>
sábado, 2 de julho de 2022 - 07:39 h

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Tranquilidade

Tranquilidade

Matéria publicada em 22 de agosto de 2016, 19:30 horas

 


A julgar pela pequena quantidade de “santinhos” e pela falta quase absoluta de adesivos, a campanha eleitoral está devagar em Volta Redonda.

***

E há outras indicações de tranquilidade.

***

Há alguns dias, um repórter da coluna passou por um grupo de fiscais da Justiça Eleitoral.

***

Era fim de tarde e eles estavam comentando a tranquilidade da disputa.

***

Entre as poucas coisas que lembram que a campanha começou, estão os carros de som com jingles de candidatos.

 

Estratégia

Mas há quem aposte que a calma aparente é resultado das restrições financeiras com a proibição das doações de empresas. Isso estaria fazendo com que a maior parte dos candidatos deixe para “colocar o bloco na rua” mais perto das eleições.

 

Sem gravidade

A Prefeitura de Resende informa que não foram registradas ocorrências relacionadas aos fortes ventos que atingiram o município ontem, dia 21, e que chegaram a 50 km/h.

 

Motivo

Segundo a prefeitura, a ausência de incidentes é resultado do trabalho realizado pela Agência do Meio Ambiente do Município de Resende (Amar), que efetua constantemente a poda de árvores pelas ruas da cidade e a limpeza das mesmas, retirando ervas daninhas que enfraquecem os troncos. Além da poda para eliminar riscos de quedas, a ação também evita o contato de galhos com a rede elétrica. O trabalho preventivo de poda é feito tanto na área urbana quanto rural da cidade.

 

Rios I

Rios do estado passam a contar com tecnologia europeia para o monitoramento da qualidade da água e mapeamento de áreas com níveis críticos de poluição. Quatro estações de monitoramento da qualidade da água foram instaladas nos municípios de Nova Friburgo (Rio Grande), São Fidélis (Dois Rios) e Campos dos Goytacazes (Rios Muriaé e Paraíba do Sul). Os equipamentos, de alta precisão, são os primeiros no estado a funcionar de forma automatizada, além de fornecerem dados mais complexos e em tempo real.

 

Rios II

A instalação dos instrumentos de monitoramento é uma ação piloto do projeto Intecral (Integração de Ecotecnologias e Serviços para o Desenvolvimento Rural Sustentável), parceria do programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, com o governo da Alemanha.

 

Rios III

Há três anos, pesquisadores viajam ao interior para propor soluções que respeitem o meio ambiente. No caso da água, a opção foi pela instalação das estações. Os equipamentos, que representam investimento de R$ 500 mil, foram desenvolvidos por empresas alemãs e doados ao Governo do Estado.

 

Rios IV

As estações funcionam de maneira simples. Sensores (pequenos bastões de quase 25 centímetros) fazem a medição dos indicadores e são encaixados em uma sonda, que fica mergulhada na água. Ela se liga a uma caixa receptora, em terra. Todos os fios são protegidos por tubulação de aço para evitar que sejam danificados.

 

Tempo real

Os dados são atualizados de hora em hora e enviados para um servidor na Alemanha. Um software processa as informações, transformando-as em relatórios que podem ser acessados pela internet.

 

Dívidas I

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, reiterou nesta segunda-feira (22) a intenção de concluir a votação dos destaques ao projeto de renegociação das dívidas dos estados com a União, primeiro item da pauta do Plenário. O texto-base foi aprovado em 10 de agosto. No entanto, faltam votar três destaques, entre eles o que exclui do limite do IPCA as despesas com saúde, educação e segurança pública.

 

Dívidas II

Segundo Maia, as propostas de interesse do Executivo que tramitam no Congresso devem avançar nas duas próximas semanas com a votação de oito medidas provisórias que trancam os trabalhos da Casa.

 

Cunha I

O líder da Rede, deputado Alessandro Molon (RJ), vai pedir que seja apreciado um requerimento que solicita a votação pelo Plenário da perda de mandato do deputado afastado Eduardo Cunha nesta terça (23), às 19 horas. Ex-presidente da Câmara, Cunha responde a processo de quebra de decoro parlamentar acusado de ser titular de contas no exterior.

 

Cunha II

A votação da cassação foi marcada o dia 12 de setembro pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, mas a data foi criticada pela oposição. “Temos a preocupação em deixar essa votação para uma segunda-feira, perto das eleições municipais, data com grandes chances de quórum baixo. Isso pode ajudar Cunha a se livrar da cassação”, disse.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document