quarta-feira, 24 de abril de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Opinião / A Pátria é o limite

A Pátria é o limite

Matéria publicada em 22 de março de 2019, 21:59 horas

 


A despeito de uma duvidosa pesquisa acerca da popularidade do Presidente publicada pelo execrável Instituto que colaborou com a fraude contra Bolsonaro nas eleições de 2018 e comprada pelo “Sistema Goebells”, sopra sobre o Brasil, de norte ao sul, um ar benigno, isto é, uma segura brisa de esperança. As camadas mais aquinhoadas da população estão sentindo e prevendo a chegada de um bom tempo, conquanto seja realmente uma sensação recente. Os mais pobres não, por conta do enorme sofrimento que lhes foi imposto há mais de três décadas. Todavia, avalio que, em razão de uma intuição natural, o povão já desconfie da chegada de um clima de mudança como nunca visto anteriormente.

A rigor, temos que considerar que o caminho longo e extremamente difícil que ainda temos pela frente até que o Brasil se veja livre do perigo em que foi lançado é realmente o que devemos trilhar, sem dúvida. Por mais que os maus e a vermelhada tentem, por mais que o antigo establishement trame e resista o projeto Bolsonaro não vai dar para trás. Muito pelo contrário, só vai avançar. Depois do sucesso estrondoso da nova aliança entre o Brasil e os Estados Unidos, o mundo livre e civilizado vai acolher de braços abertos o ressurgimento do “Gigante da América do Sul”.

O “Sistema Goebells” escondeu o quanto pôde as notícias relativas ao encontro Brasil/Estados Unidos. Contudo, como matéria desinfluente e secundária, se viu obrigada a veicular: i) a nova posição do País no cenário internacional, compatível com sua liderança e protagonismo geopolítico e econômico; ii) os acordos comerciais celebrados nas áreas da agricultura, de tecnologia, de segurança etc. Também escondeu tudo quanto ao retorno da confiança internacional que nos traz os megas investidores, além da nova colaboração que se firmará entre o Ministério de Sergio Moro com a poderosa CIA americana que já deixou os corruptos daqui de cabelo em pé. Como gato sobre brasas, passou por cima das deferências especialíssimas oferecidas pelo Governo americano ao Chefe de Estado Brasileiro e a sua comitiva, tal como a hospedagem na Blair House, o mais reservado hotel do Mundo e tudo às expensas do Governo da EUA, sem falar na inédita reunião no Salão Oval da Casa Branca, da indicação do Brasil para o status de aliado próximo da OTAN e do apoio de Trump para a entrada do Brasil na OCDE, o “clube dos países ricos”.
A entrada do Brasil na OCDE, largando de mão a OMC dominada pelos socialistas, por assim dizer, carimba o Brasil como um país que é visto com outros olhos pelos grandes investidores estrangeiros. O status de aliado próximo da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e no futuro como membro pleno da Aliança, nos leva a benefícios na cooperação militar, na compra de equipamentos norte-americanos ou de outros aliados da OTAN, na venda de material bélico brasileiro, na venda de aeronaves da Embraer e em diversos outros negócios. Respondam-me os energúmenos da esquerda: quem de Sarney a Temer conseguiria tanto em tão pouco tempo?
Sem embargo de tudo, penso que não temos ainda o melhor dos cenários, porém considero que um Planalto cooptado pela gentalha de Lula e de Dilma isto será agora, no mínimo, impensável. Estamos longe também de ter um Congresso livre de bandidos de colarinho branco, mas o legislativo prisioneiro de Sarney, de Renan ou de um Eduardo Cunha, por exemplo, penso que nunca mais teremos. Ainda nos envergonhamos muito do Judiciário que nos atazana e mantém a sociedade em sobressaltos, mas é certo que esse poder no qual mandam e desmandam – que mais desmandam do que mandam e ou bem decidem – os execráveis “Mandarins Solta Bandidos” está com os dias contados.
Falando do executivo, a perseguição doentia é tão grande que ultrapassou as barreiras domésticas. A Fox News entrevistou Bolsonaro durante sua visita aos Estados Unidos e, ao invés de tratar de assuntos importantes relativos a esta histórica visita de um Presidente Brasileiro à Nação mais poderosa do Mundo (digo assim para a “esquerdalha” arder de ódio), por muito tempo se ocupou das detrações e das mentiras assacadas contra o Capitão. O Brasil é quem perde com isto, porém aqueles bandidos pouco se importam. Até sobre o caso do assassinato de uma insignificante parlamentar municipal, ocorrido por conta de briga de quadrilhas de traficantes ou milicianos o Presidente foi questionado no exterior e obrigado a esclarecer.
O alvo não é só o Presidente. Sua equipe é diariamente detratada e há uma trama sórdida no sentido de disseminar a intriga e a cizânia no meio da mesma. Desde logo alerto que vão se dar muito mal com os generais de Bolsonaro que, por enquanto, estão, com humildade, pedindo que a extrema imprensa pare de incitar o Congresso para a prática da maldita negociata em troca de cargos por votos, mas só por enquanto, porque depois…
Os patifes estão tontos com o sucesso surpreendente deste governo. As duas mais importantes reformas estruturais vão ser aprovadas, os investidores estão festejando o fim do atraso socialista e da corrupção sistêmica da “petralhada”; a bolsa bate o Record histórico dos 100 mil e como se ainda não bastasse o Professor Paulo Guedes discursando em Washington, na US Chamber of Commerce (a Câmara de Comércio Americana), deu mais uma vez um show internacional desmistificando as burras críticas no sentido de que a política externa deste governo iria estupidamente se subjugar ao tal surrado e démodé “imperialismo yank”, desmoralizando completamente os “esquizoides azevedos” e os “barbichinhas de souza” da vida que, junto ao “dementão magnóli” da “Goebells”, torcem desesperadamente contra o Brasil, por pura inveja do grande Chanceler de Bolsonaro e profundo despeito em relação ao extraordinário Olavo de Carvalho. Fazer o quê? Os cães não param de ladrar.
Os vermelhos não conseguem enxergar a grandiosidade do “Projeto Bolsonaro”, que há muito vem sendo gestado. Estou rindo a bandeiras despregadas dos bobocas que insistem em criticar a atuação dos competentes filhos de Bolsonaro. Gostavam mais dos filhos de Lula. São bons políticos, legítimos representantes do povo e com muito voto. Muitos votos. Donald Trump chamou Eduardo Bolsonaro para o histórico encontro Brasil/Estados Unidos no Salão Oval da Casa Branca e pessoalmente elogiou a atuação política do garoto. Vai engolindo “petralhada” e adeus ao “Foro de São Paulo” de FHC, de Lula, de Zé Dirceu, de Castro, de Chaves, de Maduro e de outros que tais.
Conquanto o nosso Congresso não se revele totalmente confiável ainda, penso que os soldados de Bolsonaro e principalmente a nova geração de parlamentares não vão decepcionar. Pode escorregar aqui ou acolá; pode um debiloide dar um “ataque de pelanca”, mas não terá coragem nem autoridade moral para desafiar quem tem a legitimidade e a força. Muita força.
O problema maior é o Judiciário. Isto sim é preocupante na medida em que a lei, a ordem e a estabilidade jurídica estão sendo petulantemente desafiadas pelos asseclas dos presidentes corruptos que os nomearam para a Suprema Corte. Depois da decisão relativa ao julgamento dos crimes conexos com o de caixa dois, que rapidamente beneficiou o “bandidinho Lindbergh”; à vista do crime de injúria e de difamação perpetrado por um “Mandarim Solta Bandido” em cadeia nacional e no Plenário do STF, bem como da petulante manobra de um ex-serviçal do bandidaço Zé Dirceu, objetivando coagir toda uma classe de Operadores do Direito tanto quanto constranger quem exige que se instale a Operação Lava Toga, não paira a menor dúvida de que o lado podre do Judiciário partiu para o confronto e quer colocar na rua não só o “Ogro Encarcerado”, mas todos os bandidos de colarinho branco presos pelo Brasil afora. Eis aí o sinal claro que os vermelhos ansiavam para deflagrar a tal prometida resistência que começa por violar a vontade soberana do povo que majoritariamente elegeu Jair Bolsonaro.
Não temo as bazófias brandidas por indicados de corruptos ou mais propriamente as vãs ameaças de um lambaio do “Grande Corrupto dos Porões do Jaburu”, preso dias atrás. O ataque do STF contra a segurança jurídica no País e sua afronta à Operação Lava Jato, através de um Decreto do Presidente do STF que “analfa” algum em direito assinaria na medida em que manda instaurar um inquérito violando frontalmente a vedação constitucional relativa ao “juizado de inquisição”, são medidas que vão ser atalhadas, de uma forma ou de outra. O destemido Deltan Dallagnol é profundo conhecedor do direito, um verdadeiro gênio a serviço do Brasil e arquitetou um novo procedimento para a Lava Jato com relação ao famigerado caixa dois. Além disso, confio no herói nacional Sergio Moro porque todas as vezes que o Supremo tentou pular a cerca ele abateu os “puladores” ainda no ar. Agora, com a palavra o Presidente Jair Bolsonaro.
A nova era é maravilhosamente promissora. Entretanto não podemos continuar permitindo que sejamos insultados o tempo todo. Está chegando a hora Senhor Presidente! E chega muito mais cedo do que se esperava A luta dos seus quase 60 milhões de apoiadores foi terrível. O Capitão e os seus filhos são quem melhor sabem disto. Há que se por limites naquela gente do mau e a Pátria é o limite porque o Brasil está realmente acima de todos. É a Pátria, somente a ela, que o Senhor e os cidadãos de honra deste País um dia juraram lealdade.

José Maurício de Barcellos, ex Consultor Jurídico da CPRM-MME, é advogado. Email: bppconsultores@uol.com.br.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. Avatar

    21000 virou 159 ,haja fake news.

  2. Avatar

    Cuidado capitão, Mourão de prontidão!!!!!!!!O mercado já está vendo que você não vai entregar o que prometeu.

  3. Avatar
    Caçador de hipossuficiência mental

    Ele já defendeu Collor,passou para o príncipe da privataria,foi de santo duas vezes,careca, mineirinho ,disse que vampiro,gato angorá e caranguejo eram o caminho e seus malvados favoritos e agora está chupando saco de laranja, não dá para levar isso a sério.

    • Avatar

      Verdade. ” Há de se por limites naquela gente do mau”. Quer dizer, quem não concorda com discursos lunáticos tem q ser abatido ? Agora em ralação a famigerada caixa 2, o braço direito do Bozzo foi pego no cx 2 e perdoado pelo ministro miojo( só é duro quando fora da panela).

  4. Avatar

    Existe aqui nos comentários do D.V, obviamente, uma espantosa gritaria contra tudo o que o governo Bolsonaro fez, acha que deve fazer ou está fazendo; é possível que nunca tenha havido na história deste país tanta indignação por parte de adversários em relação à quaisquer gestos do presidente e de sua equipe, por mais cômicos, banais e irrelevantes que possam ser. Condena-se tudo, quase sem exceção, incluindo-se aquilo que se imagina que estejam pensando. Mais aí é que está…. Isso é fumaça de gelo-seco, que ocupa a maior parte dos comentários aqui no D.V, mas se desmancha sozinha; não sai correndo atrás de ninguém nem machuca quem fica só olhando…
    O pessoal aqui fala mal do José Maurício de Barcellos, no entanto, na verdade, é gente falando mal do governo, por não gostar de nenhuma das posturas que o levaram a ser eleito. Não gostava antes da eleição, continua não gostando agora, e o mais provável é que não venha a gostar nunca. Mas isso é apenas liberdade de pensamento, que acaba vindo a público porque existe liberdade de expressão – e porque essa liberdade se manifesta através do ‘Diário do Vale’ em que Jair Bolsonaro e o seu mundo mental são detestados…
    O que dizer daqueles que criticam Bolsonaro e sua equipe, e que continuam apoiando o governo petista, que deixou duas heranças para o Brasil: Maior Crise Econômica que o país já teve e o Maior Esquema Mundial de Corrupção já ocorrido no mundo desde Adão e Eva?!!!

    • Avatar

      Não tem como elogiar o “governo” do mijair nazinaro fascista , só trapalhada , bajulação grosseira e simplória ao trumpete , defende o indefensável Pinochet. Quem gosta de torturador é masoquista Quem quiser assistir na Netflix tem um bom filme sobre o Pinochet, o título é A Colônia, podem assistir é bom mesmo. A crise brasileira teve duas causas conexas e básicas:
      1ª foi a quebra do sistema financeiro nos EUA em 2008, provocada pela especulação financeira imobiliária, foi uma crise que repercutiu em todos os países capitalistas e o Brasil é e sempre foi um país capitalista, diferentemente do que diz o lunático na Presidência, ele, o lunático, diz que o Brasil era socialista na época do PT.
      2ª Para evitar o acirramento da crise e manter empregos o PT cometeu um erro, fez desoneração fiscal para empresas e isto foi aumentando o déficit fiscal, ou seja, em busca de manter empregos os governos petistas diminuíram a arrecadação, enquanto os gastos aumentavam até por causa do cenário internacional desfavorável.
      Não é a corrupção que causou crise, porque corrupção sempre houve e há em todos os países, em maior ou menor escala, basta pesquisar. Aqui no Brasil, na época do Império se dizia:”Quem furta pouco é ladrão. Quem furta muito é barão. Quem mais furta e esconde, passa de barão a visconde”. Ou alguém aqui é ingênuo igual ao Guto e acha que nos EUA, na Alemanha , em Portugal, etc, é todo mundo certinho, os governos são todos santos éticos abnegados da causa pública???? Claro que as pessoas com bom senso concordarão, que corrupção existia e muito na ditadura civil-militar, tem até alguns casos conhecidos: o caso Capemi (Caixa de Pecúlio dos Militares) , o caso Coroa-Brastel ( aquele do Delfim Neto) , o Escândalo da Mandioca ( envolvendo o Banco do Brasil), o Escândalo das Jóias ( aquele do Ministro Abi-Ackel contrabando de jóias e diamantes, muitos outros conhecidos e muitos outros que nunca serão porque não havia imprensa livre.
      Senhor Guto, eu poderia lhe dar mais aulas, o senhor teria que me pagar, mas sei que vc é um escravocrata e gosta do trabalho cativo, como não gosto de senhores de engenho e abomino a escravidão. Paro por aqui, escrevi em respeito às pessoas que leem, tem muita gente boa neste país, até mesmo entre aqueles que votaram neste nazista que está no poder tem gente boa, votou às vezes por ingenuidade, por revolta, por ter sido manipulado pro redes sociais e fake news, por ignorância e até por burrice mesmo; mas o senhor não tem jeito, quem é escravocrata, não aceita a abolição.

    • Avatar

      Seu ídolo de barro está derretendo kkkkkkkk. Pegue bastante caixas de Izordil e Rivotril, na farmácia popular, porquê agora é ladeira abaixo kkkkkkk

  5. Avatar

    Ele esqueceu de dizer que o Bolsonaro extinguiu mais de 21.000 cargos comissionados e ainda tem aberto 3.700 cargos comissionados para Administradores Públicos profissionais que não têm problemas com a justiça.

    Todos os governos estaduais e municipais deviam seguir o exemplo que vem de cima, em VR principalmente.

    • Avatar

      Só não explicou o dinheiro da Micheque, do Flavinho Rio Das Pedras das miilissas, do Queiroz (traz um didndin p nós). .. ……

    • Avatar

      Vc como sempre está mal informado, ou mal intencionado, coincidentemente foi publicado hoje em site de jornal de grande circulação no país que dos 21000 cargos comissionados que ele prometeu extinguir só foram extintos 159. Na Venezuela tem um que já está “Maduro”, mas do jeito que as coisas andam o daqui cai antes dele.

  6. Avatar

    Esse trio é porreta, Barcellos,Olavo e Carlos Guto.

  7. Avatar

    Arrumem uma camisa de força pra esse homem, o coitado pode se machucar ou machucar os outros, depois que ele passar uns tempos numa clínica vai melhorar, torço por sua recuperação. Deus será misericordioso e lhe dará a cura. Rezemos todos unidos. Se não fosse a doença, até que ele sabe escrever. Amém.

Untitled Document