>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 01:28 h

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Prefeitura de Volta Redonda faz campanha por respeito às vagas exclusivas

Prefeitura de Volta Redonda faz campanha por respeito às vagas exclusivas

Matéria publicada em 6 de maio de 2022, 14:59 horas

 


Ação foi realizada na Vila Santa Cecília pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência

O pastor Washington Uchoa explica que as pessoas com deficiência e idosos têm, por lei, direito a vagas preferenciais – Foto: Cris Oliveira(PMVR).

Volta Redonda-  Essa semana foi marcada por uma ação de conscientização para que motoristas respeitem as vagas exclusivas demarcadas nos principais centros comerciais de Volta Redonda. A ação, realizada pela Prefeitura de Volta Redonda, através da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD), foi realizada na Vila Santa Cecília, entre as ruas 12, 14, 33 e 41.

Uma equipe da secretaria, juntamente com o secretário da pasta, o pastor Washington Uchoa, participou da ação que envolveu, além da panfletagem, orientações sobre os serviços prestados pela SMPD.

A ação faz parte de uma campanha que começou em janeiro desse ano, com o objetivo de fazer com que os motoristas respeitem as vagas exclusivas demarcadas nos principais centros comerciais do município. Isso pelo fato de que pessoas com deficiência e idosos têm, por lei, direito a vagas preferenciais em áreas públicas, comerciais e espaços de lazer, mas são comuns as situações de desrespeito.

O pastor Washington Uchoa explica que as pessoas com deficiência e idosos têm, por lei, direito a vagas preferenciais em áreas públicas, comerciais e espaços de lazer.

“Queremos conscientizar os motoristas através dessas ações educativas, que fazem parte de uma campanha de conscientização. Durante a ação, distribuímos folhetos com orientações do tipo ‘essa vaga não é sua nem por um minuto’, para reforçar o direito das pessoas com deficiências a estacionarem em vagas reservadas para elas pela legislação de trânsito”, disse o secretário.

O secretário destaca que é o poder público quem tem realizado ações para tornar Volta Redonda uma cidade mais inclusiva e com acessibilidade, mas que é preciso contar com o apoio da população.

“Essa luta é de todos. Toda vez que um motorista ocupa essas vagas, por exemplo, ele tira a possibilidade de um idoso ou de uma pessoa com deficiência de ir a um médico, instituição bancária, por não ter onde estacionar. Vamos avançar juntos. Precisamos da colaboração de todos”, apelou o secretário.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document