domingo, 21 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / ‘Minha casa, minha Vida’

‘Minha casa, minha Vida’

Matéria publicada em 22 de agosto de 2018, 21:41 horas

 


Sessenta milhões. Esse é o valor contratado pelo Governo Federal, com contrapartida da Prefeitura de Barra Mansa, para a construção de 680 unidades habitacionais populares, através do Programa Minha Casa Minha Vida. Os dois empreendimentos localizados nos bairros Paraíso de Cima, na Região Leste, e no Santa Izabel, na parte alta do Ano Bom, foram visitados pelo prefeito do município Rodrigo Drable na manhã desta quarta-feira (22).

            *

Rodrigo disse da sua satisfação com a construção dos imóveis. “Depois de quase 25 anos sem nenhum investimento em habitação popular, é uma alegria muito grande protagonizar o processo de edificação dessas 680 unidades. Esses imóveis significam a realização do sonho de alguns trabalhadores, que terão condições de garantir o sustento e a dignidade de suas famílias”, analisou.

            *

O prefeito disse ainda da expectativa de aumentar o investimento para R$ 100 milhões, já que outras 300 unidades habitacionais estão em processo de liberação na Caixa Econômica Federal. Também destacou o fomento à economia, com a geração de empregos diretos e indiretos e o consumo no comércio local.

            *

 

Aliás

No bairro Paraíso de Cima as obras dos 240 apartamentos tiveram início em fevereiro deste ano e a previsão de conclusão é agosto de 2019. A área de 50 mil metros quadrados, onde os imóveis estão sendo erguidos foi doada pela prefeitura.

Cada unidade terá 40 metros quadrados, divididos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, serão destinados a atender famílias com renda salarial de até três salários mínimos, além dos Sem-Teto que residem em barracos improvisados nas proximidades. O processo de inscrição para selecionar os beneficiários ainda está sendo organizado.

 

E mais

No Santa Izabel, são 440 imóveis divididos entre as quadras A e B. Barra Mansa tem hoje um déficit habitacional da ordem de oito mil residências populares. A meta do prefeito Rodrigo Drable é priorizar moradores de áreas consideradas de risco na inscrição desses imóveis.

 

Dia do Folclore

A Escola Municipal Lions Club, no bairro nova Primavera, em Volta Redonda, realizou na quarta-feira, dia 22, uma ação para comemorar o Dia do Folclore.

A atividade envolveu os mais de 140 alunos da pré-escola até o 5º ano. As tradições e manifestações populares foram lembradas pelos alunos, través de canções, danças, cantigas de roda e poemas declamados.

De acordo com a diretora da escola, Elizabeth Rezende, o evento também contou com a participação dos pais.

 

Detalhe

As lendas, mitos, provérbios, danças e costumes também foram interpretados. Festas populares como Carnaval, Festas Juninas, Cavalhadas e a Festa do Divino foram lembrados pelas apresentações das sete turmas da escola.

Para Gabriela Torres, que foi prestigiar sua sobrinha, as atividades resgataram um pouco da sua infância.

 

Cultura

A secretária municipal de Educação, Rita Andrade, falou da importância de se trabalhar a cultura popular.

“Nós, como educadores, temos a responsabilidade de valorizar e divulgar a cultura popular brasileira, resgatando costumes, mitos, lendas e tradições que enriquecem e colaboram para a nossa história e a identidade do nosso povo”, declarou.

 

Valores

O folclore nacional é rico em música e dança, sendo valorizado internacionalmente. Frevo, Samba, Fandango, Xaxado, Xote, Maracatu, Pau-de-fita e quadrilha são ritmos conhecidos em todo o mundo. Cantigas de roda como Atirei o Pau no Gato, Escravos de Jó, Ciranda-cirandinha, O Cravo e a Rosa e Sapo Cururu são cantadas por gerações.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Barra Mansa realmente parou no tempo. Ô lugarejo atrasado!…

Untitled Document