sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Prorrogadas

Prorrogadas

Matéria publicada em 11 de julho de 2019, 23:26 horas

 


A secretaria de Saúde da Prefeitura de Barra Mansa prorrogou para sexta-feira (12) as inscrições para o processo seletivo, visando à contratação de 220 novos Agentes Comunitários de Saúde (ACS).

***

Para conseguir uma das vagas, um dos pré-requisitos é que o candidato tenha o ensino médio completo, além de residir na área de abrangência da unidade.

***

A iniciativa será composta por uma prova objetiva a ser realizada no dia 21 de julho, em local a ser definido e, posteriormente, divulgado no Portal da Transparência.

***

As inscrições podem ser feitas, das 09h às 15h, no pátio do Centro Administrativo, situado na Rua Luís Ponce, n° 263, Centro.

 

Atribuições

As atribuições, o trabalho e os respectivos processos do Agente Comunitário de Saúde englobam o cadastramento das famílias, mapeamento da área de atuação, visita domiciliar, educação em saúde na comunidade, planejamento das ações, saúde da criança, saúde do adolescente, saúde do adulto, saúde mental, atenção à pessoa com deficiência, orientações para famílias com pessoas acamadas, violência familiar, doenças transmitidas por vetores, mosquitos, insetos e moluscos.

 

Documentos

Para se inscrever basta apresentar documentos originais e cópia legível de RG, CPF, comprovante de residência, declaração de escolaridade (no mínimo ensino médio), declaração da unidade de saúde do bairro onde o candidato reside e ter idade mínima de 18 anos na data da inscrição. Somente serão aceitos os comprovantes de residência com data a partir de março de 2019.

 

Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou, nesta quinta-feira (11), que o Plenário da Casa concluirá a votação da reforma da Previdência, com a análise do texto em segundo turno, ainda nesta semana.

 

Otimismo

“Eu sou otimista. Acho que votaremos tudo nesta semana. O resultado de quarta-feira é uma demonstração de uma grande maioria: 74% da Casa a favor da reforma. É importante encerrarmos esse assunto”, afirmou.

 

Números

Aprovado em primeiro turno, o texto da reforma da Previdência contou com o apoio de 379 parlamentares e a oposição de outros 131. Foram 71 votos a mais do que o mínimo necessário, de 308 votos. O resultado alcançado na noite desta quarta-feira (10) foi considerado expressivo pelo presidente da Câmara. E, por isso, os parlamentares favoráveis à reforma apostam todas as fichas na aprovação do texto até o final desta semana.

 

Governo

“É possível votar tudo essa semana ainda. Esse é o plano”, disse a líder do governo no Congresso, deputada Joice Halssemann (PSL-SP).

 

Quorum

“Estamos com um quórum super elevado. Todo mundo está aqui para fazer o que tem que fazer. Vamos liquidar essa fatura nesta semana. Não tem por que empurrar para a semana que vem. Se precisar invadir a sexta-feira (12) de madrugada, a gente invade. Se precisar ir no sábado (13), trabalhamos no sábado. É muito melhor resolver agora”, completou a parlamentar.

 

Destaques

Para que a aprovação seja concluída ainda nesta semana, a Câmara precisa finalizar a análise dos destaques, que são as propostas de alteração a trechos do texto principal. Depois a PEC volta para análise da comissão especial da Câmara, onde deverá ser aprovada a redação para o segundo turno de votação. No Plenário mais uma vez, o texto da reforma da Previdência vai precisar de 308 votos favoráveis para, então, seguir ao Senado Federal.

 

Mudanças

Entre as principais mudanças previstas na reforma, estão o estabelecimento de uma idade mínima para aposentadoria, de 65 anos para homens, e 62 para mulheres. O tempo de contribuição previsto é de ao menos 15 anos para as trabalhadoras e de 20 para os trabalhadores. Em relação ao setor público, esse período será 25 anos para ambos os sexos.

 

Mudanças

A proposta, porém, não atinge os pequenos produtores e trabalhadores rurais. Outro ponto que não sofreu alterações foi o que trata do Benefício de Prestação Continuada (BPC). O sistema de capitalização (poupança individual) também ficou de fora da reforma.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document