domingo, 22 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Pacientes são atendidos pelo mutirão do programa Passe Livre

Pacientes são atendidos pelo mutirão do programa Passe Livre

Matéria publicada em 25 de agosto de 2019, 16:40 horas

 


Benefício concede gratuidade no transporte coletivo urbano para pessoas com deficiência

Cerca de 81 pacientes foram atendidos no mutirão, próximo acontecerá em setembro
(Foto: Paulo Dimas- Secom PMBM)

Barra Mansa- Aproximadamente 81 pacientes foram atendidos pelo mutirão das secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos e da Saúde, na manhã de sábado (24), no Centro de Especialidades Médicas (CEM). Os pacientes cadastrados receberam o benefício do Passe Livre, programa que fornece gratuidade no transporte coletivo urbano às pessoas com deficiência física, auditiva, visual, intelectual, múltiplas ou com transtorno do espectro do Autismo. Na ocasião também foram analisados os casos dos acompanhantes dos beneficiados.

A ação contou com um médico, quatro psicólogas, quatro assistentes sociais, quatro estagiários e um supervisor. Segundo a secretária de Assistência Social, Ruth Coutinho, a Rutinha, a ação visa atender de prontidão esses usuários, oferecendo facilidade e conforto.

– Sempre nos esforçamos ao máximo para melhorar a qualidade de vida dos moradores de Barra Mansa. E esse mutirão está sendo realizado para dar mais conforto aos que necessitam desse benefício. Agradeço todo o carinho e o apoio que o prefeito Rodrigo Drable nos dá para melhorar ainda mais a qualidade de vida de nossos munícipes – concluiu.

O responsável pelo Programa Passe Livre Municipal, Guilherme Gomes, informou que o mutirão é uma forma de facilitar a rotina destes usuários.

– Nós oferecemos um atendimento humanizado e especial, para que o paciente se sinta a vontade – disse.

A coordenadora de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), Marina Monteiro, explicou que as equipes das secretarias se uniram para que as solicitações do benefício fossem atendidas o mais breve possível.

– Nós estávamos com uma fila de espera de 300 pessoas para o laudo que permite esse benefício. Para hoje, agendamos 120 pacientes, com presença de 81 deles. Normalmente, são atendidos cinco pessoas por semana. Por isso, a Assistência Social viu a necessidade de ampliar esse atendimento em uma ação especial. Nós da Saúde aceitamos prontamente esse chamado e, juntos, fizemos o mutirão – disse.

O pintor de automóveis, Mauro de Souza Moraes, de 67 anos, veio ao mutirão com a esposa Cátia, para conseguir o benefício estendido ao acompanhante.

– Eu tenho sequela de uma paralisia infantil. Nos últimos anos, eu tenho dificuldade para me locomover, tendo caído na rua algumas vezes, colocando minha vida em risco. Por isso, tenho que ter um acompanhante que é a minha esposa – falou.

Próximo mutirão em setembro

O próximo mutirão acontece em setembro para atender a todos que estão na fila de espera. Para ter o benefício, a pessoa com deficiência deve procurar a secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, com o original e cópia do Laudo Médico que ateste a deficiência e o grau de comprometimento da mesma, cópia da identidade ou certidão de nascimento, três fotos 3×4 recentes e comprovante de residência atualizado do beneficiado ou do responsável legal.

A secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos fica na Rua Oscar da Silva Marins, nº 155, no Centro.

Mais informações pelos telefones: (24) 3322-8098 e 3322-8436.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document