domingo, 8 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Entregando ambulâncias

Entregando ambulâncias

Matéria publicada em 13 de novembro de 2019, 22:15 horas

 


O governador Wilson Witzel vai entregar 72 ambulâncias a 47 municípios fluminenses, nesta quinta-feira.

***

Ele apresentar um balanço das principais ações e dos resultados da política de saúde pública do Estado do Rio nesses primeiros dez meses de sua gestão.

***

O governador vai comandar o Virando o jogo na Saúde, evento com a participação do secretário de Saúde, Edmar Santos, às 12h, no Palácio Guanabara.

*** 

Em janeiro, o governador encontrou um cenário de grave crise financeira no Estado, com problemas em todas as áreas e também na Saúde.

***

Apesar disso, nos últimos dez meses a Secretaria de Estado de Saúde fez importantes investimentos para apoiar a saúde dos municípios e melhorar o atendimento nas unidades da rede estadual.

 

Repasses

Foram repassados, até agora, R$ 450 milhões aos 92 municípios fluminenses para fortalecer políticas de atenção básica pelo programa de cofinanciamento da Secretaria de Saúde. A meta é chegar ao fim do ano com o repasse de R$ 500 milhões. Os investimentos são destinados para seis áreas de atuação: Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), hospitais, atenção primária de saúde, medicamentos e exames, e cirurgias de catarata.

 

Climatização

Além disso, a secretaria está fazendo um programa de climatização em todas as unidades, e vem repassando R$ 5 milhões por mês para melhoria da infraestrutura do Hospital da Posse, em Nova Iguaçu. Toda a ala de enfermaria, com 40 salas, está sendo reformada. Ao todo, o governo do estado já repassou R$ 50,6 milhões à Prefeitura de Nova Iguaçu para manutenção do Hospital Geral e da Maternidade. Há avanços importantes também no Programa Estadual de Transplantes (PET), que bateu o recorde de captação de órgãos em um único mês.

 

Compra

As 72 ambulâncias que serão entregues a 47 municípios foram compradas por R$ 12,4 milhões, com recursos do estado. Cada veículo – equipado com maca retrátil, cilindros de oxigênio e ar comprimido, imobilizadores, pranchas de resgate, entre outros itens – custou R$ 172,2 mil. Só foram contemplados municípios que têm o serviço habilitado e qualificado pelo Ministério da Saúde. Os furgões da Mercedes-Benz foram adaptados para ambulância de suporte básico ou avançado de vida.

 

Indicação

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Jardim Esperança pode ser beneficiado com uma série de obras. A Câmara Municipal de Resende aprovou a indicação nº 657/2019, de autoria do vereador Tivo (PP), que reivindica à Prefeitura a reforma geral do CRAS do bairro, situado na Região das Barras.

 

Pedidos

Entre as melhorias solicitadas pelo parlamentar estão a pintura, a troca do piso, adaptações necessárias para garantir acessibilidade, renovação dos banheiros, troca do forro e conserto do telhado. As obras, segundo Tivo, vão dar mais conforto e segurança aos funcionários e aos frequentadores da unidade .

 

Desgaste

“A estrutura do CRAS do Jardim Esperança foi muito desgastada pela ação do tempo e precisa passar por melhorias com urgência para melhor receber a população e abrigar os profissionais que lá trabalham“, comenta o vereador.

 

Função

O CRAS permite que a população em situação de vulnerabilidade social tenha acesso a benefícios, programas, políticas públicas e direitos previstos na Constituição Federal. A partir dele, as famílias podem se registrar no Cadastro Único para Programas do Governo Federal e, assim, participar de programas como o Bolsa Família. As unidades oferecem, ainda, o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) – iniciativa que engloba ações como visitas domiciliares, orientação e encaminhamento a outros serviços do governo federal, como os de saúde e educação.

 

Tomógrafos

A Prefeitura de Angra, em parceria com o governo do estado, trouxe para a cidade um tomógrafo móvel para atender à demanda e zerar a fila de espera por um exame. Até quinta-feira (14) o atendimento para a população será em uma área anexa ao CEM Parque Mambucaba, das 8h às 17h. Na sexta-feira (15) o aparelho irá para o Cais de Santa Luzia, no centro da cidade, onde ficará até 29 de novembro. Não haverá atendimento nos finais de semana e nem feriado.

 

Atendimento total

Tanto no Parque Mambucaba quanto no Cais de Santa Luzia, todas as pessoas que tiverem pedido médico de tomografia serão atendidas. Não é necessário encaminhamento de especialista. Os usuários devem levar, além da referência original, documento de identificação com foto, cartão do SUS e comprovante de endereço.

 

Exames

Estão sendo realizadas angiotomografias de aorta abdominal para baixo e tomografias com e sem contraste, exceto: mamas, coração e exames com sedação. Menores de 12 anos não serão atendidos.

A unidade tem capacidade de realizar 40 exames por dia. Nos dois primeiros dias de atendimento no Parque Mambucaba 56 pessoas foram atendidas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Se por algum milagre algumas dessas ambulâncias forem destinadas para a cidade de Volta Redonda, tomem o devido cuidado para não cair nas mãos do Baita azar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document