domingo, 22 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Alunos do Colégio Militar entregam agasalhos a moradores em situação de rua

Alunos do Colégio Militar entregam agasalhos a moradores em situação de rua

Matéria publicada em 20 de agosto de 2019, 17:13 horas

 


Estudantes são da unidade no Rio de Janeiro e promoveram a entrega a moradores em vulnerabilidade de Volta Redonda

Alunos durante a entrega do donativo na Vila Santa Cecília
(Foto: Divulgação)

Volta Redonda- Alunos do 1º ano do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro realizaram na segunda-feira (19), a entrega de agasalhos para moradores em situação de rua em Volta Redonda. Os estudantes percorreram os bairros: Retiro, Dom Bosco, Vila Santa Cecília, Aterrado, Santo Agostinho e Centro distribuindo o material. Os estudantes foram acompanhados por bombeiros e pelo Grupo Panelaço do Bem, que realiza periodicamente a distribuição de alimentos a moradores em situação de rua no  município.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Parabéns aos alunos da Escola Militar do Corpo de Bombeiros por essa linda atitude de pensar no próximo, e aos dirigentes da Escola por ajudá-los a tornar o desejo em realidade. O mundo precisa de mais jovens como vocês e mais dirigentes dispostos a tornar o dia de alguém um pouco melhor. Obrigada por existirem. Parabéns!!!

  2. Avatar

    O abostado…isso ai é ensinado em casa…A idéia foi de uma aluna e os outros aceitaram…
    Abostado…ninguém fica burro por ajudar os outros…
    Abostado…em vez deles ficarem como vosmice, aí na frente do computador, sem estudar e sem tirar notas boas na PB e no ENEM, ele foram ajudar.
    Abostado…os que entendiam de Gestão Pública, não acabou com essa situação.
    Abostado…vai comer seu pão com mortadela. VAI VENDO.

  3. Avatar

    Votamos para derrotar os petista e demais comunistas que estavam usando mossos estudantes para implatarem a Ideologia do Gênero no Brasil ,

    Mas continuamos vendo os governos usando os estudantes.

    Para trabalhos solidários já existe os padres, pastores e religiosos. Se esses estudantes querem fazer solidariedade que entrem para os grupos religiosos.

    Quero ver as notas desses estudantes na Prova Brasil e no ENEM. Quero ver eles preencherem as vagas de emprego, isto se tiverem capacitação escolar.

    VAI VENDO aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública.
    Eles no final irão falar que os estudantes não têm interesse em estudar.

Untitled Document