitura, à tarde, com outras entidades, para avaliar possíveis medidas e a unificação de uma campanha de incentivo à proteção contra o Coronavírus.

 

Alerta

A CDL-VR afirma ainda que desde o início das notícias sobre o vírus tem alertado seus associados sobre as medidas preventivas pelas redes sociais, site, revista e e-mail marketing com base nas normativas do Ministério da Saúde e também nas orientações da CNDL (Confederação Nacional das Câmaras de Dirigentes Lojistas) e FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas) do Rio de Janeiro.

 

Enfrentamento

A CDL entende ainda que esse enfrentamento contra a doença é primordial para garantir a saúde pública, mas que vem acompanhado também as medidas econômicas, uma vez que a redução na circulação de consumidores gera um grande impacto negativo nas empresas, com prejuízos que ainda não há como estimar. Disse também que para que as empresas enfrentem esse momento delicado é necessário ter um pacote de ajustes fiscais e de investimento do poder público para amenizar as perdas econômicas.

 

Em Resende

Com a prevenção à contaminação pelo coronavírus na ordem do dia, a Câmara Municipal de Resende tomou uma série de atitudes para se adequar às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dos governos estadual e federal.

 

Sessões

A partir desta segunda-feira (16/03), ao longo de 15 dias, as sessões legislativas serão realizadas apenas em caso de apreciação de projetos em regime de Urgência Especial e sem a presença de público.

 

Sem atendimento

Da mesma forma, o atendimento presencial ao público nos gabinetes dos vereadores e na área administrativa da Casa, bem como possíveis viagens, estão suspensos durante o período. Além disso, estão cancelados quaisquer eventos públicos nas dependências da Câmara pelos próximos 30 dias.

 

Decisão

As medidas foram definidas pelos vereadores de Resende nesta segunda-feira e seguem o Decreto nº13.055/2020 da Prefeitura, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados no município para a prevenção do coronavírus. O presidente da Câmara, vereador Peroba (Cidadania), conta que as decisões foram tomadas após conversa com o prefeito Diogo Balieiro (Democratas) e com o secretário municipal de Saúde, Tande Vieira. “Precisamos agir com rapidez nesse momento, reduzindo ao máximo a interação entre as pessoas. A Câmara Municipal de Resende vai continuar funcionando, mas de forma responsável”, destaca o parlamentar.

 

De sigla nova

O vereador Carlinhos Santana está de sigla nova: foi para o Pros, o que já era esperado desde que ele participou, no dia 8 de fevereiro, da filiação da ex-secretária municipal da pasta dos Idosos, Mulheres e Direitos Humanos (Smidh) de Volta Redonda, à legenda. Ele chegou a pedir o uso de seu tempo como líder do partido na sessão desta segunda (16), mas já havia esgotado o tempo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Vamos todos aos bares restaurantes shopping e lojas pois a ganância desses imundos da CDL não quer saber se o povo vai ou não morrer levando o dinheiro pro bolso deles e o povo brasileiro em contra partida e muito manso e passivo ao ponto de arriscar a vida para continuar enchendo os bolsos dos nossos políticos e empresários ganancioso

Untitled Document