segunda-feira, 26 de outubro de 2020 - 22:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Bolsonaro: auxílio é “pouco para quem recebe e muito para quem paga”

Bolsonaro: auxílio é “pouco para quem recebe e muito para quem paga”

Matéria publicada em 29 de agosto de 2020, 19:18 horas

 


Presidente estuda prorrogar o benefício até o fim do ano

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro voltou a anunciar hoje (29) que o governo trabalha pela prorrogação do auxílio emergencial até o final do ano, com um valor abaixo dos atuais R$ 600, mas acima de R$ 200,00.

“Sabemos da necessidade daqueles que recebem o auxílio emergencial, e ele é pouco para quem recebe e muito para quem paga”, disse o presidente. “Vocês gastam por mês R$ 50 bilhões neste auxílio. Nós pretendemos com um valor menor, que obviamente não será 600, mas também não será 200, prorrogá-lo até o final do ano”, acrescentou.

Pago em razão da crise econômica provocada pela pandemia de covid-19, a criação do benefício foi aprovada pelo Congresso em março e sancionada pelo presidente no mês seguinte. Os beneficiários aprovados, que incluem desempregados e informais, recebem hoje três parcelas mensais de R$ 600,00.

Taxação do sol

Bolsonaro fez o anúncio no município goiano de Caldas Novas, onde participou hoje (29) da inauguração de uma usina de energia fotovoltaica, junto com o ministro das Minas e Energia, Bento Gonçalves, e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

A usina, com capacidade para iluminar 4.256 casas, foi construída com recursos privados e pertence ao grupo Di Roma, que possui um complexo turístico na cidade goiana, cujo principal atrativo são as águas termais.

No evento, o presidente voltou a se colocar contra a cobrança de taxas sobre geração de energia solar, afirmando que “o sol não será taxado”. Em janeiro, Bolsonaro já havia dito que, após conversas com a cúpula do Congresso, a taxação sobre a atividade estava “sepultada”.

O presidente passou a se posicionar com mais firmeza sobre o assunto depois que uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) previu mudanças nos subsídios para a compensação da energia produzida em usinas fotovoltaicas. A medida foi depois revista.

 

As informações são da Agência Brasil *


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar
    Só pensa em reeleição.

    Bolsonaro está fazendo campanha para 2022 e só pensa nisso. Esqueceu que tem que governar.
    O povo precisa de ajuda, mas não precisa de um populista incompetente.

  2. Avatar

    Temos que faze do Brasil um canteiro de obras para tirar bolsa esmola da população, temos que dar trabalho para o povo, existem um boa parte de pessoas com saúde para trabalhar mais ficaram acostumados com dinheiro do governo, diga-se de passagem dinheiro daquele que trabalha. Com exceção dos idosos maior de 70 anos, de pessoas menor de 16 anos e doentes , todos em que trabalhar.

  3. Avatar

    Nem na América do Sul somos o que mais gastou, o Peru gastou mais levando em consideração ao PIB, 9% contra 8% do país. Concordo com você que não temos um saco sem fundo, mas por outro lado é esse auxilio que está justamente sustentando a economia interna. O problema que a economia já não estava crescendo antes da pandemia, e agora será mais difícil ainda. Agora como sustentar esse justificativa que não tem dinheiro para manter o auxílio, e liberar crédito de 4 bilhões por empresa no caso das montadoras? E ainda ver a Renault aproveitar e tentar fazer demissão em massa? Usar o dinheiro público para rescisão trabalhista? Liberar 1,3 trilhão de reais do depósito compulsório para os bancos, visando ajuda para as pequenas e micros e ver os bancos dificultando empréstimo e utilizando esse dinheiro nos juros escorchantes dos empréstimos pessoais. O problema que ele atende ao mercado e qualquer assunto social gera repulsa nesse governo

  4. Avatar

    Sr Emir : Onde está a seriedade com o trabalho social antes da pandemia?
    O número de bolsas de estudos que foram cortadas.
    E porque o desgoverno realmente não fez um trabalho correto desde o inicio com um programa de levantamento de quem deveria e poderia receber?
    O senhor sendo um brasileiro ,conhecedor de nossa cultura do jeitinho sabe que poderiam ter averiguado por Cpf,Imposto de renda e outras fontes que temos é hoje a verba poderia estar nas mão de quem precisa.
    O senhor viu a proposta de ontem sobre os remédios?
    Ahhh não venha me acusar de ser Petista ou algo parecido por discordar de seus questionamentos e idéias.
    Somente quero uma pátria que realmente abrace o seu povo!
    Esquecendo não irei comparar o Brasil com nenhum outro ,pois é impossível!
    Lembrando:O bom dialogo com respeito e educação traz esclarecimento e crescimento sendo que é o que mais necessitamos com urgência.

  5. Avatar
    A fantástica loja de chocolates.

    Pobre de direita é uma merda.

  6. Avatar

    O dia que o brasileiro aprender lutar pelos seus direitos não ficará mais depende de esmolas.

    • Avatar

      Não só lutar pelos direitos, mas também pela observância dos deveres, porque quem só pensa em direito se esquece dos deveres do que é ser um cidadão… Cobre educação principalmente, educação de qualidade, que com ela o resto se fará, acontecerá naturalmente, a não ser que a genética do povo brasileiro seja mesmo a genética de um povo fadado ao subdesenvolvimento, aí governo nenhum do mundo dá jeito… Um povo educado não se acidenta tanto, não come tão mal, não ocupa tanta vaga de hospital em consequência de suas burrices e maus hábitos, não arrisca a própria vida em atividades criminais e perigosas, não discrimina por saber que o alvo da discriminação também é bem educado, é empreendedor e gera empregos em vez de depender deles, é previdente e sabe poupar recursos para momentos de necessidade… Enfim, a educação por si só já resolve TODOS os problemas de uma sociedade. Um bom exemplo? Procure algo sobre a Coréia do Sul. O que ela era nos anos 70 (bem pior que o BR) e o que é hoje…

    • Avatar

      Sim!Estudar e ter realmente a noção que o político é empregado do povo e não rei que faz o que quer!

  7. Avatar

    E sua obrigação social e com a sociedade?Realmente não esperava nada diferente de vindo desse governo. Porém ainda tem pobre que defenda. Acordem e criem amor próprio e respeito e elejam realmente quem é comprometido com vc e faça por vc!

    • Avatar

      O que vc definiria como comprometimento? Auxílio num valor maior? Tirar de onde, na medida em que são mais de 40 milhões de pessoas recebendo esse auxílio? O governo não é um saco sem fundo de dinheiro, depende de arrecadação de tributos, que obviamente está mais escassa com a menor atividade econômica… Tem gente que fica cobrando do governo coisas absurdas e incongruentes, matematicamente impossíveis. Esses são os que mais dependem do auxílio, pessoas com baixo grau de formação educacional e cultural… Lembrando que o Brasil é o país que mais está gastando recursos para minorar os efeitos da pandemia. Nem país rico está fazendo o mesmo que nós…

    • Avatar

      Então nobre Emir, educação, saúde, estão subeentendidos nos direitos, o dever é andar dentro da constituição.

Untitled Document