sábado, 7 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Bolsonaro faz amanhã primeira reunião ministerial após assumir governo

Bolsonaro faz amanhã primeira reunião ministerial após assumir governo

Matéria publicada em 2 de janeiro de 2019, 19:29 horas

 


Brasília- Dois dias depois de assumir o poder, o presidente Jair Bolsonaro fará a primeira reunião ministerial com sua equipe. Ele marcou para amanhã (3), a partir das 9h, a conversa com os 22 ministros. O chefe da Casa Civil da Presidência da República, ministro Onyx Lorenzoni, confirmou hoje (2) a informação. Segundo Onyx, serão discutidas as primeiras ações de governo.

A reunião ocorre após a publicação da Medida Provisória (MP) 870, que define a reestruturação do governo e os detalhes sobre as atribuições de cada pasta e prioridades das áreas específicas.

Às vésperas da posse, o presidente da República reiterou que sua intenção é revogar atos que, na sua avaliação, geram mais burocracia para o Estado.

Na transmissão de cargo nesta quarta-feira, Onyx propôs um “pacto político” entre governo e oposição. “Teremos bons ouvidos para aqueles que se opõem ao nosso governo”, disse o ministro, informando que as “disputas ideológicas podem e devem ser travadas”.

Também durante a cerimônia de transmissão de cargo, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, disse que, na sua opinião, a proposta de reforma da Previdência apresentada na gestão Temer deve ser reavaliada. Ele esclareceu que este era seu ponto de vista e que a questão não tem unanimidade dentro do governo.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a sua gestão será centrada em quatro pilares: abertura da economia, simplificação de impostos, privatizações e reforma da Previdência, acompanhada da descentralização de recursos para estados e municípios. Ele destacou que o novo governo pretende dar importância ao capital humano – como os economistas chamam o investimento em capacitação do cidadão.

Para o ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro, as prioridades se concentram em medidas de combate à corrupção e à violência.

*Por Agência Brasil


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar
    CAÇADOR DE HIPOCRITAS

    OS MAIS DE 10. 000 DIAS DO BOZONARO COMO DEPUTADO,TRABALHOU MUITO………………………..me esqueci, quem trabalhava eram os assessores KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Avatar

    Quem senta nas cadeiras do poder ,já vendeu a alma faz tempo , pessoas que primam pela honradez ao por o pé na política se deparam com todo o tipo de anomalia de caráter ao redor ou se submete a isso ou mete o pé.

  3. Avatar

    O problema de todo brasileiro é dar palpite no trabalho dos outros. Se vocês sabem as respostas para todos os problemas do Brasil, vai lá e senta na cadeira do Presidente. Quem sabe , consegue resolver. Pra criticar é preciso apresentar solução.

  4. Avatar

    Será que finalmente o Sr. Bolsonaro vai se comportar como chefe de estado e parar com esse clima de campanha eleitoral que já devia ter terminado desde 28 de outubro? É só blá blá blá para ficar “jogando” para a platéia. Isso o tempo todo pode travar o governo. O plano que deveria ser apresentado lá no começo da campanha até agora nada.
    Além disso ele e seus ministros e um monte de secretários já estão recebendo desde ontem, dia 1°., e parece que só vão começar a trabalhar amanhã, no terceiro dia. Dois dias só de discursos é dose.

    • Avatar

      Necessário o sr. saber perder.
      Vamos viver nova era.

    • Avatar

      Eu queria votar no Lula mas ele está preso!!!

    • Avatar

      Roberto, o PT nunca trabalhou pelo Brasil, ficou 13 anos e meio roubando o país! E agora você está preocupado que o Jair Bolsonaro não trabalhou no primeiro dia!
      E os 162 meses que o PT estava no poder roubando no Mensalão, Petrolão, Correios, BNDES, etc.. isso dá 4860 dias sem trabalho… E você…. Roberto…. não viu nada…. não ficou sabendo disso…. não estava nem aí!
      O que dize da ignorância dos vermelhos?!!
      Como diria o ex-senador Mão Santa: “A ignorância é audaciosa!”….

Untitled Document