segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Dornelles exonera Neto

Dornelles exonera Neto

Matéria publicada em 5 de dezembro de 2018, 21:30 horas

 


O governador em exercício do Estado do Rio, Francisco Dornelles, incluiu o ex-prefeito de Volta Redonda Antônio Francisco Neto em um “pacote” de exonerações.
***
De acordo com o site de notícias G1, as demissões são de pessoas que não integram a base de apoio ao governador eleito Wilson Witzel.
***
Neto ocupava uma assessoria na secretaria estadual de Fazenda desde janeiro do ano passado.
***
O Ministério Público tinha conseguido uma decisão liminar determinando o afastamento do ex-prefeito.

 

Impeachment I
A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) publicará no Diário oficial desta quinta-feira (06/12) um ato estabelecendo prazo de 48h para que os partidos indiquem integrantes para a Comissão Especial que julgará a admissibilidade do pedido de impeachment contra o governador Luiz Fernando Pezão e o vice, Francisco Dornelles. O pedido é de autoria do PSol. O rito seguirá o disposto na Lei Federal 1079/1950, que trata dos processos de impedimento.

Impeachment II
A comissão, que terá integrantes de todos os partidos que têm representação na Alerj, deverá ser instalada na próxima semana. O grupo será responsável por definir os prazos para defesa do governador e seu vice. Terminado o prazo, um relatório será votado no plenário da Casa, que decidirá pelo afastamento ou não dos chefes do Executivo estadual.

Impeachment II
Caso a Alerj aprove o afastamento, o julgamento definitivo ficará a cargo de um Tribunal Misto de Julgamento, formado por cinco deputados a serem eleitos para o grupo e cinco desembargadores a serem sorteados. Esse Tribunal seria presidido pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, que teria direito a voto em caso de empate. O julgamento decidiria tanto sobre a perda de mandato quanto pela perda de direitos políticos dos envolvidos por cinco anos.

Carros novos
A secretaria de Saúde de Volta Redonda começa o mês de dezembro com novos veículos para atender à população. Os 14 carros de passeio vão atender os pacientes que precisam de tratamento fora do município e ainda equipes da Atenção Básica, que precisam de condução para atendimento domiciliar.

Necessidade
De acordo com o secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, cerca de 15 mil pacientes precisam do transporte disponibilizado pela prefeitura para fazer o tratamento em outro município. “Por isso, destinamos dez veículos para o setor de TFD (Tratamento Fora do Domicílio) e quatro para o Programa de Saúde da Família, da Atenção Básica”, explicou Alfredo.

Conquista
O prefeito do município, Samuca Silva, afirma que esses veículos são mais uma conquista para saúde da nova gestão municipal. A chegada dos 14 carros zero quilômetro ajudam a recompor a frota municipal para melhor atender a população.

Esforço
“Estamos fazendo o possível para oferecer atendimento de excelência na saúde de Volta Redonda. E para investir neste e outros serviços no município, trabalhamos para atrair novas empresas e aumentar a arrecadação. Não podemos depender apenas da ajuda do estado e governo federal”, afirmou.

Sancionada
Foi sancionada pelo governador em exercício Francisco Dornelles e publicada no Diário Oficial do Poder Executivo desta quarta-feira (05/12) a lei que altera as penalidades previstas para os supermercados que não divulgarem com destaque a data de validade dos produtos em promoção.

Valores
A medida é de autoria da deputada Cidinha Campos (PDT).O texto adapta as sanções ao que prevê o Código de Defesa do Consumidor (CDC), com a punição variando de acordo com a capacidade econômica do infrator, a gravidade da infração e a vantagem recebida. Na norma em vigor, a multa é de 100 a 1.000 UFIR, o equivalente a valores entre R$ 329 e R$ 3.290.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Foi exonerado porque existia ordem judicial para isso. E foi determinada a exoneração porque está inelegível (contas rejeitas).

  2. Neto é um sanguessuga, se bobear ele se candidata a prefeito em 2020 e tem bobo que vota nele, cara ficou 16 anos não gerou 1 emprego para os jovens, só deu viagem para idosos pr causa de votos, colocou planta nos postes das vila, e pintou praça, tirando isso pouca coisa fez

  3. Morador de Barra mansa

    Agora que acabou o mandato.
    Que faculdade ele cursou?

  4. Observador Político

    O ex-prefeito por 16 anos de Volta Redonda, assim como muitos políticos, sempre dá um jeito de estar colado em quem está no poder. Já foi Garotinho, Cabral/Pezão, Lula/Dilma e é do MDB do Temer, Moreira Franco, Eliseu Padilha, Eduardo Cunha, Picciani e Albertassi. Não será nenhuma surpresa se pular para um outro partido qualquer que apoie Witzel e Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document