quinta-feira, 15 de abril de 2021 - 19:26 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Firjan alerta para necessidade de manter processo produtivo

Firjan alerta para necessidade de manter processo produtivo

Matéria publicada em 22 de março de 2021, 20:14 horas

 


A Firjan afirmou, em nota, que “os governos devem estar atentos para não provocarem a disrupção das cadeias produtivas, mal que potencializará os efeitos negativos da pandemia, ao invés de mitigá-los”.

***

A entidade lembrou, na mesma nota, que “há um horizonte palpável de aceleração da vacinação nos próximos 120 dias.”

***

A Federação das Indústrias destacou que há um consenso “entre os diversos atores do campo político, econômico e social do país quanto à necessidade e urgência de vacinação da população brasileira”.

Confiança

A nota afirma que a Diretoria da Firjan, “a par da irrecuperável perda de vidas que estamos sofrendo, tem plena confiança que o Brasil, com solidariedade e atenção aos protocolos e medidas preventivas de bom senso, em breve vai superar essa catástrofe humanitária, de saúde, econômica e social”.

Mobilização I

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro afirma que, desde o início da pandemia, se mobilizou em duas grandes frentes. No âmbito da responsabilidade social e solidariedade, nos engajamos fortemente na estruturação e participação em redes de coleta e distribuição de cestas básicas, produtos de higiene e limpeza, em especial de álcool gel; bem como na prototipagem, produção e distribuição de máscaras, face shields, luvas, aventais e demais produtos de proteção aos profissionais de saúde e da população em geral (mais de 4 milhões de itens no total); e ainda numa rede técnica para conserto de respiradores hospitalares.

Mobilização II

Em outra frente, a entidade elaborou o Programa Resiliência Produtiva Firjan, através do qual ofereceu aos governos federal, estadual e municipais, inúmeras sugestões de políticas nos campos trabalhista, tributário e creditício, para preservar empregos e apoiar a sustentabilidade das indústrias, das quais mais de 80% foram efetivamente implementadas, atenuando os efeitos econômicos e sociais da pandemia. A Firjan criou, também, o primeiro guia para funcionamento seguro das indústrias no país, bem como fomos a primeira entidade empresarial a realizar testes de Covid para os trabalhadores da indústria, com mais de 42 mil testes já realizados.

Demonstração

“Em um ponto fundamental no diálogo com as autoridades públicas, conseguimos demonstrar a essencialidade do funcionamento das indústrias, dentro de critérios estritos de segurança e higiene, posto que um eventual desabastecimento de produtos alimentares, remédios, equipamentos médicos e de proteção, produtos químicos, entre outros, seria derradeira questão de segurança nacional”, afirma a nota.

Esforços

“Considerando-se o atual agravamento do quadro pandêmico, com atingimento de limites críticos de atendimento das redes hospitalares públicas e privadas na maior parte do país, a Firjan compreende, apoia e é solidária aos governos federal, estadual e municipais, nos esforços e medidas mitigadoras da situação de emergência nacional. Neste contexto encontram-se o novo auxílio emergencial à população mais vulnerável, a continuidade das ações de apoio creditício às empresas de pequeno porte, bem como as restrições temporárias relacionadas a ambientes de aglomeração de lazer”, segue a Firjan.

Solidariedade

A federação reitera sua profunda solidariedade com todas as famílias dos quase 300 mil brasileiros vítimas da Covid-19. Solidariza-se também com os milhões de empresários e trabalhadores que sofreram as consequências catastróficas dessa doença sobre a estrutura produtiva, que ceifou empresas, postos de trabalho, renda e fontes de sustento de enorme parcela da população brasileira.

Padre morre em VR

Em nota à Imprensa, a Diocese de Barra do Piraí –Volta Redonda confirmou a morte do padre Olímpio Rúben Rojas Velazco. Segundo a nota, nos últimos meses, ele residia na cidade de Volta Redonda e passava por tratamentos especializados.

O corpo foi encontrado nas dependências da casa onde o padre morava e a Igreja aguarda os resultados periciais quanto à causa de sua morte.

“Como seguidores de Jesus –Caminho, Verdade e Vida –cremos na vida eterna e na superioridade do amor de Deus, à quem recomendamos esse nosso irmão, confiando-lhe também às preces de todos os nossos diocesanos”, conclui a nota.

Empresário morre aos 83

Morreu aos 83 anos José Assumpção Silva, um dos empresários pioneiros de Volta Redonda. Ele nasceu em Coronel Xavier Chaves um distrito de São João Del Rei, e veio para Volta Redonda na década de 60. Fundou as empresas Irmasil, Bema, Cifra e Telecimento. Deixa a viúva Irani Gomes De Oliveira Silva, companheira de mais de seis décadas, dois filhos e cinco netos. O velório foi nesta segunda-feira, 22, às 11h30 e o sepultamento ocorreu às 13h30 , no Portal da Saudade.

Fumaça I

A Câmara de Resende aprovou três indicações apresentadas pela vereadora Soraia Balieiro (PSD), solicitando atenção por parte do Executivo para melhorias no distrito da Vila da Fumaça. Foram aprovados: melhoria na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE); manutenção e asfaltamento da estrada que liga do distrito a Vargem Grande; e ainda gestão para implantação de posto fixo para Guarda Civil Municipal e Polícia Militar.

Justifica

– Me criei na Zona Rural de Resende e conheço de perto os problemas. No Legislativo, venho trabalhando para melhorar as condições de vida de quem vive nos distritos. E, na Vila da Fumaça, tenho buscado apresentar pedidos que são feitos pelos moradores – comenta Soraia.

ETE

De acordo com a vereadora, os moradores da Vila da Fumaça reclamam do mau cheiro que vem exalando a ETE, principalmente nos períodos de forte calor. “Os moradores ainda relatam um aumento da presença de mosquitos no distrito por conta deste problema. Além disso, é necessário que se faça a ligação de esgoto nas residências, que ainda não possuem, até à ETE”, explica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    A Firjan está certa! A própria OMS se manifestou dizendo que o lockdown deve ser evitado, pois traz perdas economicas imensas e desemprego!!!

  2. Avatar

    Parabéns à Firjan! É com pé no chão que superamos as crises.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document