>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 01:47 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Metalúrgicos decidem no dia 20 se fazem greve

Metalúrgicos decidem no dia 20 se fazem greve

Matéria publicada em 19 de agosto de 2015, 08:52 horas

 


O Sindicato dos Metalúrgicos convocou para esta quinta (20) uma assembleia geral em que a categoria vai decidir, em votação secreta, se declara o estado de greve.

*

As urnas serão colocadas na Praça Juarez Antunes, das seis às dezoito horas. As opções serão greve ou manter a negociação.

*

A diretoria do sindicato afirma que está recorrendo à greve porque a empresa se recusa a apresentar proposta de reajuste salarial após quase quatro meses da entrega da pauta de reivindicações.

*

Na quinta-feira, se completam duas semanas desde que, em assembleia realizada na mesma Praça Juarez Antunes, a direção do sindicato se comprometeu a dar um prazo para a empresa apresentar uma proposta para negociação.

*

Nesse período, segundo o sindicato, a empresa não apresentou nenhuma novidade.

 

Prejuízo

Na semana passada, a CSN reportou um prejuízo de R$ 615 milhões no segundo trimestre deste ano, mas o sindicato afirma que isso não é motivo para a empresa se recusar a negociar. Segundo o sindicato, os lucros bilionários registrados em anos anteriores não foram divididos com os trabalhadores e agora a categoria se recusa a arcar com parte do prejuízo da siderúrgica.

 

Saúde em pauta I

A Secretaria de Saúde de Angra dos Reis realizou na manhã de segunda-feira (17) um encontro com vereadores para discutir e apresentar os projetos e realizações da gestão da pasta. Foram debatidos importantes temas, como a mudança de local do Hemonúcleo e a prorrogação do contrato com a Eletronuclear, que proporcionou a extensão dos atendimentos de emergência do SUS no Hospital de Praia Brava. O secretário de saúde, Rodrigo Oliveira, destacou a importância de estreitar cada vez mais as relações com o legislativo.

 

Mais dinheiro I

Saúde e Segurança pública devem receber novos aportes orçamentários a partir do ano que vem. Cada uma das áreas contará com mais R$ 100 milhões anuais até 2018. A transferência de recursos se dará por meio de emendas parlamentares.

 

Mais dinheiro II

O mecanismo foi decido durante encontro suprapartidário, realizado nesta segunda-feira (17), no Palácio Guanabara. Trinta e sete parlamentares, entre eles o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), debateram com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e com o vice-governador Francisco Dornelles (PP) alternativas para promover avanços em ambos os segmentos diante do cenário econômico brasileiro.

 

Mais dinheiro III

Se acordo com o governador, o encontro foi proveitoso: “Este é o momento de somarmos recursos para saúde e segurança, e de solicitarmos mudanças de leis que nos auxiliem no combate à criminalidade. Quero agradecer a prontidão e a pró-atividade que a bancada do Rio está tendo conosco, neste momento difícil pelo qual passam todos os estados”, afirmou Pezão.

 

Mais dinheiro IV

Os secretários Felipe Peixoto (Saúde) e José Mariano Beltrame (Segurança) deverão ir a Brasília, já na próxima semana, para detalhar projetos aos deputados e senadores da bancada do Rio. O governador, os 36 deputados e o senador conversaram ainda sobre a possibilidade de transferência do valor de parte das emendas individuais de caráter impositivo, que chegam a R$ 16 milhões (por parlamentar), para atender às demandas estaduais.

 

Menos benefícios

A pauta também incluiu pleitos como a redução de benefícios judiciais a presos que praticaram crimes hediondos; o agravamento da pena para o porte de armas de guerra; além da criação de uma cota constitucional ou um fundo para investimentos na área.

 

Reunião

Ainda esta semana, o deputado federal Hugo Leal, coordenador da bancada do Rio, se reunirá com outros congressistas para discutir o repasse do valor de emendas individuais, que são de aplicação obrigatória. A expectativa é que, somente em emendas parlamentares na área da saúde e emendas impositivas, o montante chegue a R$ 350 milhões.

 

É cesta!

A iniciativa do recomeço do basquetebol da cidade e a boa campanha do Angra/Ceim no Cariocão 2015 serão lembradas pela Câmara Municipal de Angra dos Reis no dia 3 de setembro, com a sessão solene pelo Dia do Mérito Esportivo, com o time angrense sendo homenageado pela casa legislativa, por indicação do vereador Jorge Eduardo Mascote.

 

Medalha

A Medalha do Mérito Esportivo Ayrton José Coelho de Britto é conferida as entidades ou pessoas com atuação na área esportiva, que tenham se destacado em sua atividade profissional contribuindo com o engrandecimento do esporte no município.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

15 comentários

  1. SE O INPC É LEI,NÃO ENTENDO O PORQUE DO SINDICATO NÃO TER FEITO COMO EM ANOS ANTERIORES E TENTADO RESOLVER O IMPASSE NA JUSTIÇA.E SE NA VOTAÇÃO AS PESSOAS OPTAREM POR MANTER A NEGOCIAÇÃO.QUAL NEGOCIAÇÃO???????SERÁ AINDA NESTE SÉCULO.

  2. Peão adora falar mal de sindicato. Até que um dia… vira sindicalista.

  3. CSN É COMÉDIA AMIGUINHOS … ACORDEM !!!!
    O “COLABORADOR” TEM QUE CRIAR VERGONHA NA CARA , PARAR DE COLOCAR A CULPA SEMPRE NO SINDICATO E QUERER CRESCER NA VIDA , OU SEJA , LUTE , ESTUDE E VÁ PRA UM EMPREGO DE VERDADE !!!
    TRABALHEI 8 ANOS NESSA HIPOCRISIA , JA SAÍ TEM 5 E NÃO MUDA NUNCA ESSA HISTORINHA AI !!
    EVOLUI PEÃOZADA !!! OU CONTINUARAM RECEBENDO GROSSERIAS E DESGOSTOS

  4. lucio quem faz a greve são os trabalhadores o sindicato condouz a greve voce e mais um medroso que joga a responsabilidade encima dos outros pelegão

  5. Greve na csn ,com esse sindicato.kkkkkkkkkkk

  6. Estamos em crise? sim! a pior que já presenciei, pois tenho 27 anos e na última era pequeno. Contudo é impressionante como todo ano em época de acordo coletivo o diário do vale solta matéria que a CSN está em crise aguda e tem prejuízo. Me responda como pode uma empresa em crise participar de várias negociações de compra de ações, fusões e etc de outras empresas? tem algo errado nisso aí. Não vejo a hora de sair desse lixo de cidade, comemos pó mais que “mineiro”, “carvoeiro” e tem boçal que acha que a CSN ainda faz favor pra cidade. É só ver a quantidade de acidentes, típica cultura da empresa que está se “lixando” pro colaborador. REFLITAM!

    • CARLOS AUGUSTO DOS SANTOS

      Amigo, só não concordo com a sua afirmativa de que Volta Redonda é um lixo.
      Não nasci aqui mas amo esta cidade. Fui empregado da CSN era chefe e sempre aderi a greve na porrada.
      Tenho história com esta cidade, desde a época da ditadurea. Voce é muito novo mas esta cidade sempre foi objeto de mudança politica no pís.

  7. Vc fica aí comentando, mal sabe que não há sigilo nenhum em seus comentários…a csn sabe direitinho quem é vc. Vc dúvida? Dinheiro compra tudo amigo.

  8. luizão o que voce tem na cabeça voce e mais um que joga contra os trabalhadores resomindo pelegão

  9. CARLOS AUGUSTO DOS SANTOS

    Caramba, se o sindicato não faz ele é pelego.
    Se faz ele é irresponsável.
    Tá na hora rapaziada de botar o poé na estrada. A csn não está mais com essa bola toda.
    Eu acredito no Silvio e sei que ele não vaii se sucumbir diante falsa e dsemagoga pressão da empresa.

  10. Vendo a opinião do Luizão e do Jhouu dá pra entender porque a empresa não quer dar nada para os trabalhadores, ela sabe que é só fazer uma pressão que consegue o que quer, estamos vivendo a era dos corvardes, tudo que foi conseguido no passado estarmos perdendo agora e a culpa é nossa, somente nossa, queremos que o sindicato faça alguma coisa, que tem que fazer mesmo só que não queremos fazer nada ai fica dificil.

  11. O SINDICATO NAO TEM QUE GARANTIR EMPREGO DE NINGUEM , QUEM GARANTE O EMPREGO É VC , SE VC É UM BOM PROFISSIONAL VC FICA , JA NO LTQ#2 É DIFERENTE , SÓ FICA QUEM É DA PANELA .

  12. Senhores, será que o sindicato vai garantir a estabilidade dos empregados após a greve.

  13. vamo la peazada. vamos fazer greve!!!
    o salario ja e ruim imagina o desconto dos dias que a gente nao puder entrar por causa da greve??? o peao sempre paga a conta

Untitled Document