quarta-feira, 23 de setembro de 2020 - 16:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Pais que demoraram a realizar o sonho da paternidade falam sobre a data

Pais que demoraram a realizar o sonho da paternidade falam sobre a data

Matéria publicada em 9 de agosto de 2020, 14:49 horas

 


Ezequias conta que não se cansa de admirar o pequeno Samuel – Foto: Arquivo Pessoal

Barra Mansa – “Não são só as mulheres que querem ser mães. Os homens também sonham em ser pais”. Foi com essa frase que o metalúrgico Vander dos Santos Marques, de 35 anos, resumiu a felicidade de, após anos dez anos de casado, ter conseguido realizar o desejo de ter um filho. Ele e a esposa, a dona de casa Michele Marques, de 34 anos, tiveram um menino há cerca de quatro meses e, neste domingo, ele vai comemorar o Dia dos Pais pela primeira vez e como sempre com quis, ao lado do filho.
– Minha esposa engravidou duas vezes e sofreu dois abortos e logo foi diagnosticada com trombofilia. Nunca desistimos do nosso sonho, ela iniciou o tratamento, conseguiu engravidar de novo e, conforme esperávamos, tudo correu bem, e fomos agraciados com o nosso menino. Esse ano, em meio a tudo o que o mundo está vivendo, nós fomos privilegiados: ela comemorou o Dia das Mães com o filho no colo e agora chegou a minha vez de comemorar o Dia dos Pais. Estou realizando um grande sonho, esperei muito por esse momento e eu só quero aproveitar o dia dando muito carinho e amor para o meu pequeno – disse o metalúrgico.

Espera de 25 anos

Para o funcionário público Ezequias Marciolino da Silva 47 anos, que há 25 anos é casado com a dona de casa Jaqueline Hipólito Corrêa da Silva, de 45 anos, esse Dia dos Pais será mais do que especial. Conforme conta, ele e a esposa sempre quiseram ter três filhos, no entanto, nunca conseguiram engravidar porque, após muitas tentativas, descobriram por meio de exames que ela tinha obstrução nas trompas, o que a tornava estéril. No final do ano passado, no entanto, eles foram surpreendidos com o resultado positivo da gravidez.
– Ficamos muito surpresos porque era inimaginável que conseguiríamos, já que tínhamos feitos vários exames de gravidez e nunca dava em nada. Ao longo desses 25 anos de casados houve época em que a minha esposa ficava três, quatro meses sem menstruar e os resultados nunca davam positivo para gravidez. Até que, no mês de dezembro do ano passado, ela estava atrasada há 45 dias e resolveu fazer o teste. Fomos buscar o resultado, não conseguimos decifrar com aqueles milhares de números, então ela se lembrou de uma colega técnica de enfermagem, que a levou até uma médica e a mesma disse que ela não está grávida, mas sim gravidíssima. Ali meu sonho de ser pais começou a se tornar realidade, o dela de ser mãe também e nós choramos muito. Foi uma sensação extraordinária – recorda o funcionário.
Pastor da igreja Assembleia de Deus Ministério Madureira, Ezequias conta que não se cansa de admirar o pequeno Samuel, que nesta semana completou um mês de vida. Para ele, o pequeno foi um grande milagre em sua vida e um exemplo de que casais que passam pela mesma situação dele e da esposa nunca devem desistir de sonhar e acreditar.
– Esse é o maior presente, o maior prêmio da minha vida e a ficha ainda não caiu. Eu a minha esposa ficamos nos perguntando: ‘é nosso mesmo?’. Esperamos muito por esse momento, eu de ser pai e ela de ser mãe e está sendo uma experiência maravilhosa dar mamadeira, dar banho, enfim, cuidar do um filho, viver essa emoção de ser pai. Somos um milagre e o que temos a dizer aos casais na mesma situação é que nunca deixem de sonhar. No tempo e na vontade de Deus o milagre acontece, independente das circunstâncias – comemorou Ezequias.
O professor Denis Oliveira Luciano, de 44 anos, casado com a também professora Cátia da Silva Luciano, de 40 anos, é outro que vai comemorar pela primeira vez o Dia dos Pais, após quase 15 anos de espera por esse momento. Ao longo desse tempo, a esposa de Luciano sofreu três abortos e, conforme ele se recorda, apesar de nunca ter deixando de sonhar com a possibilidade, ele sempre teve medo de não conseguir ter um filho. Para ele, apesar de ter um vínculo comercial, a data será muito especial.
– Eu sempre quis ser pai, de menino, e consegui realizar o meu sonho após muito sofrimento, após ter passado por algumas frustrações. Dia dos Pais é todo dia, sabemos que essa data é comercial, mas confesso que estou emocionado em poder comemorar pela primeira vez com meu filho, que já vai fazer nove meses. O meu maior presente sem dúvidas é ele, que desde que chegou transformou a nossa vida para melhor, apesar de todas as dificuldades. Estou muito feliz e agora, principalmente, que ele está começando a querer falar ‘papai’ – enfatizou o professor.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Não dá pra ter filhos, se é pobre só multiplica ainda mais a pobreza, a violência é crescente e educar os filhos adequadamente é cada vez mais complicado e por último o mundo têm gente demais… no futuro não quero meu filho indo para o abate porque o povo tá passando fome, pois essa é a tendência já que tudo está sendo destruído e a coisa tenderá a piorar ainda mais. Então não quero ter filhos e é por amor a esse planeta que faço isso, mesmo sabendo que tudo vai se acabar e a raça humana será extinta certamente, ou pelo planeta, ou por ela mesma.

  2. Avatar

    Deus ainda realiza sonhos

  3. Avatar

    Parabéns a esses pais que não desistiram de seus filhos, tiveram fé, perseveraram e conquistaram a sua vitória. Deus os abençoe muitíssimo, parabéns pela família que conquistaram, parabéns pelos filhos que são herança de Deus.
    Feliz dia dos pais.

Untitled Document