domingo, 21 de abril de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Defesa de Lula faz novo pedido de liberdade, citando suspeição de Moro

Defesa de Lula faz novo pedido de liberdade, citando suspeição de Moro

Matéria publicada em 5 de novembro de 2018, 14:19 horas

 


Defesa de Lula tenta novamente a soltura do ex-presidente


Brasília –
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um novo pedido de liberdade no Supremo Tribunal Federal (STF), argumentando que a ida do juiz Sergio Moro para o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro demonstra parcialidade do magistrado e também que ele agiu “politicamente”.

Os advogados de Lula querem que seja reconhecida a suspeição de Moro para julgar processos contra o ex-presidente e que sejam considerados nulos todos os atos processuais que resultaram na condenação no caso do tríplex do Guarujá (SP).

O pedido ainda requer que sejam suspensas outras ações penais contra Lula que estavam sob a responsabilidade de Moro, como as que tratam de suposto favorecimento por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP) e de supostas propinas da empresa Odebrecht. Nesta última, o depoimento do ex-presidente está marcado para 14 de novembro.

“Lula está sendo vítima de verdadeira caçada judicial entabulada por um agente togado que se utilizou indevidamente de expedientes jurídicos para perseguir politicamente um cidadão, buscando nulificar, uma a uma, suas liberdades e seus direitos”, afirmam os advogados.
Ao pedir pela liberdade de Lula, os advogados afirmam ainda que o Supremo deve ser imune a pressões externas resultantes do clamor popular. “A História (em maiúsculo) não acaba em 2018. Juízes justiceiros vêm e vão. O Supremo Tribunal Federal permanece”, escreveram os advogados.

A defesa cita ao menos 33 atos de Moro que demonstrariam sua parcialidade para julgar Lula, entre eles a divulgação da delação premiada do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, cujo sigilo foi retirado pelo juiz a poucos dias do primeiro turno das eleições deste ano. Caberá a relator, ministro Edson Fachin, decidir se os argumentos justificam a soltura do ex-presidente.

Nesta segunda-feira, Moro saiu de férias, após ter aceitado, na semana passada, assumir o Ministério da Justiça no governo Bolsonaro. O magistrado já se afastou de todos os casos da Lava Jato, que são assumidos interinamente pela juíza substituta da 13ª Vara Federal de Curitiba, Gabriela Hardt.

Lula está preso desde 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal 4ª Região (TRF4), que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Avatar

    É isso aí Bolsonaro , prendeu seu futuro adversário que tinha para vencer a eleição . Moro , fique tranquilo . Vc prendeu o inimigo do Bolsonaro . Agora é a hora da recompensa. Lula corre atrás , Pois a decisão foi política . Um juíz não pode se aliar a um inimigo do réu que foi condenado por si próprio . Lula tem tudo Prá ser solto . O réu foi condenado politicamente.

  2. Avatar

    Não desiste nunca, sempre levantando tese, gerando fatos novos, mas agora chega, acredito que esses recursos deva ter um fim, ou não ?. Lula, falta pouco para sair no semi aberto, aguenta firme companheiro, aluta continua……

  3. Avatar

    O sujeito que defeca em todos comentários é um caso perdido , apenas a morte para aliviar do fardo desta doença incurável.

  4. Avatar

    Mesmo que se consiga comprovar algum interesse pessoal de Moro no enlance com Bolsonaro, que sequer era cogitado para assumir a presidência na época, há ainda as decisões colegiadas dos tribunais superiores que referendaram a sentença de Moro…

    PEDE O VAR!!!!

    • Avatar

      Na época Moro com Bolsonaro não, só com os Tucanos, conforme muitas fotos que circularam na mídia, a mais famosa com o multi delatado Aécio Neves, o Mineirinho da lista da Odebrecht. Mas como o PSDB fracassou, o que sobrou para o midiático juiz de Curitiba foi o capitão, que herdou o 1°. lugar. Moro atirou no que viu e acertou no que não viu.

    • Avatar

      “O Lula está preso, babaca….”. Todos os tribunais declararam Lula culpado, mas o idólatra acha que Lula está acima do bem e do mal! O idólatra acha que o deus dele é inocente!
      Eu fico com Bolsonaro: “Deus acima de todos!”…

    • Avatar

      Bolsonaro é favorável ao merecimento, ao mérito. Numa empresa bem administrada tbm é assim… Quem é bom naquilo que faz merece reconhecimento, simples assim… Moro fez aquilo que pouquíssimas pessoas, inclusive seus sórdidos detratores, teriam coragem de fazer: penhorar a própria cabeça pela causa comum….

  5. Avatar

    Vendo que o perdão presidencial não sai mais, estratégia é recorrer a outras frentes, até parece que o Moro só condenou esse sujeito aí, faz-se de vítima, mas é um grande vilão, se esse sujeito leu alguma coisa na vida pode ter certeza que foi obras de Nicolau Maquiavel.

  6. Avatar

    No Juízo Final, quando Deus separar os condenados à esquerda e os salvo à direita, os advogados do Lula vão reclamar que o PT está à esquerda! Aí eles não vão conseguir recorrer à nenhuma Instância Superior e terão uma sentença eterna!
    Aí os petistas verão que Deus existe, no entanto, será tarde demais!
    Palavra do Senhor:
    Graças à Deus!

Untitled Document