sexta-feira, 29 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Na disputa

Na disputa

Matéria publicada em 15 de julho de 2019, 22:29 horas

 


O empresário Mauro Campos está se preparando para disputar a presidência da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan).

***

A eleição será em agosto de 2020 e Campos é pré-candidato com o apoio de um grupo de empresários.

***

A empresa de Campos, do setor de construção civil, tem sede em Volta Redonda, mesma cidade onde constrói a maioria de seus empreendimentos.

 

Treina

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizou, nesta segunda-feira (15), o primeiro treinamento de capacitação de colaboradores, de diferentes áreas da Corte, para suporte na análise das prestações de contas eleitorais e partidárias apresentadas até 2018 e ainda pendentes de julgamento. Nesta primeira etapa, 40 pessoas receberam treinamento.

 

Medida

A capacitação faz parte das medidas anunciadas pela presidente do TSE, ministra Rosa Weber, na reunião de encerramento do semestre forense, realizada no dia 1º de julho. Na ocasião, a magistrada informou a adoção de medidas que possibilitem a análise desses processos até o final deste ano. “Talvez seja um sonho, mas o projeto é este, e nós vamos procurar implementá-lo”, disse a ministra.

 

Grupo

Conduzido pela Assessoria de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa), o treinamento está dentro das ações desenvolvidas pelo Grupo de Trabalho instituído pela Presidência do TSE, que tem a atribuição de realizar estudos e propor medidas que aprimorem os procedimentos e sistemas envolvidos na análise das prestações de contas eleitorais e partidárias.

 

Etapa

O chefe da Asepa, Eron Pessoa, explica que essa equipe atuará na primeira etapa do processo de análise, que consiste na vinculação da movimentação financeira dos extratos apresentados com os documentos comprobatórios dos candidatos e de partidos dentro do processo.

 

Suporte

A ideia é que esses servidores e colaboradores deem suporte operacional para preparar o material que irá para o exame de mérito, que é a segunda etapa do processo – realizada por um contador da Asepa ou da força de trabalho -, e que, após diligência ao partido ou candidato, inicia-se a última etapa, com a emissão do parecer conclusivo. “Esse parecer é submetido ao relator para julgamento do Pleno”, esclareceu Pessoa.

 

Como funciona

Cabe à Justiça Eleitoral analisar e julgar, no prazo de cinco anos, as prestações de contas anuais dos partidos políticos, e, logo após as eleições, as prestações de contas das campanhas eleitorais de cada candidato e agremiação. Candidatos a prefeito e a vereador têm suas contas julgadas originariamente pelo juiz eleitoral do município. Já os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) julgam as contas dos candidatos a deputado estadual/distrital, federal, senador e governador. É da responsabilidade do TSE, por sua vez, o julgamento originário das contas de candidatos ao cargo de presidente da República e eventuais recursos.

 

Análise

Antes de serem julgadas, as prestações de contas são analisadas pelo corpo de servidores e colaboradores da Asepa, que verificam aspectos formais e materiais da documentação apresentada.

 

Informações

Após o batimento das informações de relatórios de gastos, extratos bancários, notas fiscais, recibos, cheques e demais documentos, os assessores elaboram um parecer técnico conclusivo, que, somado ao parecer do Ministério Público Eleitoral, pode servir de fundamento para a decisão do relator.

 

Decisão

Ao verificar a regularidade das contas, o órgão competente da Justiça Eleitoral pode tomar uma das seguintes decisões: pela aprovação das contas; por sua aprovação com ressalvas; por sua desaprovação; e pela não prestação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Que destruicao do meio Ambiente o Mauro Campos fez ai ? Porque vc se esconde atras de um nome de fantasia ? Fale sem se esconder, nao tenha vergonha de opinar abertamente e externar sua visao. . Tanto o Mauro, Samuca e eu temos muitos defeitos sim..mas nao nos escondemos para escrever e opinar. Nao e feio mostrar a cara. VAI VENDO , isso que vc escrveu e besteira sua….Minha memoria e otima. abracos Julio Ferreira

  2. Avatar

    Chega dos mesmos, um nome para ajudar principalmente o interior do Estado.
    Vamos ficar na torcida para que tudo dê certo.
    Ninguém aguenta mais Eduardo Gouvêa.

  3. Avatar

    Volta Redonda precisa ter orgulho de suas liderancas. Mauro Campo nao tem o que tem porque e burro ou e ladrao. E uma nome que merece respeito , familia trabalhadora, e um lider nato no setor empesarial da construcao civil no Estado do Rio. Sabe ganhar dinheiro e isso nao e crime. E Um empreendedor arrojado que merece o apoio empresarial de todo o Estado do Rio. Mauro Campos Best Presidente da FIRJAN 2020 . Go Mauro !

    • Avatar

      Arrojado , O lago do Belvedere que o diga…

    • Avatar

      Pois é! Um ambientalista torcendo para um destruidor do Meio Ambiente com a complacência do prefeito.

      O brasileiro mesmo morando fora do país continua com memória curta. Não adianta vivenciar o desenvolvimento, não evolui. Putz!

Untitled Document