Mosaico 25.Fev

Por Diário do Vale
66 Visualizações

Se continuar no mesmo clima da primeira sessão de 2015, realizada na manhã de ontem, o ano legislativo da Câmara de Angra dos Reis vai ser quente.
*
A sessão foi suspensa após os parlamentares começarem uma briga generalizada no meio do plenário da Casa.  A Polícia Militar precisou ser chamada para acalmar os ânimos e controlar a situação.
*
Detalhe: essa confusão toda aconteceu após o discurso de abertura do presidente da Casa, Marco Aurélio Vargas (Pros). Na sua fala, o vereador afirmou que os parlamentares precisam deixar de lado as picuinhas políticas e unir forçar para o bem da cidade.
*
– Tenho consciência dos problemas que enfrentamos no país e na cidade, mas este é o momento de unirmos força e somarmos ideias para encontrarmos soluções para os desafios. A base de sustentação do governo tem a missão de sustentar politicamente o Executivo, garantindo-lhe governabilidade. Por outro lado, cabe à oposição o questionamento e a crítica. Mas este é um momento de trabalharmos juntos em prol de Angra dos Reis – destacou.

Alias
A prefeita Conceição Rabha (PT) estava sendo esperada na Casa, mas não compareceu. Representando a petista, o Secretário de Governo, Robson Marques, fez o uso da tribuna legislativa na abertura do período legislativo.
– Somos conhecedores dos desafios que a cidade enfrenta hoje. Nosso maior desafio é dar governabilidade à Prefeitura. Para o governo, é momento de fazer escolhas difíceis, mas inevitáveis. Temos responsabilidade com o futuro, por isso propomos aqui o pacto de um ano de mais ação e menos discurso -, destacou o representante do governo.

Resposta
Diante do exposto, os vereadores da oposição – Dr. José Antônio, Helinho do Sindicato, Thimoteo Cavalcanti, Jairo Magno, Dra. Cássia e Jorge Eduardo Mascote – entregaram ao Secretário de Governo e ao presidente da Câmara uma proposta de metas e resultados para os próximos dias.

Falta d’água
Uma reunião foi realizada na segunda-feira em Arrozal para discutir as condições da barragem da Cedae no distrito e a qualidade da água. Promovida pela Associação de Moradores, contou com a presença do prefeito Luiz Antônio, do vice-prefeito Chiquinho Perota, do secretário de Meio Ambiente, Mario Amaro e dos vereadores Alzemiro e Darlei. Os moradores apresentaram uma sugestão de projeto para a falta d’agua que anda afetando o distrito. Como desdobramento do encontro, ficou resolvido que o prefeito marcará uma reunião na Cedae para tratar do assunto, já que nenhum representante da Companhia compareceu.

Parceria
O prefeito Dr Luiz Antonio destacou a participação da comunidade e o empenho em tratar do assunto e colaborar no que for possível. Frisando que essa parceria é de extrema importância. Além disso, informou que o problema do distrito já foi levado para os responsáveis da Cedae e para o governador Luiz Fernando Pezão.
– A gente precisa de uma solução imediata para este problema. Estamos trabalhando constantemente para sanar as necessidades do município. Estamos exigindo que a Cedae faça os investimentos necessários em Arrozal – destacou.

Medidas
Uma das propostas é que haja um projeto de extensão de água do bairro Varjão para Arrozal. Remodelar o abastecimento e ampliar a água de Pinheiral até o Km 9 que hoje é abastecido pelo manancial de Arrozal também é uma proposta desejada.

Novidade
Foi instalada, nesta segunda-feira , na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), a Frente Parlamentar em Defesa da Economia Popular Solidária. O objetivo é fortalecer as ações voltadas para a nova prática de produção e consumo, que privilegia o trabalho coletivo, a autogestão e o desenvolvimento local, sustentável e solidário.
“A frente funcionava na última legislatura e desempenhava um papel muito importante. Por isso, estamos propondo sua reinstalação”, explicou o deputado Waldeck (PT), autor da iniciativa. Segundo ele, o setor movimenta parte significativa da economia do país: “Vamos monitorar as diretrizes nacionais e estaduais para o setor e propor projetos que favoreçam a economia popular solidária”.

Novidade II
Os deputados Jorge Felippe Neto (PSD), Martha Rocha (PSD) e Doutor Sadinoel (PT) também participaram da reunião. Na última legislatura, o colegiado criou o Conselho Estadual de Economia Solidária (CEES) e transformou a Secretaria de Estado e Renda em Secretaria de Estado de Trabalho, Renda e Economia Solidária. Também criou o programa de Fomento à Economia Popular Solidária, sendo o Rio de Janeiro um dos únicos estados a gerenciar um fundo estadual com este fim.

Obras
O prefeito de Barra Mansa, Jonas Marins, anuncia hoje o início das obras de cobertura da quadra poliesportiva do Colégio Municipal Dr. Maurício Amaral, no bairro Vila Coringa.

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

 

(24) 99926-5051 – Jornalismo

 

(24) 99234-8846 – Comercial

 

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2023 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996