sábado, 20 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Conversando sobre lei

Conversando sobre lei

Matéria publicada em 8 de novembro de 2017, 23:06 horas

 


FOTO

O Fórum Permanente das Entidades Empresariais de Volta Redonda recebeu, no final da tarde desta terça-feira, dia 07, o vereador Rodrigo Furtado, autor da Lei 5.335/2017.

***

A intenção do encontro foi discutir as consequências da nova imposição para os empresários da cidade.

***

O encontro aconteceu na sede da CDL VR (Câmara de Dirigentes Lojistas) e contou com a presença de representantes de todas as entidades que formam o Fórum, além do vereador Luciano Mineirinho, representante permanente da Câmara Municipal de Volta Redonda nos encontros.

***

A lei em questão tem como emenda a obrigatoriedade das empresas prestadoras de serviços no município a contratarem e manterem pelo menos 70% do seu quadro composto por trabalhadores domiciliados em Volta Redonda.

***

Para o presidente do Fórum, Evandro Queiroz Glória, a imposição atrapalha o desenvolvimento do setor privado e, como consequência, dificulta a geração de empregos.

 

Intervenção

“O que estamos debatendo aqui é a inteligência tributária. O momento econômico que estamos vivendo é extremamente complicado. Só quem gere uma empresa consegue compreender o peso que essa imposição tem”, explicou Evandro, acrescentando: “O que gostaríamos é que essa lei viesse como uma forma de incentivar o empresário a priorizar a mão de obra local e não puni-lo por suas escolhas de contratação. O setor privado deve ter autonomia em questões administrativas e operacionais. O Estado não tem que fazer esse tipo de intervenção pois não é sua competência”.

 

Objetivo

O vereador Rodrigo Furtado explicou, em sua fala, que a lei tem como objetivo ajudar a solucionar o problema do desemprego e a utilizar a grande oferta de mão de obra já existente na cidade. “É claro que a mão de obra especializada não entra na porcentagem determinada pela lei. Mas é importante que se dê prioridade para os trabalhadores voltarredondenses, para que o dinheiro gerado aqui fique na cidade, criando ainda mais empregos indiretos”, defendeu o legislador, que se comprometeu a estudar todas as propostas citadas na reunião.

 

Sinepe

Entre outros assuntos, o encontro também serviu para acolher a mais nova entidade a se unir ao Fórum: o Sinepe-Sul (Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino da Região Sul Fluminense). “Nós damos as boas vindas ao Sinepe, que vem para fortalecer o movimento democrático entre as entidades empresariais de Volta Redonda. A situação das escolas particulares é de extrema importância, principalmente neste momento de crise. Nós estamos aqui discutindo mão de obra, e agora é hora de dar a devida atenção aos estabelecimentos onde essa mão de obra é formada – explicou Evandro.

 

Consciência

Para Luiz Nunes, conselheiro suplente do Sinepe, é essencial despertar na população a consciência para a importância das escolas particulares no desenvolvimento regional. “Queremos fazer parte do desenvolvimento da região Médio Paraíba, defendendo a transparência e congregando todas as instituições de ensino. Por isso, ficamos felizes em nos unir ao Fórum. Assim, fortalecemos a frente em defesa das escolas, que são, sobretudo, a mola propulsora para o crescimento de qualquer economia”, disse Luiz.

 

Integrantes

O Fórum Permanente das Entidades Empresariais de Volta Redonda é formado pelo Metalsul, Sinduscon-SF, Aciap-VR, Aescon-VR, Sicomércio-VR, CDL-VR, Sipacon, Instituto de Estudos Tributários e, agora, o Sinepe-Sul.

 

Abono sugerido

Aprovada pela totalidade dos parlamentares no Plenário da Câmara Municipal de Resende, a indicação nº 782/2017, de autoria do vereador Edson Peroba (PPS), solicita que o Executivo Municipal faça estudos de viabilidade no sentido de conceder abono natalino aos servidores da Prefeitura de Resende. Para o parlamentar, a medida seria essencial, uma vez que o funcionalismo não teve aumento de salário há muitos anos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document