terça-feira, 27 de julho de 2021 - 22:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Linha Verde lança campanha para conscientizar sobre o perigo das queimadas nessa época do ano

Linha Verde lança campanha para conscientizar sobre o perigo das queimadas nessa época do ano

Matéria publicada em 21 de junho de 2021, 08:35 horas

 


Imagem ilustrativa divulgada pelo Disque Denúncia

Rio de Janeiro – O tempo seco que costuma dar as caras nessa época do ano favorece o aparecimento de focos de queimadas em todo o Estado do RJ. De acordo com números do Linha Verde, programa do Disque Denúncia específico para denunciar crimes ambientais, no ano de 2021, das cerca de 8 mil denúncias recebidas, 124 são relativas às queimadas em todo o Estado. Em todo o ano de 2020, foram registradas 481 informações sobre esse tema, mas um levantamento feito desde o ano de 2018 mostra que o Linha Verde já recebeu desde então, 1130 denúncias sobre queimadas e grande parte delas costuma ser feita entre os meses de junho e agosto.

Rio de Janeiro, Petrópolis e Maricá lideram o levantamento do programa Linha Verde desde 2018 sobre denúncias relativas as queimadas. Na capital, destacam-se os bairros de Campo Grande (58), Jacarepaguá (46) e Taquara (33); em Petrópolis, Araras (8), Duchas (8) e Centro (6); na cidade de Maricá, as denúncias sobre queimadas costumam vir de Inoã (8), Itaipuaçu (5), São José do Imbassaí e Santa Paula (3).

Analisando o conteúdo das denúncias feitas ao Linha Verde sobre queimadas, é possível verificar que elas giram em torno da queima de lixo em quintais, queima de troncos de árvores, folhas e mato seco, com objetivo da “limpeza” do terreno, gerando perigo do fogo se alastrar para matas próximas. Vale reforçar ainda que essas queimadas podem ter início também em decorrência de balões que caem acessos nas matas e para ajudar a população na conscientização desses riscos, o Linha Verde dispõe da campanha “Disque Balão”, onde reforça a importância em se denunciar locais de fabricação, armazenamento ou soltura de balões, sempre com a garantia do anonimato.

A Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605 de 1998, em seu artigo 54, descreve o crime de poluição, que consiste no ato de causar poluição, de qualquer forma, que coloque em risco a saúde humana ou segurança dos animais ou destrua a flora. Um exemplo clássico desse tipo de crime é a queimada de lixo doméstico, que emite poluição na forma de fumaça, causa risco de incêndio para as habitações locais, destrói a vegetação e pode causar a morte de animais que ocupem as redondezas. Além disso, há o artigo 41, que fala sobre “provocar incêndio em mata ou floresta”, que tem como pena, a reclusão de dois a quatro anos e multa.

Por conta da preocupação com essa época do ano e com as queimadas florestais, o Linha Verde reforça a importância das denúncias para que seja possível combater preventivamente esse tipo de ocorrência, denunciando focos de incêndios e até mesmo informando pessoas queimando lixo doméstico próximo a florestas ou entrando em matas com produtos inflamáveis. Para denunciar, a população pode ligar para os telefones 0300 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253 1177, ou ainda utilizar o aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”, enviando fotos e vídeos sempre com a garantia do anonimato. No caso das queimadas, as informações são repassadas também ao Corpo de Bombeiros, a fim de realizar o combate a esses focos de incêndios.

As informações são do Disque Denúncia *

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document