segunda-feira, 25 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Quase 500 marmitex são servidos na reabertura do Restaurante Popular

Quase 500 marmitex são servidos na reabertura do Restaurante Popular

Matéria publicada em 8 de abril de 2020, 18:26 horas

 


Marmitex são servidos para almoço, das 10h30 às 14h30, no valor de R$ 3,50
(Foto: Evandro Freitas)

Volta Redonda– Quase 500 marmitex foram servidos no primeiro dia de reabertura do Novo Restaurante Popular de Volta Redonda, nesta quarta-feira (08). O local ficou quase dez dias fechado por conta do Plano Municipal de Contingência contra o novo coronavírus.

Mas voltou a funcionar através do Programa Cidade Solidária, lançado pelo prefeito Samuca Silva para garantir alimentação de qualidade a custo baixo para a população.

De acordo com a prefeitura, no sistema de marmitex, somente no horário de almoço, das 10h30 às 14h30, foram vendidas 470 refeições. O jantar é servido das 16h30 às 18h30. O preço do marmitex é R$ 3,50.

O prefeito Samuca Silva disse que o Cidade Solidária ainda inclui distribuição de cestas básicas para a população e kits alimentação para as famílias dos estudantes da rede municipal de ensino.

– A possibilidade de ter comida nutritiva na mesa, pagando pouco, em tempos de restrição por conta da Covid-19, é, com certeza, uma preocupação a menos para quem pode contar com o serviço do Restaurante Popular. Tenho certeza que acertamos com a reabertura do equipamento por conta da adesão, que observamos já na primeira refeição servida – falou o prefeito Samuca.

Para o secretário municipal de Ação Comunitária, Ailton Carvalho, a grande procura foi uma grata surpresa.

– Nosso público é formado, principalmente, por universitários, comerciários e idosos, essa população que está em casa. Mas o que vimos hoje foram pessoas comprando refeição para toda família. Isto é, apenas um sai de casa e garante o almoço dos familiares e vizinhos – contou.

Dona Vera Lúcia Maria de Oliveira, que por conta da pandemia está afastada das atividades esportivas no núcleo da Secretaria de Esporte e Lazer na Ilha São João, aprovou a reabertura do Restaurante Popular.

– Hoje, vim buscar comida para todos lá de casa. Somos quatro adultos e três crianças – citou.

O intervalo de quatro horas para o fornecimento e duas horas para o jantar permite que não haja aglomeração de pessoas. As filas são organizadas pelos funcionários do restaurante que trabalham de acordo com as normas de higiene preconizadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Além disso, o local fornece álcool em gel para os clientes.

Neste período de quarentena, o Restaurante Popular também vai fornecer o jantar, de graça, para os abrigados do Seu Nadim e para as pessoas que estão no abrigo provisório instalado na Arena Esportiva.

O restaurante, que funciona na Avenida Integração, no Aterrado, estará aberto em dias úteis, respeitando o calendário da prefeitura de Volta Redonda.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Apenas os pequenos comerciantes não podem abrir, quero ver fechar os bancos.

  2. Avatar

    que coisa hein

  3. Avatar
    Darlan.chagas@hotmail.com

    A janta comeca a ser servida a partir de que horas?

Untitled Document