>
quarta-feira, 17 de agosto de 2022 - 08:51 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Mosaico 23.Abril

Mosaico 23.Abril

Matéria publicada em 22 de abril de 2015, 21:10 horas

 


Cobrança

O deputado federal Fernando Jordão (PMDB) está cobrando maior agilidade, por parte da Secretaria de Meio Ambiente de Angra dos Reis, na assinatura da autorização para a instalação da antena da operadora Tim no Provetá, na Ilha Grande.
*
O deputado lembrou que desde outubro do ano passado, ele e o vereador Jorge Eduardo Mascote (PMDB) vêm viabilizando a instalação da antena, buscando solucionar um velho problema de comunicação e reivindicação daquela comunidade,
*
Inclusive, Jordão destacou que em novembro e dezembro de 2014, durante as visitas técnicas de funcionários da Tim ao Provetá, o vereador Mascote e um dos seus assessores, acompanharam de perto a presença dos técnicos da operadora na localidade, no processo de escolha e definição da área onde seria instalada a repetidora e também no transporte da antena.
*
Desde então, a empresa Tim providenciou toda a documentação e encaminhou a solicitação de liberação do terreno para a Secretaria de Meio Ambiente de Angra, mas até o momento a autorização para a instalação da antena não foi dada.
*
Lá se vão dois meses…
*
– Eu liguei para o presidente da Tim, o meu amigo Rodrigo Abreu, e rapidamente aceleramos o processo para a instalação da antena. Esperamos, agora, que essa licença seja logo liberada pela Secretaria de Meio Ambiente de Angra, para que a comunidade possa ser beneficiada com esse serviço tão essencial para o seu dia a dia – disse.

Bom garoto
O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, aproveitou a audiência da Comissão da Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra) para elogiar o seu companheiro de partido e marinheiro de primeira viagem na Câmara dos Deputados, Alexandre Serfiotis (PSD).
– O deputado Alexandre Serfiotis chega ao seu primeiro mandato com muita energia, com muita vontade de ajudar sua cidade, as cidades vizinhas e o estado do Rio de Janeiro. Em parceria com seu pai e sua família, quer fazer o melhor para sua região e aqui ganhou a admiração de todos – disse o ministro.

Parceria
Envaidecido com o elogio, o Serfiotis destacou a importância da parceria com o ministro para buscar melhorias para os municípios com menos de 50 mil habitantes e para o Sul Fluminense. “Espero que com essa parceria, possa levar estes investimentos que tanto as cidades, quanto a região esperam há muito tempo e que ao final deste ano já tenha um balanço positivo do resultado do trabalho. Eu estou muito confiante e conto muito com Kassab, para que possa desempenhar um excelente mandato e assim contribuir para o crescimento do nosso país, do nosso estado e da nossa região”, declarou Serfiotis.

TCE
A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) encerrou segunda-feira (20) o prazo de inscrições para eleger o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Nove candidatos se inscreveram e terão seus currículos avaliados por integrantes da Mesa Diretora da Casa. Os deputados Domingos Brazão (PMDB) e Marcos Abrahão (PT do B) são os únicos parlamentares inscritos. A eleição, em plenário, está prevista para terça-feira (28). O quórum é de 36 deputados e o escolhido precisa ter o maior número de votos.

Tem mais
Os outros candidatos são: Helson Gusmão de Oliveira, Virgilio de Oliveira Souza, Marcos de Abreu Basto Lima, Paulo de Tarso Pereira Ribeiro, Marcelo Guerino Pereira Couto, Isy Nicolaevski e Sergio Luis Alves Pires.

Critérios
Os candidatos terão seus currículos avaliados a partir dos critérios estabelecidos pela Lei Orgânica do TCE, que são: ter entre 35 e 65 anos, idoneidade moral e reputação ilibada; conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos, financeiros ou de administração pública – conquistados em, no mínimo, dez anos de atividade em áreas afins.

Substituição
O escolhido vai substituir Aloisio Gama, que completou 70 anos em março e se aposentou compulsoriamente. Para receber as inscrições, o protocolo da Alerj ficou aberto de 9h às 17h entre os dias 6 e 20 de abril.

Título
Quem não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições terá o título cancelado se não comparecer, até 4 de maio, ao cartório eleitoral, portando documento oficial com foto. No estado do Rio, até o momento 3.816 dos 192.858 eleitores faltosos já regularizaram sua situação. Para verificar se o título está passível de cancelamento, o interessado deve acessar www.tse.jus.br/eleitor/servicos/situacao-eleitoral. A Justiça Eleitoral considera cada turno de votação como uma eleição.

Prejuízos
Além de ficar impedido de votar, quem não regularizar a situação não poderá obter passaporte, ser empossado em cargo público ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. A irregularidade também pode gerar dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document