domingo, 5 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / MP tenta quebra de sigilo de celulares no caso Marielle

MP tenta quebra de sigilo de celulares no caso Marielle

Matéria publicada em 30 de maio de 2020, 10:10 horas

 


Rio de Janeiro – Depois de vencer a queda de braço contra a federalização do caso Marielle no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Ministério Público do Estado do Rio (MP RJ) espera agora que uma segunda vitória, na mesma Corte, o ajude a solucionar o crime. Tramita em segredo de Justiça no STJ um recurso ajuizado pelas empresas Google Brasil Internet Ltda. e Google LLC contra uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio que determinou a quebra de sigilo telefônico e de dados de geolocalização de todos que passaram pelo pedágio da Via Transolímpica, que liga o Recreio a Deodoro, num intervalo de 15 minutos do dia 2 de dezembro de 2018.

Foi naquela data que um Cobalt prata, idêntico ao usado na emboscada contra a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes no dia 14 de março de 2018, foi visto pela última vez. Câmeras do pedágio flagraram o veículo, mas não foi possível ver quem estava a bordo.

Essa pode ser uma das formas, no ponto de vista das promotoras do caso, de se chegar ao mandante do crime ou mesmo obter mais provas contra Ronnie Lessa e Elcio de Queiroz, apontados como autores do duplo assassinato.

Só com a quebra do sigilo dos celulares e dos dados de geolocalização seria possível chegará pessoa que estava usando o carro em 2 de dezembro de 2018. No entanto, apesar de a Justiça fluminense autorizara ação,as empresas Google Brasil Internet Ltda. e Google LLC recorreram da decisão, impetrando recurso no STJ.

As empresas alegaram que, se fornecessem os dados, estariam violando a privacidade e a intimidade dos usuários. Sustentaram ainda a tese de que a ordem de quebra de sigilo seria genérica, “vedada pela Constituição e pela legislação” do Marco Civil cia Internet. “Não comentamos casos específicos. Gostaríamos de dizer que protegemos vigorosamente a privacidade dos nossos usuários ao mesmo tempo em que buscamos apoiar o importante trabalho das autoridades investigativas, desde que os pedidos sejam feitos respeitando preceitos constitucionais e legais”, diz uma nota emitida em conjunto.

No STJ, o esforço é para que o julgamento aconteça ainda em junho. O relator do caso é o ministro Rogério Schietti, um dos oito que votaram a favor da permanência das investigações com a Polícia Civil e o MPRJ.

PROCURADOR SE MANIFESTA

Ao comentar o resultado de um julgamento realizado na última quarta-feira, no qual a 3ª Turma do STJ rejeitou por unanimidade (oito votos a zero) um pedido de federalização da investigação do crime, o procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem, disse que pode “afiançar aos familiares das vítimas, aos brasileiros e a todos os interessados na solução desse importante caso que tudo que está ao nosso alcance tem sido feito e que ainda daremos respostas efetivas e concretas nesse caso”.

Para Gussem, o resultado unânime fala por si:

-O instituto do Incidente de Deslocamento de Competência (IDC) existe para evitar injustiças, e não para produzir injustiças. Marielle Franco era uma voz da sociedade, uma defensora dos direitos humanos, e, juntamente com seu motorista, Anderson Gomes, não mereciam ser alvo de um ato tão cruel e covarde como o que os vitimou.

O pedido de federalização havia sido protocolado em setembro do ano passado pela então procuradora-geral da República Raquel Dodge, sob argumentação de “inércia” por parte de autoridades fluminenses encarregadas de elucidar o crime.

O Globo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Avatar

    Concordo com o Metalurgico, este caso da Mariele é para tirar o foco do povo, Pessoas morrendo e vem falar de Mariele, me poupem.Faz uma estátua pra ela e pronto.

  2. Avatar

    Este caso Mariele ja deu no saco. O caso agora é sobreviver ao Covid19, com tantos roubos e politicagem.Querem é tirar o foco dos problemas do RJ , esqueçam essa Mariele deixem ela descansar e m paz e foquem nas pessoas que realmente precisam, que lutam pela vida. Chega de Mariele.

  3. Avatar

    Indignada
    30 de maio de 2020 em 16:58, uma zé ninguém com letra minúscula mesmo. E que civilidade você se refere? A que roubou o país por décadas? A não ser que você esteja mamando dinheiro público, participando da sacanagem, tudo bem. Fora isso é outra zé ninguém, massa de manobra política que nem sabe o que faz na Terra.

  4. Avatar

    Nossa como aparecem entendidos em inquéritos e Peritos amadores nesses comentários
    Por acaso Algum Vereador presta pra alguma coisa?? kkkkk
    Aqui em Volta Redonda mesmo temos 21 INOPERANTES VEREADORES!!
    Um Absurdo isso, devem estar vendo TV Globo 24 horas por dia ! kkk
    Daqui a pouco vao dizer que o Motorista dela morreu de Covid-19

  5. Avatar

    So comentarios retardados. Q nojo. Perda de tempo. Fui.

  6. Avatar

    Pessoal comentando aqui que o presidente Bolsonaro deve tá com medo, pois tá envolvido. Volte ao tempo. Tente se lembrar quem era Mariele antes de morrer. Uma Zé Ninguém. Só os playboys Zé Droguinha conheciam ela, e olhe lá. Pra que Bolsonaro iria querer matar essa mulher, que até ser assassinada, era uma insignificante política…

    • Avatar

      Por isso que ela é GRANDE!Como MULHER, NEGRA E ELEITA!Sua insignificância é que incômoda!Leia toda trajetória de vida e o quanto é merecedora!O que incômoda o senhor é saber que o senhor que vc votou é totalmente indicado como um dos mandantes. Chora não!Bons ventos estão trazendo a civilidade novamente a sociedade!

    • Avatar
      Moro Conjo ( ex-herói dos tolos ).

      Na verdade, Mariele era uma política que tinha coragem de encarar milicianos, desafiar corruptos. promover ações sociais mas populações mais pobres e , certamente seria eleita para um cargo político mais elevado, tirando a vaga de corruptos e mentirosos, que se elegeram enganando trouxas como você. Incomodava tanto a bandidagem geral que queriam e conseguiram matá-la. Se você, meucaro, fosse mais crítico ao ler notícias, tivesse opinião própria e metade da coragem da Mariele, não ficaria aí mastigando pelo cérebro retardado e defecando pela boca, as fake news que engole pelo traseiro.

    • Avatar

      TOMA !!! Podia ir dormir sem essa. Você é um frustrado que mal deve ter o carinho de sua própria familia, eu duvido que você seja capaz de se candidatar e, por conta do que você já fez na vida, conseguir 2.000 votos (se sim, vc já deveria ter se transformado em vereador aqui em VR). Mariele consegui 54.500 votos sendo uma mulher da favela, sendo que mais de 50.000 desses votos foram distante da area dela. Aqui em VR ninguém consegue 4.000 votos. Tamanha era a importancia dela, que ela foi assassinada no crime mais elaborado da hist´oria deste país, tamanha era sua figura que o partido dela elegeu 4 deputadas (3 estaduais e uma federal), ou seja, quem matou Mariele pariu outras 4 Marielles (sim, todas as 4 eleitas negras com as mesmas pautas) e tamanho é o símbolo dela, q da uma circulada da zona oeste, passando por zona norte, centro e depois zona sul e observe a quantidade de pichações em homenagem a ela. Depois pesquise no google ai as homenagens na Europa. Isso se vc quer mesmo ter a noção do quanto alienado e babão você é nas ideias.

  7. Avatar

    O caso da Marielle é emblemático. Foi planejado e executado por profissionais e conta com o apoio de autoridades. Desvendar esse crime é fundamental para desbaratar uma quadrilha que é violenta e exerce forte relação política.

  8. Avatar

    Fake news

    Ameaça de golpe

    E agora mais essa
    A familicia bozonara vai precisar de muito chá de ameixa pra conseguir cagar

  9. Avatar

    Isso vai chegar nos milicianos Bozo e filhos.

  10. Avatar

    É o bicho está pegando para família Bolsonaro …

Untitled Document