Reforma em Mambucaba

by Paulo Moreira

O ex-presidente Jair Bolsonaro está enfrentando dias difíceis, mais de um ano após deixar a presidência da República.

***

Desta vez é a reforma de sua casa, na Vila Residencial de Mambucaba, em Angra dos Reis, que virou alvo de denúncias.

***

O portal Metrópoles publicou, neste fim de semana, reportagem ligando Bolsonaro ao empreiteiro Renato de Araújo Corrêa, que é seu pré-candidato a prefeito de Angra.

***

A reportagem aponta que a obra teve a participação de Renato e que ele teria vencido licitações de quase R$ 17 milhões no governo do Estado, que é administrado por Cláudio Castro, do PL.

***

Ao Metrópoles, Renato negou que tenha sido contratado para a obra, mas ele teria sido visto por pessoas que não quiserem se identificar frequentando o imóvel durante a obra.

***

Para piorar a situação de Bolsonaro, o Metrópoles publicou um vídeo em que o ex-presidente discursa, durante um evento em Angra dos Reis, no dia 7 de janeiro deste ano.

***

Na ocasião, Bolsonaro comenta com a plateia sobre a reforma em sua residência.

***

No vídeo, Bolsonaro aponta com a mão para Renato, ao seu lado no palco, e diz que o empresário estava “pagando” tudo.

***

“Minha casa aqui não é o sítio de Atibaia, não”, prosseguiu, em referência ao imóvel eixo das investigações por corrupção e lavagem de dinheiro contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a Lava Jato.

***

Ao Metrópoles, Renato negou ter sido o responsável por executar a obra na casa de Bolsonaro.

***

“Foi uma empresa terceirizada”, explicou, sem dizer quem teria terceirizado o serviço.

***

Ele argumentou que o ex-presidente pagou a suposta firma e tem todas as notas fiscais.

***

Ao fim da entrevista ao Metrópoles, o empreiteiro admitiu que usou seus funcionários para finalizar a reforma, sem explicar por que esse serviço não foi feito pela suposta firma titular do trabalho.

***

O imóvel, antes da obra, segundo o Metrópoles, estava avaliado em cerca de R$ 1 milhão.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996