terça-feira, 26 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Regularizando imóveis

Regularizando imóveis

Matéria publicada em 23 de julho de 2019, 23:10 horas

 


O Escritório de Projetos de Arquitetura e Engenharia para Habitação Social (PAEHS) desenvolvido pela Associação de Engenheiros e Arquitetos de Volta Redonda (AEVR) entregou, na noite de segunda-feira (22), projetos de regularização de imóveis a famílias de baixa renda do loteamento Parque São Jorge, no bairro Santo Agostinho, em Volta Redonda.

***

O próximo passo, que também está sendo realizado pela equipe do projeto, é encaminhar todos os documentos para a prefeitura para que tenham as casas regularizadas.

***

“É um privilégio contribuir para a vida dessas famílias. Foi bom saber que nosso projeto de habitação social teve êxito. Hoje é dia de celebrar essa conquista. É um projeto muito importante porque auxilia a prefeitura a ter um melhor controle urbanístico na cidade e melhora a qualidade de vida das pessoas que agora terão suas casas legalizadas”, explicou Laura Jane Lopes Barbosa, presidente da AEVR.

 

Escolha

A escolha pelo Loteamento Parque São Jorge foi por indicação do Fundo Comunitário de Volta Redonda (FURBAN). Ao todo, 23 famílias tiveram suas casas medidas, passaram pelo levantamento e receberam o desenho dos imóveis para compor o projeto de regularização. O trabalho foi realizado por três arquitetos e oito estudantes de arquitetura que atuam no PAEHS como voluntários.

 

Continua

“Nosso trabalho não termina aqui. Ainda vamos continuar no loteamento Parque São Jorge dando consultoria para a população. Também estamos disponibilizando o serviço, com valores simbólicos, para outras famílias que não tenham sido contempladas com o serviço gratuito”, contou Wiliam Gomez, arquiteto responsável pelo projeto.

 

Comemora

A entrega do projeto foi comemorada pelos moradores, que esperavam há muito tempo a chance de ter os imóveis regularizados. Esse foi o caso da Rosa Maria dos Santos Cunha, que foi junto com o marido, receber o projeto e assinar os documentos que serão levados para a prefeitura.

 

Feliz

“Esperamos muito tempo para conseguir regularizar nossa casa. Não sei nem explicar o que estou sentindo. É muita felicidade saber que minha casa vai estar regularizada”, falou.

 

Verba

Para que o projetos de regularização de imóveis à famílias de baixa atendesse de forma gratuita as 23 famílias, o PAEHS recebeu um aporte de R$40 mil do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) para custear os atendimentos e a execução de todos trabalhos necessários para que os projetos e documentações fossem feitos.

 

Arquitetura

“Chegamos em um tempo de mostrar que a arquitetura não e algo impossível e que pode estar próximo do cidadão e das famílias. Precisamos apostar em projetos como esse que dão assessoria e suporte técnico social para as famílias. Melhorar a qualidade das habitações é, de fato, dar qualidade de vida”, revelou Jeferson Roselo Mota Salazar, presidente do CAU.

 

De novo

O deputado estadual Marcelo Cabeleireiro (DC) voltou a dizer nesta terça (23) o que já havia afirmado ao DIÁRIO DO VALE em maio: que vai apoiar o prefeito de Barra Mansa, Marcelo Drable, na disputa da reeleição.

 

Aliado

Marcelo é aliado de Rodrigo desde que os dois eram vereadores em Barra Mansa. Ele participou da aliança que elegeu Rodrigo em 2016, e teve ajuda do prefeito para conquistar a cadeira na Alerj em 2018.

 

Prazo

Pelo andar da carruagem, o projeto de Marcelo para ser prefeito de Barra Mansa só tem condição de sair do terreno do sonho em 2024.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document