segunda-feira, 17 de janeiro de 2022 - 07:08 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Dia da padroeira

Dia da padroeira

Matéria publicada em 7 de dezembro de 2016, 22:17 horas

 


O prefeito de Resende, José Rechuan (PP), decretou que as repartições públicas municipais não vão funcionar nesta quinta e sexta-feira, dias 08 e 09.

***

O ponto facultativo determinado para essas datas ocorre devido ao dia consagrado à padroeira de Resende, Nossa Senhora da Conceição (08 de dezembro).

***

No entanto, o mesmo decreto estabelece que, no caso dos serviços considerados essenciais, haverá servidores de prontidão durante 24 horas por dia para atender as chamadas de emergência.

***

A prefeitura também informou o esquema de funcionamento destes setores durante essa parada prolongada, incluindo sábado e domingo, dias 10 e 11 de dezembro.

Plantões
Onze médicos, sendo três clínicos gerais, dois ortopedistas, dois cirurgiões, dois pediatras, um intensivista e um anestesiologista, formarão a equipe de plantão no Hospital de Emergência, em cada turno de 24 horas. A direção da unidade informou ainda que outros médicos ficarão de sobreaviso, nas especialidades de oftalmologia, otorrinolaringologia, cirurgia vascular e neurologia, entre outras.

UPA
Por sua vez, na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Grande Alegria, em cada turno de 12 horas, haverá três clínicos gerais e dois pediatras de prontidão (período diurno). À noite, o quadro de plantonistas vai ser formado por dois clínicos gerais e um pediatra. E o pronto socorro da Santa Casa, que foi reaberto recentemente pela prefeitura, terá um clínico geral de plantão a cada plantão, assim como o pronto atendimento do Paraíso, cuja inauguração ocorreu em dezembro de 2011.

Trânsito
Os trechos mais movimentados do sistema viário do Município vão ter a vigilância da Guarda Municipal sendo realizada normalmente. Duas equipes da corporação, formadas por sete agentes cada uma, atuarão no trânsito, em dois turnos, uma de 7 às 13 horas e a outra de 13 às 19 horas. Os guardas contarão ainda com o apoio de uma viatura e duas motocicletas, segundo o monitor operacional de trânsito, Rokly Lany Alves de Carvalho. Ele explica também que haverá guardas de prontidão nas repartições públicas municipais.

Defesa Civil
Independente do ponto facultativo pelo dia da padroeira de Resende (Nossa Senhora da Conceição), a Defesa Civil do Município está trabalhando em regime especial de prontidão desde o começo de outubro. Esse esquema de prontidão vai até março de 2017. Isso porque, entre outubro e março, as chuvas fortes costumam ocorrer com mais intensidade.

Chuvas
O coordenador da Defesa Civil do Município informa que há previsão de chuvas para os próximos dias: “A informação é que pode chover cem milímetros por dia, na sexta, no sábado e domingo. Se realmente houver essa quantidade de chuva em cada um dos três dias, possivelmente não teremos problemas. Agora, se o volume de água previsto para os três dias, ou seja, 300 milímetros, ocorrer num só dia, a possibilidade de transtornos maiores existe” disse o coordenador da Defesa Civil, Atanagildo Oliveira Alves, lembrando que as chamadas de emergência deverão ser realizadas através do número 199 (ligação gratuita e que funciona 24 horas).

Limpeza Urbana
Segundo a Secretaria de Serviços Públicos do Município, os trabalhos de capina, roçada, pintura de meio-fio e retirada de entulho não param durante os feriados prolongados das repartições municipais. Há casos de equipes de limpeza urbana que atuam inclusive aos sábados. O recolhimento de lixo domiciliar também vai funcionar de acordo com o cronograma normal.

Minha Casa, Minha Vida
O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em sua última reunião do ano, realizada nesta terça-feira (06), no Ministério do Trabalho, aprovou duas medidas fundamentais para o aquecimento do mercado imobiliário e ajustes no setor.

Transição
A primeira definirá a fase de transição das operações de produção de unidades habitacionais, contratadas na fase 2 do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) até 30 de março de 2016 e que tinham a permissão de comercializar as unidades produzidas nas condições da contratação até 31 de dezembro de 2016.

Benefício
Segundo a titular da pasta, trata-se de algo significativo para o setor da construção civil, que terá tranquilidade de executar o planejamento feito, desde a contratação do empreendimento, até a fase final. Com a regra anterior, esse prazo terminava em 30 de dezembro de 2016 e fazia com que a comercialização das unidades mudasse o patamar de renda do comprador.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document