>
terça-feira, 5 de julho de 2022 - 11:29 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / 75 motoristas são notificados por irregularidades no cronotacógrafo

75 motoristas são notificados por irregularidades no cronotacógrafo

Matéria publicada em 22 de abril de 2015, 21:44 horas

 


Itatiaia

Para levar mais segurança aos motoristas durante os feriados de Tiradentes e de São Jorge, fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Rio de Janeiro (IPEM-RJ) realizam desde a última segunda-feira, 20, uma operação na Barreira Fiscal de Nhangapí, em Itatiaia. Em dois dias de ação, cerca de 600 veículos entre caminhões e ônibus foram abordados e 75 apresentaram irregularidades no cronotacógrafo – instrumento obrigatório destinado a indicar e registrar a velocidade e a distância percorrida pelo veículo. A operação continua até esta sexta-feira, 24.

Entre as principais irregularidades encontradas nas fiscalizações a maioria refere-se a não verificação do cronotacógrafo e a não renovação do certificado. Além disso, é comum encontrar caminhões que não realizaram a instalação do instrumento. De acordo com o presidente do IPEM-RJ, Marcus von Seehausen, as ações de fiscalização são muito importantes para garantir a segurança dos motoristas.

– Sabemos que as estradas estão cheias no feriadão e por isso decidimos intensificar o trabalho. Assim, proibimos a entrada de mercadorias de forma irregular no Estado e aumentamos a segurança nas estradas – explicou von Seehausen.

O cronotacógrafo é um instrumento obrigatório nos veículos de carga com peso bruto acima de 4.536 Kg e nos veículos de passageiros com mais de dez lugares.

Todas as informações ficam registradas nesse equipamento e, ao analisá-las, é possível descrever o comportamento do motorista ao longo do percurso. Essas informações são aceitas legalmente como provas, em caso de acidentes ou denúncias de má condução.

Aqueles que tiverem alguma dúvida ou denúncia sobre o cronotacógrafo podem entrar em contato com a Ouvidoria do IPEM-RJ pelo telefone 0800-282-3040, de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document