domingo, 22 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Mosaico / Troco solidário

Troco solidário

Matéria publicada em 21 de agosto de 2019, 21:56 horas

 


O vereador Rodrigo Furtado está todo satisfeito. Seu projeto “Troco Solidário”, que virou lei, deu resultados.

***

A unidade voltarredondense de uma grande rede de lojas de departamentos aderiu ao projeto e repassou nada menos do que R$ 77 mil à Apae de Volta Redonda.

***

O vereador disse que vai ficar ainda mais feliz quando outros estabelecimentos semelhantes seguirem esse caminho.

 

Câmara jovem

A sessão da última terça-feira (20) da Câmara Municipal de Barra Mansa foi marcada pela aprovação do primeiro projeto de lei elaborado pela Câmara Jovem. O texto, assinado pelo vereador Wellington Pires, é de autoria da vereadora jovem Letícia Almeida, de 16 anos, que representou o Colégio Municipal Doutor Elvino Ferreira na primeira edição da Câmara Jovem, no ano passado. A proposta cria o projeto “Humaniza-se” nas escolas da rede pública municipal.

 

Resultado

Para Wellington Pires, autor da lei que instituiu a Câmara Jovem, a votação oficial do projeto foi um ótimo resultado de todo trabalho realizado com os jovens no ano passado. “A Letícia foi uma dos 19 participantes da Câmara Jovem. Ela que pensou e escreveu a proposta, nós só auxiliamos no aprimoramento dos termos, mas a autoria é dela. Certamente isso me deixa muito satisfeito, pois mostra que estamos alcançando os objetivos”, destacou o vereador, ressaltando que apenas “emprestou” sua assinatura no projeto, seguindo os trâmites regimentais para votação da matéria.

 

Acompanha

Letícia compareceu à sessão para acompanhar de perto a votação. Acompanhada pela mãe Michelle Almeida, a vereadora jovem afirmou que não pensava na possibilidade do projeto entrar em vigor. “Eu fiquei muito feliz com a aprovação do projeto, pois vi que valeu a pena o esforço. Nunca imaginei que poderia de fato se tornar uma lei”, revelou.  A jovem propôs que escolas municipais realizem semestralmente o projeto “Humaniza-se” com debates temáticos envolvendo os alunos. Os objetivos, segundo ela, é despertar o censo crítico dos jovens; promover o respeito ao próximo; além de oferecer mais conhecimento por meio de discussões sobre temas sociais, culturais e econômicos.

 

PCD

Resende abre as comemorações da Semana Municipal de Valorização da Pessoa com Deficiência (PCD) na noite desta quarta-feira, dia 21, no Espaço Z, com homenagem ao cidadão promotor dos direitos das pessoas com deficiência, em ação promovida pela Prefeitura, através da Coordenadoria de Políticas para Pessoas com Deficiência, vinculada a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos. A semana foi Instituída através de Lei de autoria da vereadora Soraia Balieiro (PSB).

 

Mais leis

Conforme destaca a vereadora, além da Lei que criou a Semana Municipal de Valorização da Pessoa com Deficiência, ela também é autora de outras quatro leis com o mesmo foco

 

Em braile

Os cartões de acesso aos transportes públicos podem passar a ser impressos também em braile. É o que determina um projeto de lei 752/19, as deputadas Alana Passos (PSL) e Franciane Motta (MDB), que foi aprovado em segunda discussão pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta quarta-feira (21/08).

 

Tramitação

O texto será encaminhado para o governador Wilson Witzel, que terá até 15 dias úteis para decidir pela sanção ou veto da norma. De acordo com o projeto, os equipamentos para emissão dos cartões, recarga e consulta de saldo também deverão ter dispositivos que garantam a acessibilidade, como teclas em braile e avisos sonoros. Em caso de descumprimento, a norma prevê a aplicação gradativa de sanções, que varia de multas a suspensão e a cassação das licenças de âmbito estadual. A medida produzirá efeitos nos novos contratos de concessão assinados após a publicação da lei.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Muito bom, vereador!

    Agora talvez a APAE de VR não precise ir de píres na mão atrás dos POLITIQUEIROS e vender apoio nas eleições.

    Eu contribuía mensalmente com a APAE. Depois que vi eles abraçados com POLITIQUEIROS, cortei a minha contribuição. Nunca mais verão um centavo meu. Percebi que a minha contribuição estava ajudando a reeleger POLITIQUEIROS.

    • Avatar

      Ainda estou esperando a CMVR explicar como uma empresa (que corre atrás do lucro como ninguém) fez cabeamento GRÁTIS na APAE.

      Quero saber qual a empresa é esta pq o patrão tbm precisa renovar as gambiarras aqui na empresa. Já sugeri o patrão contratar essa TAL empresa para outro serviço para assim ganhar GRATIS um novo cabeamento. KKKKKKK

Untitled Document