quarta-feira, 8 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Na surdina

Na surdina

Matéria publicada em 11 de fevereiro de 2016, 20:17 horas

 


A Câmara Municipal de Volta Redonda parece muito tranquila neste período pós-carnaval.
***
Só parece.
***
Nesta quinta-feira (11), havia indícios de que, se as votações e debates em plenário ficaram para a semana que vem, as articulações já voltaram.
***
O vereador Gemilson Sukinho (PSD), por exemplo, esteve em seu gabinete durante a manhã, preparando-se para uma reunião de cunho político.

Alma do negócio
Sukinho preferiu não adiantar muita coisa sobre o que ele iria tratar. Ele parece seguir a máxima de que, se na campanha eleitoral e nas vendas a propaganda é a alma do negócio, no desenvolvimento de produtos e na articulação política, a alma é o segredo.

Do mar
Nesta sexta-feira (12), a partir das 12h, começa o desembarque de turistas de cruzeiro que estão a bordo do navio Costa Fascinosa na estação Santa Luzia, no Centro de Angra. Esta será a única parada no continente na temporada 2015/16 e, para atender à demanda extra, além dos serviços oferecidos pela Fundação de Turismo de Angra (TurisAngra), os setores de comércio e alimentação foram avisados para se prepararem. O desembarque pode ultrapassar dois mil passageiros, brasileiros e estrangeiros.

Recepção
A TurisAngra preparou um receptivo especial para os turistas, em parceria com empresários. Além disso, funcionários da fundação estarão nas igrejas históricas do Centro com orientações. Os pontos culturais do Centro da cidade também estarão abertos, e operações especiais de transporte, por meio de táxis e ônibus, foram organizadas, com o apoio da Superintendência de Transportes e Trânsito e da empresa concessionária.

Reduzindo
A temporada de navios neste ano está menor que no ano passado, com 50 paradas e cerca de 100 mil turistas, podendo movimentar até R$ 2 milhões em passeios náuticos e no comércio. A temporada 2015/16 de cruzeiros vai até 31 de março.

Carnaval ruim
Mais de quinhentos motoristas tiveram bons motivos para não gostarem dos quatro dias de folia. A Operação Lei Seca realizou 79 ações na capital, Região Metropolitana e interior do estado durante a festa. Este ano, mais de 6,8 mil motoristas foram abordados entre os dias 5 e 9 de fevereiro, nas operações diurnas e noturnas. Das abordagens, 563 condutores apresentavam sinais de embriaguez, o que representa 8,2% do número total. Também foram aplicadas 1.745 multas, 229 veículos foram rebocados e 528 carteiras de habilitações foram recolhidas.

Piorou
Em 2015, 5,6 mil motoristas foram abordados pelas ações da Lei Seca no carnaval. Deste total, 441 tinham sinais de alcoolemia (7,9%). No ano anterior, este número foi ainda maior. Foram abordados, em 2014, 5.878 motoristas, e detectada alcoolemia em 9,3% deles, ou seja, 545 motoristas tinham bebido antes de dirigir.

Educação
As ações educativas também foram intensificadas neste carnaval. Foram realizadas 34 ações com a abordagem a 5.850 pessoas. Os agentes distribuíram 150 mil ventarolas nos principais blocos de rua e na Sapucaí.

Histórico
A Operação Lei Seca é uma campanha educativa e de fiscalização, de caráter permanente, lançada em março de 2009. Desde que foi criada, a operação já interceptou mais de 150 mil motoristas alcoolizados, por meio do teste do bafômetro.

De dia
A Operação Verão continuará com blitzes diurnas da Lei Seca, nas saídas das praias e cachoeiras de todo o estado, até o fim deste mês.

Mentira I
É mentira da grossa a publicação que rola nas redes sociais dizendo que o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) teria proibido mães de amamentarem em público. O caso é o contrário: uma lei sancionada por ele multa em R$ 500 o estabelecimento comercial que impedir mães de darem de mamar.

Mentira II
A suposta demissão em massa de empregados da CSN durante o Carnaval também é história da carochinha. E de mau gosto.

Fofocolândia
Esses e outros boatos que insistem em surgir na internet geralmente são coisa de gente que tem pouco o que fazer e está com muita vontade de criar problemas para os outros. Mas em ano eleitoral a situação piora. O que vai aparecer de boatos a favor e contra candidatos de tudo quanto é partido e orientação política vai ser uma enormidade. Desde que o primeiro modem chiou, nos tempos da conexão discada, a fofocolândia virtual só tende a aumentar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document