segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Educação ambiental

Educação ambiental

Matéria publicada em 27 de setembro de 2019, 19:05 horas

 


    

Com o objetivo de sensibilizar o âmbito escolar e a comunidade através de atividades de educação ambiental, o Comitê Médio Paraíba do Sul irá selecionar projetos a serem iniciados em instituições de ensino localizadas em sua área de atuação, a Região Hidrográfica III.

            *

Os projetos devem focar os recursos hídricos e a Semana da Água 2020. As atividades das propostas serão executadas durante a Semana da Água (22/03/2020).

            *

O Comitê irá financiar a elaboração do projeto com uma bolsa auxílio. O valor máximo concedido a cada proposta será proporcional a quantidade de alunos abrangidos.

 

Premiações

Serão premiados os três primeiros proponentes e as escolas beneficiadas pelo projeto.

O professor ou funcionário receberá um kit contendo coletânea de livros ligados a gestão de recursos hídricos e os objetivos do desenvolvimento sustentável.

A instituição de ensino receberá um Jogo Educativo ligado a gestão de recursos hídricos e os objetivos do desenvolvimento sustentável.

Vagas

Até segunda-feira (30.09), às 18h, jovens do estado do Rio poderão se candidatar ao edital com 1.360 vagas gratuitas para o Ensino Médio da Escola Firjan SESI articulado com o Curso Técnico da Firjan SENAI, nos turnos da manhã e tarde.

Os interessados devem estar cursando o 9º ano do Ensino Fundamental ou tê-lo concluído. As oportunidades são para jovens com renda familiar per capita bruta de até 1,5 salários mínimos.

 

Público alvo

O público alvo preferencial serão os dependentes de industriários e complementarmente a comunidade.

Os alunos do 9º ano da Escola Firjan SESI, que atenderem ao perfil de renda, também poderão participar e terão precedência na classificação.

 

Região

Para o interior, serão destinadas oportunidades entre as unidades de Barra Mansa (80 vagas), Resende (160 vagas) e Volta Redonda (80 vagas).

 

Processo eleitoral

Para combater os efeitos negativos provocados pela desinformação no processo eleitoral brasileiro, está no ar, desde agosto, a página “Desinformação”, disponibilizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet.

O espaço foi criado pelo Núcleo de Campanhas, Redes e Gestão Web da Assessoria de Comunicação (Ascom) do Tribunal. Nele, é possível encontrar esclarecimentos sobre informações falsas divulgadas durante as Eleições Gerais de 2018 envolvendo a Justiça Eleitoral, a urna eletrônica e o voto.

 

Informações

O internauta também tem acesso a uma série de vídeos explicativos produzidos pelo Núcleo de Rádio e TV da Ascom.

A página Desinformação traz ainda o livro eletrônico Seminário Internacional Fake News e Eleições, com os principais resultados alcançados e as sugestões apresentadas por especialistas nacionais e estrangeiros durante o evento realizado pelo TSE no último mês de maio, com apoio da União Europeia.

E quem quiser testar seus conhecimentos sobre desinformação pode, também, responder a um Quiz – jogo de perguntas – abrangendo verdades e mentiras acerca das eleições brasileiras.

 

Ação institucional

A página Desinformação faz parte do Programa de Enfrentamento à Desinformação com Foco nas Eleições 2020, lançado pelo TSE no último dia 30. A iniciativa foi apresentada pela presidente da Corte, ministra Rosa Weber.

Na ocasião, 34 instituições – entre partidos políticos e entidades públicas e privadas – assinaram o termo de adesão ao programa, que tem por finalidade enfrentar os efeitos negativos provocados pela desinformação à imagem e à credibilidade da Justiça Eleitoral, à realização das eleições e aos atores envolvidos no pleito.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document