quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 08:53 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Neto demostra interesse pela proposta de criação da Unidade de Conservação Pedreira da Voldac

Neto demostra interesse pela proposta de criação da Unidade de Conservação Pedreira da Voldac

Matéria publicada em 29 de novembro de 2021, 19:22 horas

 


Foi o segundo encontro do ano do prefeito Neto com o MEP sobre o tema -Foto: Divulgação.

Volta Redonda- O prefeito Antônio Francisco Neto, em reunião nesta segunda-feira, dia 29, com a equipe Ambiental do MEP(Movimento Ética na Política), após escutar as ponderações do MEP sobre a proposta de criação da Unidade de Conservação na Pedreira da Voldac, se posicionou favorável pela proposta. “Primeiro criaremos a Unidade de Conservação, depois investiremos todo ICMS ecológico na Pedreira da Voldac”, afirmou Neto, determinando que o secretário Municipal do Meio Ambiente Miguel Arcanjo, secretário Municipal do Meio Ambiente, faça os encaminhamentos.

Foi o segundo encontro do ano do prefeito Neto com o MEP sobre o tema. O primeiro aconteceu em maio, inclusive com presença do vereador Paulinho AP, que se fez presente novamente.

Segundo o biólogo Fernando Pinto, coordenador da equipe ambiental do MEP, o encontro foi muito produtivo e participativo. “Nossas argumentações, os estudos realizados, os apoios recebidos de diferentes instituições de ensino através dos seus pesquisadores, a presença do Projeto Recriar, do Centro Educacional Dr. Catador, entre outros, tem aglutinando energias para consolidação da nossa proposta”, disse Fernando.

AVANÇOS E O “RIO + 30 CIDADES”   

Em meio aos debates outros temas ambientais foram elencados como a ampliação do entorno de proteção da área que envolve a pedreira (proposta do vereador Paulinho), usina de lixo (compostagem), coleta de seletiva associada à desconto de IPTU, operacionalização de educação ambiental nas escolas do município, conexão das unidades: Pedreira- Fazenda do Ingá-Vale dos Puris, etc.

Coube à Marina Guião, ambientalista, apoiadora da equipe do MEP e do Recriar, que esteve representando Volta Redonda na COP, conferência Mundial do Clima, em Glasgow, Escócia, fazer as considerações finais. Oportunidade que também apresentou ao Prefeito e ao secretário indicadores para a agenda do primeiro semestre de 2022, o  Rio +30 Cidades’, na cidade do Rio de Janeiro: “O evento que discutirá o papel dos centros urbanos nas mudanças climáticas mundiais, será nos moldes da ‘Rio +20’, realizada em 2012. Volta Redonda poderá dar a sua contribuição”, disse Marina ao agradecer o Prefeito, que reagiu pedindo mais dados sobre o acontecimento.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Parabéns a todos envolvidos na preservação desse pequeno espaço verde na cidade cinza e poluída. Agora é lutar pela preservação do terreno do Aero que é o refúgio de dezenas de espécies de aves, mamíferos e répteis. Este terreno na curva do rio que batiza Volta Redonda tem uma função ecológica importantíssima que é absorver as chuvas para evitar o transbordamento do rio Paraíba evitando o sofrimento da população ribeirinha e ao mesmo tempo por não ser uma área impermeabilizada contribui para o aquífero que recarrega o rio nos períodos de estiagem.

Untitled Document