De olho na TV - Diário do Vale
quinta-feira, 23 de setembro de 2021 - 08:31 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / De olho na TV

De olho na TV

Matéria publicada em 27 de junho de 2018, 21:05 horas

 


Cerca de três horas antes da partida entre Brasil e Sérvia, um “fenômeno” começou a ocorrer em Volta Redonda.
***
Ônibus começaram a “sumir” das ruas.
***
Agências bancárias ficaram vazias e os empregados dos bancos esperavam ansiosos a hora de irem para casa.
***
Restaurantes que normalmente ficam cheios na hora do almoço ficaram às moscas.
***
Era o “fator canarinho”, ou “fenômeno seleção”.
***
Todo mundo correndo para casa ou outro lugar onde pudesse ficar de olho na TV.
***
Segunda-feira tem mais.
***
Desta vez, contra o México.

 

e-Título
A pouco mais de três meses para o primeiro turno das eleições no país, que será no dia 07 de outubro, muitas pessoas têm dúvidas sobre o aplicativo e-título, lançado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em dezembro do ano passado. A iniciativa que será adotada em todo o país, permitirá aos eleitores acessarem uma via digital do título eleitoral por meio do seu smartphone ou tablet.

Vantagem
Todos os cidadãos podem utilizar o aplicativo, desde que não haja nenhuma pendência com a Justiça Eleitoral. Segundo o advogado Luis Roberto Alcoforado, da Alcoforado Advogados Associados, a principal função e vantagem do aplicativo é a dispensabilidade de portar o título de eleitor (documento físico) ao exercer o papel principal como cidadão do Estado Democrático de Direito.

Dia da eleição
No caso da utilização da tecnologia por quem já fez a biometria, o advogado esclarece que, para quem já fez o cadastro biométrico, basta se cadastrar no aplicativo e estar portando o smartphone no dia do pleito. “Já para quem não fez, é necessário que, no dia da eleição, esteja portando um documento oficial com foto”, explica.

Outras funções
O e-título também permite ao cidadão acessar outras funções relevantes como: o local de votação, além do sistema operacional oferecer a opção ao usuário de como chegar até o seu domicílio eleitoral da melhor forma; dados de cadastro biométrico; certidão de quitação eleitoral e certidão criminal.

Falhas
O especialista faz ressalvas sobre o uso desse tipo de iniciativa. “O aplicativo responde de forma vagarosa. Diversas vezes, não é possível acessá-lo. Portanto, acredito que na hora da votação, se as falhas não forem reparadas, enfrentaremos, possivelmente, grandes filas, devido à falta de capacidade da rede do aplicativo gerenciar diversos aparelhos móveis simultaneamente”, conclui o advogado Luis Roberto Alcoforado.

Cursos
A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) está com inscrições abertas para cursos profissionalizantes em 74 escolas da rede em todo o Estado do Rio de Janeiro. São mais duas mil vagas disponíveis das 9.599 já ofertadas. Interessados devem se cadastrar na página pronatec.mec.gov.br/inscricao.

Pronatec
A capacitação faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) na modalidade de Formação Inicial e Continuada (FIC). Os cursos profissionalizantes visam habilitar, aperfeiçoar e atualizar o aluno que está em busca do primeiro emprego ou que pretende reingressar nos postos de trabalho.

Ampliados
“No primeiro momento, as oportunidades foram voltadas aos beneficiários de programas federais de transferência de renda, como o Bolsa Família, ou inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais. Agora, as vagas estão abertas para qualquer pessoa interessada”, explicou o presidente da Faetec, Miguel Badenes.

Gratuito
Todos os cursos são gratuitos. São 34 opções de formação profissional, com carga horária que varia entre 160 e 200 horas, e que correspondem a 10 e 20 semanas de duração. Por meio do Pronatec, os estudantes receberão material didático e ajuda de custo nos dias de aula para as despesas de transporte e alimentação.

Inscrição
Podem se inscrever cidadãos com idades que variam de 15 a 18 anos, de acordo com a exigência de cada curso. A escolaridade também difere, a depender da espécie da qualificação escolhida.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document