terça-feira, 11 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Bolsonaro deixa terapia semi-intensiva

Bolsonaro deixa terapia semi-intensiva

Matéria publicada em 22 de setembro de 2018, 16:19 horas

 


Bolsonaro deixa unidade semi-intensiva mas segue internado

São Paulo – O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) recebeu alta neste sábado (22) da unidade de terapia semi-intensiva, informou boletim médico divulgado nesta tarde.

Segundo a equipe médica do Hospital Israelita Albert Einstein, ele não apresenta dor, febre ou disfunções orgânicas.

Na sexta (21), Bolsonaro começou a ingerir alimentos pastosos em decorrência da recuperação dos movimentos intestinais e teve “ótima aceitação”. Ele está internado no hospital desde o dia 7 de setembro, para onde foi transferido após receber uma facada na região abdominal em Juiz de Fora (MG), quando participava de atividade de campanha no dia 6.

O boletim médico deste sábado informa ainda que ele segue com a recuperação dos movimentos intestinais, recebendo dieta pastosa acompanhada de nutrição endovenosa.

Também estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, com exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. André Luis – A hora da mudança ta chegando, vamos juntos eleger alguém que possa trazer a paz que tanto precisamos.

  2. todocoxinhaamaaCrisBrasil

    Os coxinhas Florindas, viúvas do Aecinho, estão receosos de seus votos, decididos após a facada que blindou o candidato deles. Irão votar errado, de novo.Como diz o leitor, mentes despreparadas, manipuladas facilmente pelos “espertos” canalhas das redes sociais.

  3. Carlos Magno de Oliveira

    Brasileiro é mesmo destruidor da pátria e destruidor de valores, podemos perceber isto em todas as eleições presidenciais. Em 1989 poderíamos eleger o Brizola mais preparado, capacitado e honesto e o eleitor brasileiro por influência dos meios de comunicação que manipula mentes dos despreparados preferiram em sua maioria votar em Lula e Collor.
    Neste ano estamos visualizando a mesma cena, de um lado o radical de direita e despreparado Bolsonaro que se ganhar vai depender das instruções do Paulo Guedes denominado Posto Ipiranga, e em segundo nas intenções de voto o Haddad candidato do Lula que se ganhar vai depender das instruções do chefe.
    É mesmo ridículo o eleitor brasileiro, sem consciência e por estarem indignados com a corrupção preferem o voto de protesto tipo Tiririca.
    Mostram assim que não amam o Brasil e contribuem para quem tem filhos viverem numa nação ainda colonia dos interesses internacionais.

  4. Bozo já faz discurso de ódio sem o auxílio de aparelhos…

Untitled Document