domingo, 25 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Grupo apaixonado por arco e flecha se reúne há três anos em Volta Redonda

Grupo apaixonado por arco e flecha se reúne há três anos em Volta Redonda

Matéria publicada em 21 de julho de 2019, 10:00 horas

 


Adeptos do esporte se encontram todo fim se semana para praticar

Grupo tem adeptos, organiza torneios e disputa competições nacionais
(Foto: Júlio Amaral)

Volta Redonda- Um grupo foi criado há três anos por pessoas apaixonadas pela prática do Arco e Flecha em Volta Redonda. A ideia surgiu da paixão e curiosidade de seu atual presidente e fundador, Matheus Albuquerque.
– Como o meu pai, Rodrigo Costa Azevedo, eu sempre gostei de arco e flecha. Quando ele resolveu comprar um arco caseiro, bem simples, é que eu percebi que realmente o arco e flecha era o meu esporte preferido e a minha grande paixão. No início, começamos a praticar no play do prédio onde eu morava, no Bairro Bela Vista, mas com o tempo fomos aprendendo mais sobre a arquearia como também melhorando o nosso equipamento e a técnica – ressalta.
De acordo com Matheus, aos poucos ele e seu pai foram conhecendo pessoas interessadas em aprender e praticar. Surgia assim o grupo ‘Arquearia Volta Redonda’. Com apenas seis meses de atividades, o grupo já contava com 15 membros.
“No início, aprendíamos algumas dicas de instrutores conhecidos e depois fomos aprimorando com cursos. Já os encontros do grupo, a princípio, ocorriam no colégio Garra do Aterrado. Depois nos mudamos para a quadra do colégio Batista, onde permanecemos nos encontrando atualmente”, diz.
O representante do grupo afirmou que a partir daí foram criados torneios e competições locais, com a participação de arqueiros de outros polos e regiões. “Já no segundo ano de atividades, o grupo se federou ao Clube ou Polo de Arco e Flecha de Vassouras para participar do Campeonato Nacional, promovido pela Associação Field Brasil de Tiro com Arco”, diz.
Atualmente, afirma Matheus, o grupo tem mais de 30 membros e nos dois últimos anos já se encontra filiado na Associação Field Brasil de Tiro com Arco como ‘Arquearia Volta Redonda’. – Com isso podemos participar de torneios locais, estaduais, nacionais e internacionais. E ao longo de três anos o grupo já participou de três campeonatos oficiais nacionais e outros eventos promovidos pelos polos da região – afirmou.
Segundo Matheus, atualmente existem na região os Polos confraria Arqueiro do Vale (Vassouras); Arquearia Fluminense (Vassouras) e Arquearia VR (Volta Redonda). No estado do Rio estão em atividades 11 Polos ou Grupos de tiro com arco.
Além da diversão e do esporte em si, Matheus destaca que a prática do tiro com arco aumenta a concentração, o equilíbrio e coordenação motora. E o melhor, pode ser praticado por qualquer pessoa.
– Para participar do grupo Arquearia VR a princípio não precisa de equipamento, apenas ter disposição e arcar com a mensalidade. Já o bom arqueiro precisa ser paciente – ressalta.
O editor de vídeo Luiz Guilherme de Moraes Bispo já está no grupo Arquearia VR há um ano e meio. Conheceu o grupo através de eventos e desde então começou a praticar arco e flecha. “Hoje tenho dois arcos, um que comprei e outro que fiz. Em relação à atividade, o que eu mais gosto no arco e flecha é que me deixa mais relaxado e calmo quando pratico. Já participei de competições e campeonatos e até já ganhei alguns. Já nos torneios internos sempre sou premiado”, disse.
Já o Ortiz (artesão de couro) Leandro da Silva Júnior afirmou que desde criança tinha grande interesse pela atividade do arco e flecha. No entanto, segundo ele, foi só depois de conhecer o grupo Arquearia que adquiriu o seu primeiro arco. “Há oito meses faço parte do grupo e o que eu mais gosto deste esporte é participar das competições”, opinou.
Segundo Matheus, quem decidir ser um praticante de arco e flecha tem de se preparar para gastar algum dinheiro. “O preço médio de um arco para iniciar na atividade custa R$ 500. Já um jogo com 12 flechas custa R$ 200”, informou.
Em relação aos modelos de arcos, o presidente do grupo Arquearia explica que os mais utilizados atualmente são: Arcos de Cavalaria com recursos menores; Arcos long bow ou Arcos longos; Arcos Recurvos Tradicionais; Arcos recurvos de Competição; e os arcos compostos com roldanas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document