segunda-feira, 30 de março de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / ‘Não culpe o mensageiro’

‘Não culpe o mensageiro’

Matéria publicada em 13 de março de 2020, 20:27 horas

 


O jornal Aqui noticiou esta semana o nome dos dois vereadores que o também vereador Paulinho do Raio X teria envolvido na acusação de extorsão.

***

Um dos vereadores citados, Carlinhos Santana, reagiu com a indignação natural de quem sofreu uma acusação grave, gravando um vídeo em sua defesa.

***

Mas exagerou ao agredir verbalmente o jornal Aqui por ter divulgado um fato verdadeiro – que foi a citação dos dois vereadores no episódio, independente de culpa ou inocência de ambos.

***

O jornal Aqui apenas cumpriu sua missão de informar.

***

Quando não se gosta de uma notícia, não se culpa o mensageiro.

 

Evento adiado

Conforme publicado na edição de ontem (13) do Caderno Lazer & Cia, o artista, Anderson de Souza, de Volta Redonda, iria participar de uma residência artística em Portugal. Entretanto, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o evento foi adiado e uma nova data será divulgada em breve. O artista embarcaria neste domingo, dia 15.

 

Obra em Porto Real

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP), deu início na segunda, 9, às obras de infraestrutura no Loteamento das Palmeiras. Segundo a SMOSP, a primeira etapa dos serviços é a implantação do sistema de drenagem de águas pluviais. O loteamento já passou pela implantação da rede de distribuição de água e de coleta de esgoto.

 

Aprimoramento

O prefeito Ailton Marques, esteve no local e ressaltou como os serviços contribuirão para o aprimoramento das condições de vida da população do loteamento. “Essa é uma obra de infraestrutura urbana, que mesmo invisível após a conclusão, é primordial para dar mais qualidade de vida, auxiliando no bem-estar dos moradores do local. A Prefeitura está empenhada em assegurar à população as condições necessárias para o fortalecimento dessas ações”, destacou o prefeito .

 

Etapas

“Com o sistema de drenagem de águas pluviais, trabalhamos para evitar alagamentos e outros transtornos causados por eventos naturais”, explicou o secretário de Obras e Serviços Públicos, Luiz Tavares, que ainda falou sobre as próximas etapas no local. “A próxima etapa será a pavimentação e a concretagem de calçadas. A previsão é que todo o serviço seja concluído em 120 dias”, concluiu o secretário.

 

Sem visita

Como parte das medidas para evitar o Covid-19 o governo estadual suspendeu a visitação de unidades prisionais, inclusive as de natureza íntima. As visitas de advogados a presídios, conforme o decreto, deverá ser ajustada pela Secretaria de Administração Penitenciária, para possibilitar o atendimento do decreto. Também estão suspensos os prazos processuais em curso perante administração pública do estado, bem como o acesso aos atos dos processos físicos.

 

Hospitais

Witzel anunciou ainda a suspensão de visitas a pacientes diagnosticados com coronavírus que estejam internados na rede pública ou privada de saúde do Rio de Janeiro. O governador chamou a atenção para a importância de todos estarem conscientes do que fazer. “Estamos hoje passando por uma grave crise que envolve o coronavírus. Estamos preparados e tomando as medidas necessárias para evitar que essa crise fique muito aguda”, disse.

 

Servidor público

O decreto determina ainda que qualquer servidor público ou contratado por empresa que presta serviço para o estado do Rio de Janeiro que apresentar febre ou sintomas respiratórios como tosse seca, dor de garganta, mialgia, cefaleia e prostração, dificuldade para respirar e batimento de asas nasais, passa a ser considerado caso suspeito e deverá adotar protocolo específico a ser informado em cada instituição. Após esse procedimento, a secretaria específica ou a de Saúde expedirá em 48 horas um registro.

 

Definição

As medidas foram definidas após reunião no Palácio Guanabara com integrantes do secretariado, dos poderes Judiciário, do Tribunal de Contas da União, dos ministérios Público estadual e federal, da Assembleia Legislativa e da Defensoria Pública para explicar, junto com o secretário de Saúde, Edmar Santos, as providências necessárias para não haver um agravamento da crise.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Eu já não leio jornais sensacionalistas mesmo. Agora é que não vou ler mesmo o tal jornal. Não é à toa que só me informo sobre o que acontece na cidade e na região pelo Diário do Vale. Deve ser por isso que eu NUNCA voto errado. rsrs

  2. Avatar

    Só não pode colocarem nomes quando os suspeitos forem traficantes estupradores policiais assassinos ladrões etc. Eu acho que é assim que funciona esta nova engrenagem do S T F. Não tenho certeza.

  3. Avatar

    Eu só acho que o mensageiro tem que atentar para o que divulga. Até que apareça prova em contrário, o prefeito disse que o ver. Paulinho citou os dois.
    Ou aparece prova ou o ver. Paulinho admite que citou, porque da forma como foi descrito, é dado o fato como certo.

    • Avatar

      Só não pode colocarem nomes quando os suspeitos forem traficantes estupradores policiais assassinos ladrões etc. Eu acho que é assim que funciona esta nova engrenagem do S T F. Não tenho certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document