sexta-feira, 20 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Opinião / Vai ter marmelada?

Vai ter marmelada?

Matéria publicada em 14 de março de 2019, 23:12 horas

 


Foram encaminhados ao Congresso Nacional os projetos de reforma da previdência, de combate à corrupção e ao crime organizado. Como era de se esperar, o antigo establishment se prepara para luta. Já não se fala de outra coisa. A canalhada de Brasília só pensa na grande chance para garrotilhar o Capitão e subjugá-lo ao jogo sujo da comercialização do voto. As moedas deste comércio maldito todos conhecem: são o dinheiro e os cargos públicos. Por conta disso lembrei-me do velho bordão do circo de antigamente e o parodiando pergunto: “Hoje vai ter marmelada? Vão tentar sim senhor! E o palhaço quem é? Somos todos nós, meu sinhô!”.
Tenho certeza de que ainda ecoa nos ouvidos dos quase 60 milhões de patriotas que elegeram o atual Presidente do Brasil, um dos grandes compromissos públicos assumido por Bolsonaro e espalhado pelos quatro cantos do País por seus correligionários, no sentido de que a nova equipe ministerial e os cargos na máquina governamental prescindiriam das nefastas e nefandas indicações dos partidos políticos. Durante a campanha eleitoral o Capitão avisou aos políticos que não haveria negociatas. Que nenhuma daquelas sociedades de celerados teria um só ministério para explorar e manipular como se seu fosse, nem cargos públicos para chamarem de seu. Isto de fato isto aconteceu até aqui, o que é reconfortante.
Ocorre que os partidos – quer de esquerda quer de direita ou de centro – bem como também as corporações do serviço público além do empresariado safado e da imprensa chupim dos cofres públicos, diante daquele enorme tabefe cívico enlouqueceram completamente. A pergunta era: o que fazer para continuar explorando e sugando o Brasil como sempre fizeram durante a velha política, derrubada em outubro de 2018? Aí, então, uma campanha insidiosa e perversa começou como estamos assistindo e os canastrões de sempre colocaram seus blocos na rua.
Os Conglomerados das Comunicações, liderados pelo “Sistema Goebells”, aturdidos saíram estampando e dizendo pela mídia tradicional que o “tosco Bolsonaro” vai ter que voltar atrás porque desdenhou a classe política à qual não conferiu peso algum ou relevância; que sua pretensiosa autossuficiência resultaria em um desastre; que essa história de um pacto em torno de ideias ou de um projeto em prol da Nação seria no mínimo ridícula; que o Congresso, mesmo renovado e expurgado de uma grande quantidade de ladrões (ou vermelhos), não abrirá mão de seus interesses, benesses e regalias.
Tudo isso é propagado todo santo dia pela extrema imprensa, e os arautos do mal vão reverberando aquilo que o Capitão deve ou não deve fazer e sempre com o mesmo propósito: firmar o entendimento de que o Presidente da República e seus Ministros, mormente os mais próximos, terão que conviver e deferir as tais discutibilíssimas “emendas parlamentares” – geralmente transformadas em excrecência antirrepublicana – e manter a máquina pública cativa do legislativo, através do loteamento de cargos no governo.
Se antes as maiorias dos deformadores de opinião torciam pela mantença da velha politicagem, agora apostam que o Planalto vai capitular e que toda aquela vergonheira que se viu nos governos de Sarney a Temer acontecerá novamente. Cada projeto, cada proposta, cada ação ou política de governo, por mais imprescindível que seja há que ser paga a peso de ouro e satisfazendo às calhordas indicações da classe política. À vista de uma inexpressiva derrota que o governo Bolsonaro sofreu na Câmara Federal relativa a um assunto desinfluente, a camarilha de sempre se lavou em águas de rosas dizendo que o Capitão já estaria emparedado. É tudo que gostariam que viesse a acontecer para em seguida vir baixando a lenha, dizendo que o mito seria na verdade um farsante e que a velha corja é quem manda efetivamente.
Por outro lado os jornalistas, blogueiros e intelectuais de araque cativos dos jornalões bem como os noticiários destes impregnados de vermelhões já estão argumentando que finalmente o Capitão cedeu e vai transformar seu Ministro Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, nos abomináveis Zé Dirceu, Dilma, Palloci, Gleisi Hofmann, Mercadante, Jaques Wagner ou em outros que o antecederam no cargo ou mesmo no nojento “Padilha do Corrupto do Jaburú” e que a reunião de Bolsonaro com os líderes partidários ocorrida no dia 26/02, tudo configura sinais seguros de que a compra e venda com o nosso dinheiro vem aí, seria apenas uma questão de tempo. Vão de reto bando de satanases!
Pois que aqueles velhacos e vigaristas tirem os seus cavalinhos da chuva. Poderão até ser deferidos alguns pedidos de verbas vindos de parlamentares honestos, mas seus deferimentos cumprirão o estrito objetivo constitucional e a turma do Capitão não só vai fixar as reais prioridades como também fiscalizará a respectiva aplicação dos recursos. Até se aceitará uma ou outra indicação política para os diversos escalões administrativos, mas a nomeação da “figuraça” será precedida do pente fino dos generais (civis ou militares) do Presidente e a atuação do indicado estará monitorada para sempre e a miúde. Isto a grande mídia não publica, mas tenham certeza que assim será. Quem viver verá.
Porém, antes disso, aqueles que tentaram ridicularizar a ideia de Bolsonaro no sentido de conseguir reunir uma base segura no Congresso em torno de ideias e de propostas (os mesmos calhordas e idiotas que escarneceram da possibilidade de vitória do Capitão) devem ser definitivamente confrontados com a irresistível força que vem da verdadeira legião de heróis anônimos que elegeu o 38º Presidente da República do Brasil e, por via transversa, que desmoralizou aqueles todos fragorosamente. Como fazer isso? É simples. Vamos para cima de todos eles mais esta vez. Vamos entupir as Redes Sociais de vídeos, de mensagens, de avisos, de admoestações e de pressão de toda sorte sobre o Congresso, encostando-o à parede. Afinal os que lá estão são nossos empregados e estamos pagando muito caro para que legislem e não atrapalhem. Façamos isto e deixemos o resto com o Capitão e sua turma.
A cada dia que passa a mídia inimiga fica mais desacreditada. Dando um tiro certeiro na extrema imprensa, o Capitão voltou ao ar com seus pronunciamentos na Rede Mundial de Computadores, que acontecerão toda 5ª feira, às 18h30min. O objetivo e conclamar os seus quase 60 milhões de seguidores a reverberarem as ações de seu governo e atalhar as tentativas solertes: 1) de desmoralizá-lo bem como à sua família; 2) de distorcer seus pronunciamentos e fixar a mentira; 3) de disseminar a cizânia dentre sua equipe; 4) de usar tudo que Bolsonaro diz contra ele próprio e outras coisas deste jaez. Os patifes absorveram o golpe, tanto que um energúmeno com língua de serpente, cativo da “GoebellsNews”, logo depois do primeiro pronunciamento do Presidente veio dizendo que o Mito não deve falar tanto, deve se preservar, deve ficar mais recluso no Alvorada, etc. É…, vocês não perdem por esperar! Já sabemos como proceder. Vamos repetir exatamente o que fizemos na memorável campanha de 2018 e, em breve, peçonhentos como ele pertencerão ao lixo da história.
O Brasil que nossa gente verde e amarela merece acontecerá de fato, isto sim é que será só uma questão de tempo. O tempo daquele circo de horrores da vermelhada acabou e diferentemente do que se via e ouvia naquela época de “triste lambança”, quando agora vier à cabeça algo parecido com o velho bordão circense se poderá responder: “E agora vai ter marmelada? Não vai ter não senhor! E os maiores corruptos do antigo picadeiro o que farão? Nada, porque estão ou estarão presos em Curitiba, meu sinhô!”

José Maurício de Barcellos, ex Consultor Jurídico da CPRM-MME, é advogado. Email: bppconsultores@uol.com.br.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Tem gente vendo a alma penada do PT em todos os lugares,antes de dormir dê uma olhadinha em baixo da cama!!!!!!!!!!!!

  2. Avatar

    Nem os comunistas revolucionários cogitaram em fechar o STF, já as pessoas de bem…………. ….

  3. Avatar

    Vocês concordam em tudo, são almas gêmeas e viva o amor!!!!!!!!!!!

  4. Avatar

    Concordo plenamento com o José Maurício, pois ontem mesmo o STF prejudicou, ou melhor, paralisou a Lava-Jato, pois o STF realizou mais um golpe violento contra a Lava-Jato! Os vermelhinhos do STF ficaram ainda mais desmoralizados na sociedade brasileira!
    O objetivo do STF é soltar o Lula e todos os amigos que tem problemas com a Justiça…. é “estancar a sangria” como dizia Romero Jucá! É isso que me deixa indignado, pois muitos bandidos vão ser soltos…
    Mesmo o PT não estando no Executivo, ele tem os juízes do STF, que trabalham para soltar bandidos que roubam bilhões, pois no Brasil só se prendem e ficam nas prisões os pobres!
    Agora, com a nova decisão do STF vão ser anulados vários casos que a Lava-Jato tinha prendido bandidos, ou seja, cada semana vai ser solto um dos bandidos que ajudaram a criar o Maior Esquema de Corrupção do Mundo Ocidental!
    O PT saiu, mas deixou muitos petistas no Judiciário e no Legislativo! Bolsonaro já perdeu no plano de acabar com a criminalidade, pois o STF está ao lado dos corruptos, dos maiores bandidos do Brasil! Só o povo saindo nas ruas e exigindo justiça fará com que o STF mude de opinião!

Untitled Document