>
domingo, 31 de julho de 2022 - 19:34 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Anthony Garotinho e Clarissa “fazem as pazes” com governador do Rio durante convenção do União Brasil

Anthony Garotinho e Clarissa “fazem as pazes” com governador do Rio durante convenção do União Brasil

Matéria publicada em 31 de julho de 2022, 19:34 horas

 


O União Brasil homologou hoje a sua candidatura no Rio para o Senado federal. O nome escolhido foi o de Clarissa Garotinho, atualmente no segundo mandato na Câmara dos Deputados. Com 14 anos de vida pública, Clarissa conseguiu contornar dissidências dentro do partido e atraiu apoio de antigos desafetos da família Garotinho na política fluminense, entre eles os caciques Chiquinho Brazão e Paulo Mello. Outro que selou a paz com Clarissa foi o governador Cláudio Castro, que compareceu à convenção e chamou Clarissa de “minha senadora”:

-O Rio de Janeiro merece um debate melhor para o Senado, e não tenho dúvida que você (Clarissa) fará isso, pela sua qualidade técnica – disse o governador Cláudio Castro, ovacionado por milhares de correligionários do União Brasil e convidados presentes no XPO MAG, o antigo Centro de Convenções Sulamérica, no Centro do Rio. Castro e Clarissa estavam brigados desde que a parlamentar fez críticas públicas ao governador nas redes sociais, há alguns meses.

Clarissa, por sua vez, demonstrou que os atritos com o governador ficaram no passado. Esta semana, ela chegou a ir a eventos com Castro na Baixada Fluminense, ao lado do presidente do diretório estadual do União Brasil, Waguinho, hoje principal fiador da candidatura dela ao Senado. O pai de Clarissa, o ex-governador Anthony Garotinho, também selou a paz com o atual Chefe do Executivo e chegou a dizer, durante a convenção, que irá apoiar Castro, atendendo a um pedido da Executiva Nacional da legenda. Garotinho teve seu nome homologado para concorrer a uma vaga de deputado federal.

O aumento do protagonismo feminino no Senado foi um dos motes citados pelos candidatos do União Brasil presentes à convenção, já que Clarissa Garotinho é a única mulher do Rio disputando a vaga, hoje ocupada por Romário (do PL, partido de Castro). Os dois disputam espaço dentro do espectro de direita do bolsonarismo. Clarissa é também a única evangélica já confirmada na disputa e já deu a entender que vai reforçar, durante a campanha, seus posicionamentos a favor da pauta pró-vida: contra o aborto e pelo aumento das penas para crimes de estupros contra crianças e mulheres.

-Quero continuar lutando no Senado, assim como faço hoje na Câmara dos Deputados, para garantir o direito sagrado à vida. Outra coisa: tenho 14 anos de vida pública sem nada que desabone minha conduta – disse Clarissa, que também falou sobre a intenção de levar ao Senado a discussão sobre uma reparação para o Estado do Rio, que não recebeu o ressarcimento devido por conta da transferência da capital para Brasília, em 1960. Vestida de amarelo e segurando uma bandeira do Brasil, a candidata fez um discurso enfático com vários acenos ao bolsonarismo.

O partido chegou unido em torno do nome de Clarissa, após o presidente do diretório estadual e prefeito de Belford Roxo, Waguinho, ter feito reuniões com antigos desafetos da família no meio da semana, quando pediu o apoio irrestrito à parlamentar. Funcionou. O deputado estadual Thiago Pampolha chegou a chamar Clarissa de “líder”, durante o evento. No meio da semana, Chiquinho Brazão também elogiou a candidata ao Senado. A esposa de Waguinho, a deputada federal e aliada Daniella do Waguinho, reforçou o clima de união:

-A gente precisa de mais espaço de poder para as mulheres. O nosso partido estará apoiando essa grande mulher, que tem história e vai fazer a diferença no Senado -disse Daniella, durante a convenção.

O ex-prefeito Samuca Silva teve sua candidatura confirmada a Deputado Federal: “Quero ser a liderança do Sul Fluminense em Brasília. Estamos sem representantes legítimos da nossa região. Com a experiência como prefeito da maior cidade do sul Fluminense sei os caminhos a percorrer para ajudar nossa região. Pude perceber na pandemia A importância de reabrir o Restaurante Popular e de termos um representante para manter verbas para o município. Quero auxiliar todos municípios da região”, disse Samuca.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document