segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Recebendo estudantes

Recebendo estudantes

Matéria publicada em 8 de outubro de 2019, 22:12 horas

 


Após desenvolverem projetos alusivos ao aniversário de Barra Mansa, os alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental do Centro Educacional Marcelo Araújo (CEMA), visitaram o prefeito Rodrigo Drable, na tarde desta terça-feira (08).
***
Durante o encontro, os pequenos tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e de conhecer um pouco mais sobre o funcionamento do Centro Administrativo.
***
Para o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, encontros como esse promovem um conhecimento mútuo.
***
“Sempre que é solicitada uma visita de alunos, eu procuro atender com o maior carinho, pois acredito que é extremamente importante despertar o interesse deles no futuro da nossa cidade”, afirmou Drable.

Conversa
A secretária do CEMA, Carla Rocha, explicou que a partir do encontro, os alunos vão desenvolver uma roda de conversa, onde falarão sobre o que acharam, além de um registro escrito. “Para o aniversário da cidade, elaboramos um trabalho com toda a instituição. Os alunos desenvolveram maquetes dos principais pontos da cidade. Esse encontro marca o encerramento das atividades alusivas ao aniversário do município”, explicou.

Vai voltar
A pequena Ester Quintino, estudante de sete anos, aprovou a visita e disse que pretende voltar para conhecer mais o trabalho desenvolvido na prefeitura. “Gostei muito de conversar com o prefeito, não o conhecia pessoalmente e ele é uma pessoa muito legal. Quero voltar e conhecer os outros setores da prefeitura”, indicou a pequena.

Centro de lazer
A Câmara Municipal aprovou ontem, por unanimidade, a indicação número 547/19, de autoria do vereador Reginaldo Engenheiro Passos (PSB), solicitando à Prefeitura a construção de um centro de lazer voltado para o servidor público municipal. Em parceria com o Sindicato dos Servidores e também do Resenprevi (Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Resende), o espaço visa oferecer à categoria e seus familiares uma opção de lazer mais acessível.

Clubes
Ao defender a proposta durante a sessão, o parlamentar salientou que muitos servidores não têm condições de arcar com os valores cobrados por clubes locais da iniciativa privada. “E, com esta medida, o poder público proporcionará mais bem-estar e qualidade de vida a tantas pessoas que muito contribuem para com o crescimento de nossa cidade, mesmo diante das dificuldades encontradas na máquina pública”.

Características
Segundo a indicação, o centro esportivo deve ser dotado de piscina, campo de futebol, playground, salão de jogos, quadra poliesportiva, além de espaços próprios descanso e para a prática de atividades físicas.

Ensino á distância
A expansão do Ensino Superior à Distância (EAD) e a falta de investimentos na educação de unidades do governo nos últimos anos foram temas de debate na audiência pública realizada pelas Comissões de Educação e Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta terça-feira (08/10) no auditório do prédio anexo ao Palácio Tiradentes.

Preocupado
Presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa, o deputado Waldeck Carneiro (PT) pontuou que a ampliação do EAD se deve a interesses de empresas privadas que colocam os benefícios à frente da formação acadêmica de qualidade. “É preocupante a expansão do ensino superior à distância na ótica mercadológica, sem a devida preocupação com a questão pedagógica”, alertou Waldeck.

Presencial
Presidente da Comissão de Educação, o deputado Flávio Serafini (PSOL) disse ser entusiasta do ensino superior presencial, principalmente diante de números alarmantes no país no que diz respeito à educação básica. Ainda de acordo com dados do Censo Escolar/ 2018, o Brasil tem cerca de dois milhões de crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos sem acesso a unidades de ensino.
“Temos muitas crianças e adolescentes fora da escola. A realidade é dramática. Já em relação ao ensino superior, se nos compararmos com o Uruguai e a Argentina temos a metade de ingressantes em relação a esses países. Acredito que a educação à distância pode exercer um papel complementar mas deve ser acompanhada para não abrir oportunidade para uma expansão menos qualificada”, ressaltou Serafini.

Grupo de trabalho
Ele propôs a criação de um grupo de trabalho do legislativo para contribuir com o potencial transformador da Educação. “E vamos convidar o Cecierj (Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro) para superar essa realidade”, salientou o parlamentar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Erraram feio o nome da escola. É Marcella, não Marcelo.

Untitled Document